Minhas Atividades

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Os comentários estão fechados.

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Maio 26


1) Qual o teu nome completo?

Murilo Antonio Kuhl Pereira


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

26/05


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

Limeira


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Murilo Antonio Kühl Pereira Dados pessoais Idade: 17 anos Estado civil: Solteiro Rua Brasil, 462, Boa Vista, Limeira, São Paulo, Brasil Telefones: Contato - (19) 9 89865737 Recado – (19) 9 91926309 E-mail: mukuhl16314@hotmail.com Educação acadêmica Técnico de enfermagem e Ensino médio, Colégio Técnico de Limeira-Unicamp, 2018 Experiência -Artista plástico de obras óleo sobre tela na Galeria Licia Simoneti Cursos de aperfeiçoamento -Estudante autônomo de peças eruditas para piano -Curso de cultura chinesa, Instituto Confúcio Informações relevantes -Inglês: nível intermediário -Mandarim: nível básico -Latim: nível básico


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?

Edvaldo Rofatto


8) Está ciente que poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

Sim


9) Concorda em participar e interagir conforme puder, com outros membros nas atividades da Casa?

Sim


11) Está ciente que NÃO DEVE POSTAR mais que 2 (dois) postagem por dia no Blog Geral?

Sim


12) Caso possua, deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou de outro site onde possamos saber mais de você.

https://www.facebook.com/murilo.antoniokuhlpereira


13) Publique neste espaço, uma poesia ou texto de sua autoria (que não seja muito extensa).

Soneto aOs futuros mancebos padecentes Ser velho é ter, em si, grisalhos colegas; A juventude é ter, em si, ilusões cegas. Contudo, existe uma metade Par’além da infância Como d’antes da senilidade, Na qual do futuro se tem ânsia, E não se lamuria pel’antiguidade. Um momento belo de paz em abundância Em qualquer vida que se diga profunda. Alcançá-lo-á, apenas, quem não cometeu a besteira De entregar-se a uma existência imunda, Aqueles desgostosos d’ação festeira Os quais querem na primeira parte da vida, a segunda, E na segunda parte da vida, a primeira.


Profile Style - Long Answer - Codigos Ning - Não Responda esta Questão -

13486104


CPP