Meus sonetos e uma viola

Meus sonetos e uma viola 

 

Em versos e prosa hospedei meus sonetos

Apresentei sem modéstias minhas emoções

Retificados e lapidados na ponta do lápis

Semeei meus sonhos sem restrições.

================================ 

Em brilhantes canções minha viola acompanha

Dentre os mais perfeitos versos da alma

Salpico com veemência a soletrar

Dos meus e dos seus anos a recordar.

 ==========================

Minha alma sem regras precisas

Contabiliza-se em versos contemporâneos

Num passado, futuro e presente idôneo.

 =============================

A alma é um sentimento automático sem restrições

Nunca nos mandam recados quando bate coração

Simplesmente flui de forma ética, sólida e sincera.

Selda Kalil

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Cumprimentos pelo seu ambiente poético e, sua composição está o máximo.

  • Gestores Adm

    Bonito poema, Selda.

    Parabéns pela composição.

  • Gestores

    lindissimo Selda e então essa musica acompanhar, foi excelente

    Beijinhos

  • Teus poema são algo único que nos tocam profundamente

This reply was deleted.
CPP