Canção dos ausentes

Canta minha alma! Canta a canção que teu coração compôs com notas marcadas pela angústia que este amor te causou.E que este canto que ora canta a dor dos solitários possa levar seu coração além deste peito onde os vaga- lumes são a única luz que…

Saiba mais…

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Março 20


1) Qual o teu nome completo?

Souza


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

20/03/1961


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

Rio Grande/ RS / Brasil


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Jrs é o pseudonimo de Jussara Rocha Souza, nascida a 20 de março de 1961 na cidade de Canoas. Filha de João Antonio Rocha e Conceição Porto Rocha.Aos 13 anos mudou-se para a cidade de Rio Grande, onde realizou seus estudos em escolas da região.Tendo casado abandonou seus estudos, dedicando-se somente a familia, hoje após muitos anos voltou a se dedicar a escrever que é o que mais ama fazer.Uma iniciante na arte de escrever, mas que busca se aperfeiçoar a cada dia em busca de puder realizar um sonho muito antigo que é trabalhar em prol do que ama ou seja; escrever.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

Geraldo Coelho


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

Sim


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

Sim


10) Está ciente que NÃO DEVE POSTAR mais que 3 (três) Mensagens por dia no Blog Geral?

Sim


11) Caso possua, deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou outro site onde possamos saber mais de você.

http://m.facebook.com/jussara.rochasouza


12) Publique neste espaço, uma Poesia ou texto de tua autoria. (não precisa ser extensa/o)

Descaminhos Nesta estrada que sigo.... Tenho andado muito sozinho, Com o peito deveras apertadinho... Se dores sinto, não digo, Prefiro as do corpo... As d'alma me consomem, Coisas do bicho homem... Fora forte, dentro farrapo, Arranco eu mesmo minhas farpas... Não por ser orgulhoso, Nada tive mais afetuoso... No coração estão minhas marcas, Nos vincos, no meu cabelo branquinho... O porque destes meus descaminhos!


Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 445

Grupos que participo

Barqueiro sonhador

... Barqueiro sonhador ... Um barqueiro sonhador, Que além mar... Sai em busca do seu amor, Faz da lua companheira... Uma canoa encantada, Junto as estrelas luzeiras... Parti ao encontro da amada, Triste, o engano seu... Dentro de longínquo farol, O…

Saiba mais…
CPP