Posts de Lilian Ferraz (43)

A hora do adeus

 
 
 
 
 
 
A hora do adeus

 

Não foi culpa sua e nem minha
caminhos dispersos, mundos controversos 
Causando o arrefecimento
Da chama ardente que outrora havia

Se antes nos perdíamos em paixão 
Hoje nos afundamos na desilusão 
Daqueles arroubos carnais 
Nos distanciamos cada vez mais

Tu és  um peregrino sem destino 
Eu, da solidão, sou um pássaro cativo
Fomos capturados na armadilha do amor
Que uniu ambos em um elo promissor

Nem tudo segue como desejamos
Todo aquele ardor não foi suficiente
Para unir seres tão diferentes
E olha agora, onde estamos!

Ontem ao notar o distanciamento 
Que figurava insistente nos olhos teus
Cai no abismo da real desventura...foi loucura!
Vejo que passou a hora de dizer, Adeus!

 
 
 
 
Lilian Ferraz
Saiba mais…

Vai lá na chuva

 

 

 

Vai lá na chuva
dê um sorriso 
a la verão...
Cuidado com a curva!
Atenção aos respingos
no chão.
Não deixe-se iludir com
o brilho no asfalto 
e levar um escorregão
Vai lá na chuva
Invista sua alma
do espectro do querer
Deixe o dia te provocar
com a úmida desolação
não entristeça não...
Vai lá na chuva,
e seja a sensação
sempre com este
ardente coração!

 

 

 

 

Lilian Ferraz

Saiba mais…

Sorriso

 

 

SORRISO


Dizem que o sorriso envelhece 
sei não...
só sei que sorrindo, das mágoas 
a gente esquece 
sorrir faz rugas e deixa marcas,
será? Pode ser...
mas melhor sorrir 
do que ter os olhos turvos 
e marejados d'aguas.
Sorriso faz bem pra mim
pra ti, pra nós e para todos enfim
O sorriso  
amplifica a energia 
libera serotonina 
o sorriso contamina 
Dizem que o sorriso envelhece 
sei não...só sei que sem sorrir 
a alma acabrunhada e tristonha
envelhece e padece!


 

 

 

 

 

 

Lilian Ferraz

 

 

Saiba mais…

Sem fronteiras

 

 

 

Sem fronteiras

 

Às vezes sou a maciez do linho
O tic- tac das horas a fio
A estrofe de um verso em desalinho
Sou calor, mas não temo o frio

Uma andorinha livre na manhã de verão
Em dias enevoados, faço minha luz
No refrão de uma velha canção
Nas searas onde o verbo me seduz

Nas ondas do meu ser, sou energia
Envolta em momentos de prazer
Visto as cores do querer e da ousadia
O amor preenche todo o meu ser

Absorvo a vida em outros contextos
Não me atenho a um único tema
Sigo versejando a vida com ardor
Pois minh'alma nunca foi pequena

 

 

Lilian Ferraz

 

 

 

 

Saiba mais…

Transcendental

 

 

 

Transcendental


Podes procurar em toda extensão terrena
Entre montes, vales, nas serras
Nos pontos mais altos, nas cordilheiras

Podes vasculhar nos mares em toda sua vastidão
nas águas profundas do oceano
ate sua temerosa escuridão

Podes buscar nas matas, nas cachoeiras
e nas cercanias ao longe, nos desertos
onde os peregrinos beduínos
se perdem nas areias escaldantes

Podes enveredar pela infinita teia volátil
Encontrarás somente  um asterisco
Que não traz em si nennhum significado


Em nenhum lugar encontrará o que tanto está a procurar

Pois a essência de tudo está muito além do seu olhar

 

 

 

 

Lilian Ferraz

Saiba mais…

Sei não...

 

 

 

Sei não...


Mundo todo sem noção
Uns vão na contra mão
outros seguem retos sem olhar o chão
há aqueles que caminham
só por intuição.
No entroncamento haja confusão
direita ou esquerda, soldados sem
comando perdem a visão.
O tolo e o erudito unidos
no tolo prazer de olhar
homens em conflitos.
Ao longe ouvem-se sirenes e apitos

Sei não...
onde se misturou tudo

A loucura e a razão?

 

 

 

 

LIlian Ferraz

Saiba mais…

Apologia

 

 

 

 

Apologia

 

 

Não recusarei
o fel da inconstância
este mesmo que abrasa
meu corpo e veste-me
do escarlate da imperiosa
luxúria.

