MIMOS

Gestores

Bancando o Idoso da Casa dos Poetas...

*** *** *** ***
Bancando o Idoso da Casa dos Poetas...
*** *** ***
No Banco das Tardes de Maria - há uma fera
lendo u'a Poesia desta: "A doce espera"
Enquanto nos ares de Dolores, em mils prosas
perfumavam o ambiente "As Três Rosas"
.
Talvez não seja rosa e seja Eu-Dalia que se faça
as Poesias que enfeitam o "Banco da Praça"
sem cerimônias e enfeitadas por Boechat o foro
onde cada sentimento sofre com o "Choro"
.
Se até as Poesias são ZZen para abrir portas
resguardando todos os Poetas das "Horas Mortas"
Afinal ao mês de Junho a Marso alegrias cabem
pois tudo indica "O que eles não sabem"
.
Até um Poeta Feliz pode se tornar rancoroso
com o peso da Idade sendo um "PoetIdoso"
Afinal como diz Castro do inicio ao fim
Na velhice o Poeta sente o "Presidio de Mim"
.
Qual os Antigos de Israel em suas essências
na velhice se acumularão as "Reminiscências"
Se no Relicário de Ilario, a bem da verdade
aos Idosos restará sempre a sua "Saudade"
.
No entanto segundo u'a Angel diz coo coração:
- Cuidado Poeta - procure fugir da "Solidão"
Valença nos ensina, que para curar nossa dor,
existe a "Solidão que precisa de amor..."
.
Lobato nos MOSTRA que na Selva do Asfalto
As "Vozes do Silêncio" falam mais alto!!!
*** * ***
Homenageando aos Talentosos Poetas Participantes do Evento
onde os Textos entre Aspas (" ") são as suas Poesias!
*** *** *** ***

*** *** *** ***

jcas

jcas

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Gestores

"Vamos disseminar as Sementinhas de Amor pelas Estradas de nossas vidas!"

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    Que lindo, menino Zeca! Adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!

This reply was deleted.

Sobre

Ainda que vivendo "um dia de cada dia", acabamos, muitos de nós, a não perceber que o Mundo Gira... O relógio do tempo não para... E assim, pela correria do dia-a-dia, deixamos de brincar com os Filhos que crescem...

Deixamos de dizer aos Avós, Pais, Filhos, Netos, Amigos, Semelhantes outros o quanto dependemos uns dos outros... Que vivemos em função da existência do outro...

E... Nos esquecemos de Homenagea-los, seja com u'a singela Flor (a qualquer dia, e não apenas em seus Nívers)... - Seja com um "Alô - CVV = Como Vai Você! - Seja com um Mimo por mais singelo, em forma de Poesia.

É neste sentido, que este Blog - sem cronologia de tempo, visa deixar aos Poetas da Casa, Mimos a eles destinados, sem a preocupação da retórica... da semântica... SIM com a preocupação unica e prioritária de dizer de Algum Modo: CVV - TA = Como Vai Você - Te Amo!!!

CPP - Todos Nós

(( em constructo ))

SSOQA

SSOQA (construindo...)

CPP