Posts de Editt Schimanoski de Jesus (50)

Aqui no Pampa

É outono aqui no pampa
O campo agora descasa
Foi farta a colheita...
Os arrozais dourados
A soja o ouro em grãos
A terra mãe deu a seiva.

O chão sagrado...
Tapete dourado
As folhas secas pelo chão
O sol com raios esmaecidos
O céu azul com tons desbotados
Resignado está o meu rincão!

O campo antes verdejante
O gado pastava contente
Os dias são menores nesta estação
A neblina enfeita a manhã.
A roda de chimarrão é sagrada
O mate é a bebida que aquece o coração!

 

Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…

O Outono Chegará...

Abro a janela...
E contemplo a natureza
Há uma brisa suave...
Uma nova estação está chegando
Trás uma nova energia consigo
O vento me toca o rosto de leve.

Abro a janela...
E sinto toda a calmaria
O ar fresco percorre o universo
Sinto no coração e na alma
A paz de uma aura calma
A magia da poesia, em cada verso!

Abro a janela...
Ouço a sinfonia das cigarras
Despedem-se do verão e das farras
O céu é mais azul aqui no pampa
No campo, máquinas fazem as colheitas
Logo a terra descansará...
As árvores perdem as folhas
O outono de mansinho chegará!

Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…

Anjo Poeta

Meu anjo poeta...
Onde está com a cabeça
Na lua e nas estrelas?
Quero a tua inspiração
Que venha do coração
Vestida de rosas vermelhas.

Anjo poeta meu amigo
Fica aqui comigo...
Quero boas energias
Muitos versos de alegria
Caminhar todo o dia
Por estes caminhos de magias.

Anjo poeta inspirado
Que faz verso rimado
Aguça a minha fantasia
Eu quero a tua proteção
Quero muito amor e paixão
E o coração cheio de poesia!

 

Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…

Os Caminhos do Amor

O amor é o sentido da vida
Brota nos terrenos de areia
De pedras ou terra fértil
No terreno cultivado...
Onde está de coração aberto
Pronto para amar e ser útil!

O amor acontece com certeza...
No coração que o almeja
Pode ser na festa, na rua...
No ônibus ou no trabalho
Ele tem caminho e atalho
Um cupido certeiro atira
A flecha derradeira...

O amor tem seus mistérios
Ele tem seus caminhos...
Trás de longe a felicidade
Por vezes parece impossível
E o que era certo torna falível
Mera paixão feita de saudade!

Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…

Mulher Hoje tu és a Minha Poesia...

Mulher hoje eu te quero bela
Com a aura iluminada....
Se gostando por inteira
Mulher a beleza da alma
Irradiando essa alegria
Que te faz sedutora e poderosa!
A tua voz suave e calma... É música!
Mulher que vai à luta
Estuda, se forma e trabalha.
Com o olhar altivo vive o presente.
Agradecida e poderosa...
A tua jornada é muito grande
Dupla ou tripla és uma gigante!
O ser frágil como outrora foste chamada...
Hoje surpreende....Em muitas se multiplica.
Atua em todas as frentes e se destaca.
Mulher és a harmonia do mundo
Até o papa Francisco admitiu...
Tu és o equilíbrio e o amor!
A ternura e divindade em forma de mulher
Hoje eu não quero pensar em violência...
Mulher mostra a tua essência
A delicadeza de uma flor, a beleza de um botão de rosa
A suavidade de tua pele, feito seda...
Não és tempestade, és chuva calma!
Teus cabelos bem cuidados
Emoldura o teu rosto de pele macia
Mulher eu quero para ti muito respeito e amor!
Hoje tu és a minha poesia....

Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…

Mulhereres

Mulheres lindas extrovertidas
Um dia foram escravas e submissas
Hoje está mudando...
A tua independência custa caro
Trabalha mais e isso não é pago
Em muitas estão se dividindo.

Mulheres meigas, princesas...
Criadas como pequenas rainhas
Um dia crescem e vão para o mundo
Acreditam na paixão e no amor
Colhem desrespeito e muita dor
São mães, amigas com amor profundo.

Mulheres ainda são espancadas e mortas
Parece em outras épocas bem remotas
Escravas do medo e do machismo....
A mulher, mãe, irmã, companheira e amiga
Berço, colo, carinho, vida que cuida e abriga.
Amor incondicional, paz, renúncia e heroísmo.

Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…

O Nosso Mate

Vamos tomar o nosso mate
O elixir bom da vida...
Com certeza é remédio
Poderoso revigorante!

A cuia que seguramos com carinho
É um troféu para o gaúcho...
É a nossa tradição sagrada
O pampa a nossa terra amada!

O chimarrão é feito com, erva- mate
Água quente no ponto...
Bomba de prata e cuia de porongo.

Quem toma o seu mate todo o dia
Até a ciência afirma e diz...
É uma pessoa mais feliz!

Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…

Brasas Vivas

Nunca imaginei...
Que sob as cinzas eu encontraria
Depois de um longo tempo
De silêncio e calmaria...

Brasas vivas que ainda ardem
Que o tempo não apagou...
Nem a distância esqueceu
Apenas aparentemente silenciou.