Disporei meus atos no cadafalso
junto às emoções difusas
sendo acusada por má fé
onde bradam  fartas indignações,
mas sentirei as intensidades
do meu ser.

Nas letras que desposam as ideias
no poema contidas,
serão por vezes mais retintas
ao indicar minha perdição
num mundo tosco e mundano.

Serei errada eu,
ao caminhar por entre vivendas sem
cor, saborear sem mesura 
toda dor, ao buscar fragmentos
de vida?

Nas redes do tempo, não dormirei
todos sonhos belos e perfeitos,
eu, aqui sem culpa, os dispensarei.

Serei eu feliz assim?

Talvez.

 

 

 

Lilian Ferraz

 

 

 

 

Inspirado no belo poema "Ascese"

do poeta E. Rofatto

 

Saiba mais…

Natal

Natal a data da esperança

O símbolo maior de devoção

Cristo nasceu, há salvação

 

Natal a data comercial

Festas e gastanças

Com iguarias e lembranças

 

Natal festa da natividade

Tempo de orar e agradecer

Inspirar a solidariedade

 

Natal, este dia tão festivo

Sozinho, com família ou amigos

Alimente o coração com o altruísmo

 

Neste Natal, seja como for

Deixe a vida mais inspirada

Inspire e exale este divino amor!

Lilian Ferraz

 

Saiba mais…

Musa

Musa

*

*

*

Feminina e delicada

Mulher feiticeira

Dualidade na alma

Frágil e guerreira

*****************

Sua beleza atraí

Tal qual uma flor

Algo nela sobressaí

Exalando puro amor

*******************

Caprichoso pintor

A retratou numa tela

Reluzindo com fulgor

Junto a flor amarela

***********************

Lilian Ferraz

Poesia inspirada na imagem "A mulher e a flor amarela" do grupo Imagens para você, aqui da casa.

Saiba mais…

Canoeiro

Canoeiro 



Lá  vai ele, sozinho ao longe
No arrebol como a procurar
Vida além daqueles montes
Onde a canoa assim o levar 

Segue sem norte ou direção 
Matuto...se põe a sonhar 
Aos céus roga uma oração 
Estrelas passa a contemplar 

Vida insossa que deixou aqui
Através do rio vai dissipando 
Sonhos outros tomou pra si
Estes que agora está buscando 

Lá  vai o canoeiro sem rumo
Adentrando a turva imensidão 
Leva na barca só um resumo
Vida,desencanto e sua solidão 

Na ânsia de decifrar a si mesmo
Nas águas brota fria indagação 
Conseguirá o canoeiro a esmo
Vivenciar sua dourada ilusão?

Lilian Ferraz

Saiba mais…

Assim...

Assim...

 

Uma vez você disse que me amava

E eu acreditei

 

Fizeste promessas várias

Nas quais eu como náufrago, me agarrei

 

Compartilhaste teus sonhos comigo

Nos quais eu intensamente vivenciei

 

Criaste belos poemas de amor

Os quais  no meu coração guardei.

 

Agora, pedes para eu te  esquecer

Isto, eu jamais poderei!

Lilian Ferraz

 

 

 

Saiba mais…

Tatuagem

Tatuagem

 

 

Os amores que se vão,

Deixa no coração uma marca.

Causando na vida uma cisão,

Que só tempo, inclemente, apaga.

 

Sentindo o coração pesar,

Lamentos ecoam a revelia.

Fugidios versos no ar

Criando a mais triste poesia.

 

Como posso o amor olvidar

Vendo em meu corpo a tatuagem?

Carregando consigo a recordação,

Onde outrora éramos um par.

 

Quando a marca for apagada,

No corpo só restará uma cicatriz,

Serei uma mulher libertada,

Contrariando o que o coração diz.

 

Posso dizer com convicção,

À sua imagem estou acorrentada

Pois estás em minh’alma impregnada

Não é livre meu coração...

LILIAN FERRAZ   Março/2017

 

 

Saiba mais…

Estrela do Mar (Rondel)

 

Estrela do Mar



Não tendo o céu para cintilar
Vives sem o brilho fulgurante
Que desponta sob o luar
No olhar de poetas e amantes

És uma estrela apaixonante
Imersa nas águas do mar
Não tendo o céu para cintilar
Vives sem o brilho fulgurante

Nenhum verso a ti reverenciar
Sua geometria tão intrigante
Tens seu reinado em pleno mar
Encantando os navegantes
Não tendo o céu para cintilar

Lilian Ferraz

Saiba mais…

Fonte de Vida

Admirável na sua fluidez

Pela natureza a ti atribuída

Escoa no leito rochoso e íngreme

Na terra já tão condoída...

