Inspirações

C.P.P.

C.P.P.
3518359668?profile=RESIZE_710x

C.P.P.

Há pouco cheguei!
No turbilhão da angústia e do medo
Em que minh’alma sufocava
Qual mar fustigado pela ressaca,
Oprimia-me o peito e o coração teimava:
- Detenha-te. Aqui a tristeza se aplaca
E empresta ao viver novo enredo!

Então aportei!
Me aconcheguei, ainda tímido, contido,
Cedendo ao instinto, como mera passagem
Por esse ancoradouro literário,
A ver se na poesia me socorria a coragem,
Se deixava de suspirar, solitário,
Se dava à vida novo sentido!

E fiquei!
Agora, ante a solidão ou inquietude
Nesse meio poético supero o lamento;
Me acalmo. Fecho os olhos, me sinto pleno,
Louvo ao firmamento, à brisa, ao vento
Ao entardecer, à noite, ao sereno,
Fico grato. É deste grupo a virtude!

Pedro Avellar
03/09/2019


 
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Pedro Avellar

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP