Meu Blog

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Abril 13


1) Qual o teu nome completo?

Maria Iraci Leal


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

13 de Abril de 1947


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

Porto Alegre


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Muito simples, muito extrovertida, muito sincera e amorosa...


Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 1547

Grupos que participo

Minhas Discussões

Falando da poesia... Poemas MIL

Falando da poesia... É na voz do vento que clama, qual folha caída vou sem rumo,viajando por aqui e acola! Ah, do nada surge a chama,lampejo na mente, um lume,libertador dos anseios da alma.Voando nas sensações do mundo,para sorver da vida e das…

Saiba mais…

Na morada dos sentimentos...

Na morada dos sentimentos... A luz imensa que se derrama sobre as plagas, penetra o solo dos corações desnudos, puros, do homem que não se perde e completa a sua saga! Nos caminhos de Deus segue o seu rumo, abre as suas asas e como pássaro,   viaja…

Saiba mais…

O livro da vida...

O livro da vida... É no andar da roda viva que o homem se motiva, em estradas perigosas e mares revoltos, superando as ‘invernadas’ do destino, deixando para trás o horto... Através das vivências escreve seu livro, segue o destino buscando um ponto…

Saiba mais…

Ah, como eu queria... Poemas MIL

Ah, como eu queria... Ah, como eu queria, muito mais sol e mais luas,mais amor na história do mundo,noites iluminadas e a magiade viver em paz, sem agonias! Ah, como eu queria,que a vida fosse diferente,não houvesse tanta violência,os homens não…

Saiba mais…

Oh pierrô...

Oh pierrô... Uma rosa sem companhia, ansiosa espera em tuas mãos! Oh pierrô, pierrô, a tua sina é amar a bela colombina, que se apaixona pelo arlequim! De longe se ouve o grito, a dor do coração, chegar ao fim da noite sem  sua diva, que preferiu um…

Saiba mais…

Uma canção para a morte...

Uma canção para a morte... Quando em mim o silêncio e a lágrima forem mais fortes, eu sem risos e rimas,abandonado tenha a doçura da vida,peço a ti uma canção para minh’ alma,um poema que cale a dor e a mágoa,cure todas minhas feridas! E voltarei…

Saiba mais…

Da luxúria e do amor...

Da luxúria e do amor... Ao amor confesso, conhecer no beco das ilusões, mil fantasias, desejos inconfessos; Desde o toque sutil que arrepia, incandesce mente e corpo, coloca o animal no cio, ás fúrias da urgência louca! Mas de tanto amar na…

Saiba mais…

Autor em tela

CPP