 

Entre cascalhos e rochas

Vens com pureza altaneira

És fonte de vida dos nômades

E das populações pantaneiras

  

Lá do céu,vê-se sua coloração azul

Nas marés ou placidamente adormecida

Recobre nosso imenso planeta de Norte a Sul

Purifica o corpo e como benção batiza a Vida!

Lilian Ferraz - 07 /02/2017

Saiba mais…

O pássaro canoro

O pássaro canoro

 
 
Em uma certa manhã ensolarada
Pousou na janela um pássaro
De linda plumagem e olhar arguto
A espiar pela vidraça embaçada

Do ambiente sem cor e sem amor
Fazia eu a minha morada
Um esconderijo para minha dor
Então, só tristeza ali pairava
 
Com seu canto cheio de harmonia
Inundou o ambiente de sons
Reverberou em mim sua alegria
Da qual ressentia meu coração
 
Todos os dias o pássaro voltava
E com seu canto mavioso, me alegrava
O sol imperando absoluto lá fora
A vida renascendo em mim, naquelas horas...
 
Hoje em dia o pássaro não vem mais
Certamente encontrou outras paragens
Sinto falta de seu canto, que me trouxe paz
Mudando meu olhar sobre esta paisagem
 
Na varanda onde estou fico a pensar
Será que outro coração ele encontrou?
Onde possa com seu canto ensinar
Que a alegria existe, basta nisto acreditar!

 

 

 

LILIAN FERRAZ
Saiba mais…

Coração Forasteiro

Coração Forasteiro




Parecia tudo lindo e sincero
Custa-me crer que passou
Vieste como um passageiro
Meu coração em ti aportou

Crendo no amor verdadeiro
Uma acalentadora ilusão, vivi
A um coração forasteiro
Meu amor,sem reservas, cedi

Promessas  de amor eu ouvi,
e no auge do ardor desejava
estar eternamente junto a ti

Pois finalmente encontrara

A felicidade que sempre persegui


Tão frágeis são os sonhos
E,tristemente chegou o fim
Naquele dia de Ano Bom
A tristeza pairava em mim

Sem conhecer seu destino
Por ti muito chorei... lamentei
Um coração livre e peregrino
Todos diziam, só então constatei!

A inconstância do seu ser
Cortou a fina linha que nos unia
Sobrou fragmentos e pesar
de um amor que agora é só ruínas!

 

Lilian Ferraz

Saiba mais…

Fantasia

Fantasia (Rondel)

 

Quero viver uma fantasia
Deixar fluir a imaginação
Adentrar o mundo da magia
Não menosprezar a emoção
 
 
Sem nenhuma preocupação
Na chuva dançar com alegria
Quero viver uma fantasia
Deixar fluir a imaginação
 
 
Disseminar muita alegria
Falar mais alto o coração
Fazendo no meu dia a dia
Uma grande comemoração
Quero viver uma fantasia

Saiba mais…

Prenúncio

PRENÚNCIO

 

Em tons de dourado vem o dia

No peito doce emoção flutua

Eu tal como criança em euforia

Que a felicidade ingenuamente cultua

 

Vejo-me envolvida em doces pensamentos

De promessas do encontro a se realizar

A vida assim adquire tons alegre e festivo

Nunca pensei ser capaz assim de amar...

 

As horas passam, não sinto o pesar do tempo.

As sensações do amor me encontram assim

Fluem suaves e convidativas a todo o momento

 

Anseio a noite para em seus braços me aninhar

E vivenciar este amor que encontrei, enfim.

O dia anuncia, docemente, o quão sublime é amar!

Lilian Ferraz

 

Saiba mais…

FELIZ NATAL

Natal 

Tempo de  renovar

Tempo de renascer

Tempo de repensar

A vida em sua magnitude

Nossas tolas atitudes

Fazer valer nossas virtudes

Momento de esperança

Que vença a temperança

Para vivermos em bonança

Uma emoção

Uma oração

Em gratidão

Desejo a todos da Casa um Feliz Natal e um Ano Novo de muitas vitórias,sorte e sucesso.

Boas Festas!!!

Lílian Ferraz

Saiba mais…
CPP