Inspirações

Descobri

Descobri

Seguirei tentando não lembrar
que um dia te amei, me amaste também.
E, se em alguma esquina me encontrar
desvie o olhar, faça de mim desdém.

Não estranhe se eu não te encarar.
É que meu coração não te esqueceu,
demonstro na face ainda te amar.
Tenha certeza, aínda o sinto, meu.

O tempo pode passar, ciclos virão.
Teu beijo ardente queima em mim.
Sinto nas noites em que a solidão
me abraça doendo, vejo o meu fim.

O que combinamo ao separar
foi então, que meu erro descobri.
Naquele momento sem pensar
Quão seria difícil viver sem ti!
Márcia A Mancebo
30/05/19

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Adm

    Os caminhos que a exitência trilha nem sempre são os corretos.

    Aplausos pelo poema, Marcia.

    • Obrigada Edith.  Bjsss

  • Obrigada querida Safiraaaaa!!!! Amei Bjs

  • Agradeço de coração a quem fez essa bela arte.  Eu adorei!!!!  

    Bjos

    • A arte é da Safira, Márcia.

  • Muito bela poesia. Um adeus é sempre difícil. Mais uma vez felicidades mil. 

    • Obrigada querida Norma. Bjsss

  • 127822388?profile=RESIZE_710x

    • Obrigada pelo Destaque, Marsoalex!  Bjs

This reply was deleted.
CPP