Inspirações

O Pássaro e o Vento

Por tantas vezes estive aqui
Nesta mesma posição
Taça suada
Lágrimas do vinho

Por tantas noites pousaste no peito
Por tantas madrugadas
Levaste promessas de vida em
Asas cansadas

O vinho já não é tão doce
Risca a boca
Já não sei se pousará de novo
Campos tórridos, terra infértil

De certo existam outros
Você merece voar
De encontro aos sonhos
Aqueles que a vida ainda não sublimou

Enquanto estiver voando
Por tantas vezes estarei aqui
Nesta mesma posição
Terra ressecada .marcada
Pelo batom de seus lábios

Mas se o vento aqui soprar
Trazendo meu nome em seu chorar
Não haverá nada nesse mundo
Que me impeça de te achar
Porque assim é a música que sei cantar
Sim! Eu ainda saberei voar

Não há rio que atravesse
Não há montanha que caminhe
Não há palavra que não se cale
Não há espírito que não se curve

Enquanto não chega o vento
Estarei aqui
Na mesma posição
Peito aberto esperando que pouse
Terra molhada, campos verdes
Rolha seca sobre a mesa

Sopra o vento em algum lugar.

Deus nos abençoe

Carlos Correa

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores Adm

    3607282?profile=RESIZE_710x

    • Te agradeço Edth, de coração, pela atenção que aqui dedica. Fica com Deus. Obrigado!

  • Gestores

    50668168?profile=RESIZE_710x

    • Obrigado pelas atenciosas palavras e pelo cuidadoso cartão, fica com Deus.

  • Estupenda Poesia de Excelência e a medida que seguimos na leitura , só belas surpresas nas belas metáforas.

    ""Não há rio que atravesse
    Não há montanha que caminhe
    Não há palavra que não se cale
    Não há espírito que não se curve"""

    Estrófe cheias de esperanças

    parabéns Poeta pela obra

    antonio

     

    • Olá Antonio...te agradeço de coração pelas palavras. Fica com Deus

This reply was deleted.
CPP