Caminhos diferentes...
Se distanciando um do outro
Entretidos e fascinados...
Com a beleza de outros amores
Ora espinhos, ora lindas flores!

Tudo ficou guardado...
Em segredo, doces momentos
Lembranças, proibidas...
Esquecer era tudo que eu queria
Sufocar aquele sentimento.

Busquei em todos os lugares
Em todos os olhares...
Em outros sorrisos busquei
Aquele sorriso que era só teu

No meu inconsciente eu queria
Reviver toda aquela emoção...
Que nunca esqueci, apesar do tempo
Brasas vivas, ardem no meu coração!

Busco aquele céu...
Refletido em teu olhar
Estrelas brilhantes...
Ainda busco aquele mar... 

Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…

Voando...

A terra já não me atrai
Como um dia me fascinou
Hoje alço vôos maiores...
Hoje já sei quem sou!

Sei que sou irmã das estrelas
E filha do sol e da lua...
Tenho a energia dos ventos
A força do céu e dos astros!

Sou uma exilada por certo tempo
Aqui na terra apenas uma passageira
Uma simples forasteira....
Que logo estará de volta!

Sou de carne e sou sangue
Sou água da vertente
Sou fonte que não seca
Sou energia em forma de gente!

Sou um pouco da terra
Mas o infinito me fascina
Sou verso de um poema...
Do universo, poesia sem rima!

Editt Schimanoski de Jesus

 

Saiba mais…

Há se eu Pudesse...

Se eu pudesse desnudar
A minha alma...
E neste dia sem cor
Eu pudesse te libertar...
Desta prisão e todo o dissabor!
Há se eu pudesse...
Como num passe de mágica
Eu deixaria tudo colorido.
Eu te daria asas, e voarias para longe
Para encontrar os teus amores!
Há se eu pudesse...
Tu mergulharias em águas transparentes...
Visitarias os deuses, nos átrio e nos altares.
Há se eu pudesse...
Eu te alegraria, com flores e com jardins coloridos!
Com perfumes que atiçaria os sentidos...
Há se eu pudesse...
Eu te vestiria de branco, e na sua cabeça poria
Uma tiara de ouro e rubi.
Há se eu pudesse...
Eu te faria feliz e animada, e o teu dia seria só de alegria!
Há se eu pudesse...
Daria cabo da tua tristeza, eu te daria a esperança
De ser outra vez uma criança!

Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…

O Poeta o Imortal

O poeta que nos versos retrata
Toda a doçura da vida...
Nos versos se expressa
Trazendo para a vida esperança
Nas letras e nas rimas...

O poeta que sem querer...
Tornou-se imortal nos versos
Que um dia escreveu...
Agora é de toda a humanidade
Já não são mais seus...

O poeta o imortal...
É sombra que passou
É verso impresso
É alma impregnada
Nos poemas guardados
É o grito na garganta aprisionado!

O poeta o imortal...
É lembrança de outrora
É passado e presente
O poeta também é futuro
É a poesia que no peito arde
É saudade que chega agora e me devora!

 

Editt Schimanoski de jesus

Saiba mais…

O Inferno em Brumadinho

Neste mês de janeiro...
Aconteceu em Brumadinho
Um tsunami de lama da barragem
Levou tudo embora sem dó nem piedade!
Trabalhadores e moradores, de todas as idades
Não houve alarme e nem bagagem!

As vidas não valem nada!
O que importam é o lucro e a riqueza
Destruíram o meio ambiente...
Milhões de toneladas de rejeitos
Ao céu aberto, e a própria sorte sujeitos.
As vidas e os sonhos de toda essa gente!

Os gritos sufocados num rio de lama
As vidas naquele inferno sem guarida
Nenhum aviso e nenhum pedido...
Nenhuma despedida ao meio dia
Que irresponsabilidade! Que covardia...
Meu Deus! Essa destruição será até quando?

25-1-2019
Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…

O Meu Vício

Tenho o vício de escrever
Fazer versos, poemas...
A alma se acalma e se aninha
Numa bela poesia!

Às vezes é sem nexo...
O meu verso, perdido no universo
Como ave que voa no infinito
E sem rumo certo, acompanha o vento
E resignada sufoca o grito!

A vida que parece vazia...
Mas, na verdade ela é única e cheia de sentido
É amor, é flor, é sentimento, mistérios...
E neste vício eu me perco, todo o tempo!
O céu existe, e o paraíso também.

Se viver é preciso
E o tempo está determinado
O melhor é viver intensamente...
Com a alma contente
Sem medo e nem revolta
O mundo dá volta...
E eu encontro na poesia
O meu abrigo revigorante!

 


Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…

Ela é Inquieta...

