Meu Blog

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Fevereiro 27


1) Qual o teu nome completo?

Olavo de Souza Nascimento


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

27/02/1942


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

Rio de Janeiro


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Formado em Administração de Empresas, aposentado, casado há 49 anos, três filhos, dois netos, amante de esportes e literatura. Escrevo sem compromissos desde a juventude, mas somente nos últimos anos resolvi publicar meus escritos. Minha obra está exposta no Recanto das Letras como Poeta Olavo e também no meu blog www.blogolavonascimento.blogspot.com.br. Meus trabalhos são bem versáteis através de poesias, crônicas, contos, mensagens, pensamentos, incluindo o romance "OS PERCALÇOS DE UMA CONQUISTA" em XXI Capítulos, além de textos curtos como trovas, aldravias, poetrix's etc. Estou finalizando um artigo sobre "AMOR E SEXO" em parceria com outra autora para edição em livro oportunamente.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

EDITH LOBATO


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

CONCORDO E DEVE SER ASSIM


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

CONCORDO PLENAMENTE


10) Está ciente que NÃO DEVE POSTAR mais que 3 (três) Mensagens por dia no Blog Geral?

CONCORDO


11) Deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou outro site onde possamos saber mais de você.

http://recantodasletras.com.br


12) Publique neste espaço, uma Poesia ou texto de tua autoria. (não precisa ser extensa/o)

Eternidade (Trova) "A MINHA VIDA VAI MAIS ALÉM E NUNCA TERÁ UM FIM, ENQUANTO EXISTIR ALGUÉM, QUE LEMBRE UM POUCO DE MIM." ------------------------------------------------ AMOR AQUECIDO (Soneto) - por Olavo Nascimento Sentados diante da lareira, Que aquece o nosso ninho, A gente curtia boa maneira, De sorver taças de vinho. Aquele ambiente acolhedor, Encontrou os nossos beijos, Abrindo asas para um amor, Alimentar os seus desejos. Toques com mãos aquecidas, Provocaram nossos arrepios, Que não chegaram pelo frio. Nossas peles bem incontidas, Se entregaram ao bel-prazer, Que veio pra mim e pra você. ===============================================


Profile Style - Long Answer - Codigos Ning - Não Responda esta Questão -

20730-010


Minhas fotos

Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 663

Grupos que participo

Minhas Discussões

Autor em tela

CPP