Meu Blog

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Novembro 6


1) Qual o teu nome completo?

Marize Rodrigues dos Santos - Pseudonimo Marize Rodrigues Ukwakusima


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

06/11/1961


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

São Paulo Brasil


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Sou mulher,sou mãe de 4 filhos,divorciada.Trabalho como Auxiliar de Enfermagem,no período noturno,gosto de escrever,tenho participado de grupos de poesias,via internet,há quase 2 anos.Assino meus poemas e crônicas como Marize Rodrigues Ukwakusima,por fazer parte de um grupo de poetas de Angola,que usa esse nome,que na língua Umbundo significa"O Pensador" ou "Aquele que Pensa". Até o momento só tenho 14 poemas de minha autoria publicados em uma Antologia Poética,Premium V, Poesias & Textos.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

Fui convidada por Edith Lobato a fazer parte dessa Casa.


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

Concordo


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

Concordo


11) Deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou outro site onde possamos saber mais de você.

http://www.facebook.com/marize.rodrigues2


Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 897

Grupos que participo

Minhas Discussões

EU AINDA TE AMO

Eu ainda te amoO tempo não cessa a sua eterna campanhaCorre acelerado olhando o quê se perdeCaminha silencioso em volta do quê se ganhaE nós vivemos a escolher,o quê se guardeO tempo viu nosso amor nascerE como era lindo,cheio de esperançaE passou…

Saiba mais…

Ainda Choro

Ainda ChoroO meu amor por ti.alheio a velocidade da vida Não via do fim oculto,os indícios E a terra girava,trazendo as novas estações Foi quando notei em teus gestos fictícios Que havia feito do teu coração a casa errada Diante do silêncio do amor…

Saiba mais…

Autor em tela

CPP