Inspirações

O PAPEL E EU.

O PAPEL E EU.

Pé ante pé observo o papel descansando...
...De relance o Papel olha para mim.
Penso: _Serei eu a ré, ('maldita'), ou ele o réu?
Esse inusitado duelo terá um fim? Quem há de saber....

Disfarçadamente puxo a cadeira, me acomodo.
Ele está por mim candidamente apaixonando.
Vê em meu coração um mar de paixão, nos olhos
Tempestuosos vê amores nunca compartilhados,
Solitário!
Conclui: _Vive num sentir sorumbático.

Escrevo Nele umas rimas; caçoo do conhecido amor,
Das horas que devora faminta a madrugada cheia de horror...
Da minha solidão que agonia a encher meu peito de pavor,
Da estrelinha que brilha sem seu deslumbrante fulgor.

Ele; como por encanto descreve as delícias do amor.
Diz ser o Amor: _Um sonho a se viver,
Um doce mel do prazer... A paz num amanhecer....
A razão da mais terna emoção...
Adoça a alma, alivia qualquer coração.
Extasio ao ver o Papel expor:
''Te amo meu amor''.

Luly Diniz.
13/09/18

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Luly Diniz

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Adm

    Que belo momento de parceria.

    Aplausos Luly.

    • Obrigada Edtht por vir dar seu comentário,

      beijinhos de luz na sua alma.

      Feliz semana!!!

      Luly

  • Parabéns pela inspiração, Luly! Esplêndido!

    • Acredeço de coração por vir comentar, para é mim importante ter sua opinião,

      beijos e o desejo de uma semana cheia de paz e harmonia,

      Luly,

      126388201?profile=original

  • Brilhante Inspiração... Parabéns!

    • Obrigada Alcebias, prazer ter seu comentário,

      feliz semana,

      Luly

      126387733?profile=original

    • Obrigada Alcebias, prazer ter seu comentário,

      feliz semana,

      Luly

      126387733?profile=original

This reply was deleted.
CPP