Esta energia razão de viver
Levanta cada dia...
Abre a janela e sonha!
Como uma menina deslumbrada...
Quer ser amada!
Inquieta e sonhadora.
Quer aventurar-se no desconhecido.
É intuição, é amor!
Imagina a felicidade...
Busca no seu ídolo, no seu santo
Na simpatia, no sorriso e na alegria.
É destino ou missão?
Quer provar de toda a emoção.
Quer dinheiro e poder!
Fama e prazer...
Sente-se dono do mundo
Nariz empinado.
Alça vôo no infinito...
Cai e quebra o bico
Vê que o seu mundo caiu
O seu castelo de cartas implodiu!
Levanta começa de novo...
A busca da vitória ou da derrota.
Do bem ou do mal!
Quando a alma encontrar a paz divina
A luz da vida, um porto seguro, aí será calmaria...

Editt Schimanoski de Jesus

 

 

 

Saiba mais…

Férias

Todos devem dar uma parada
Uma vez por ano ou mais...
Recarregar as baterias
Sair de férias por alguns dias...

Somos humanos e não máquinas
Ao longo do tempo nos desgastamos
Temos que cuida do corpo e da mente
Não somos robôs, somos gente...

É bom não ter compromissos
E descansar... Deitar numa rede de papo pro ar!
Tomar um banho de sol, Um banho de mar.
De pés descalços sem lembrar, dos percalços.

Junto à natureza, respirando ar puro
Junto da terra mãe, sentindo a energia
Do sol que com seus raios benéficos
A vitamina D nos revigora com saúde
Na serra, na praia, no interior...
Um banho de rio, ou um banho de mar
Um banho de piscina para refrescar
Férias é tudo de bom!
Quando voltar será mais produtivo
Terá outros motivos para trabalhar.


Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…

Quando eu me perco de mim

Quando eu me perco de mim
Fico vagando no tempo...
Em silêncio, sonhando
Feliz revivendo o amor
Quando me perco de mim
Eu me encontro em você!

Quando eu me perco de mim
Retrocedo no tempo...
Querendo viver tudo de novo
Sinto o gosto do teu beijo...
Morro de desejo!
Quero te amar de verdade
Quando eu me perco de mim
Eu me encontro em você!

Quando eu me perco de mim
Vou para o século passado...
Quero que o tempo volte no tempo
Hoje já não sinto mais medo de te amar
Hoje eu ficaria em teus braços...
E te amaria para sempre!
Quando eu me perco de mim
Eu me encontro em você!

 

Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…

O Mar

No vai e vem do mar
Ondas preciosas...
As areias vêm beijar
Sereias bronzeadas...
Repousam embriagadas pelo sol
Fico extasiada...
Numa paz quase irreal
Águas salgadas, iodadas
Elas me deixam muito calma
De pés descalços na areia
Quanta liberdade!
Eu me sinto uma divindade
Pulando ondas...
Um ritual sagrado!
Num banho de mar.
Esqueço o mundo
Só quero amar o mar!

Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…

O Balanço

Nesta janela do tempo
Neste palco da vida...
Neste espaço
Há idas e vindas.
Atores reais vivendo neste tempo!
A vida real do dia a dia...
Uns são reais e outros representam.
A maioria luta pela sobrevivência...
Outros acumulam riquezas indevidas!
Os homens heróis do seu tempo...
Salvam vidas! Fazem o bem!
Eles são anjos da guarda, o tempo todo.
Outros não dão a mínima prá vida...
Intoxicados e largados
Vão se destruindo
Jogam a vida na lata do lixo!
Nesta janela do tempo...
Cada um tem tempo de escrever a sua história.
A noite vai chegando...
As cortinas se fechando...
É tempo de balanço.
É tempo de limpar as gavetas.
Arrumar o coração!
Recuperar as energias...
Sonhar com novos dias!
Implorar para a deusa esperança.
Renovar as nossas crenças...
E acreditar no novo ano.

Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…

Bem Vindo 2019!

Nesta janela do tempo
Um ano vai e outro vem
Espero ansiosa e desejosa
Quero felicidade para mim
E para ti também!
Que toda a paz e toda a luz
Inunde o planeta terra
Trazendo o amor e união
Que cessem as guerras...
Que haja solidariedade e pão!
Que haja um novo tempo...
De bonança e gratidão
Que no Brasil possamos
Viver dias melhores...
De prosperidade e união!
Nesta janela do tempo
Um ano vai e outro vem
Queremos o amor inundando...
Todos os corações!
E quando o céu se iluminar
E os fogos explodirem
Na hora da virada, hora sagrada!
Queremos as energias celestiais
E no abraço e aperto de mão...
Sentimento sincero e desejoso
De um Feliz Ano Novo!
Para todos os irmãos.

Um Feliz 2019 para todos os amigos leitores!

Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…

Poema de Natal

Quando chega dezembro
Eu já me alegro...
Fico contagiada
Pela magia do natal
Vitrines enfeitadas e papai Noel
Gente feliz e animada...

As ruas muito iluminadas
A multidão nas calçadas
Há no ar uma magia sem igual
O sonho de criança...
Há no coração a esperança
É a alegria de natal!

Há nos olhares um brilho
E na alma um hino...
De gratidão ao Deus de amor
Na manjedoura em Belém
Nasceu Jesus o nosso bem
O Messias o nosso Salvador!

Feliz Natal para todos os leitores!


Editt Schimanoski de Jesus

Saiba mais…
CPP