O tempo

O tempo

O tempo

O tempo é passageiro.

Perdemos-o quando deixamos algo pra depois,

ele é traiçoeiro.

Enquanto ficamos tristes,

doentes, abatidos

ele passa, corre,

Voa...

E nós nem percebemos.

Dizem que o tempo é remédio pra algumas coisas.

Mas como algo tão incerto pode ser solução?

Não dá pra contar com o tempo.

Enquanto esperamos que ele resolva nossos problemas,

o perdemos lentamente.

E quando nos dermos conta disso

parecerá tarde demais.

O tempo parecerá insuficiente, limitado.

Talvez VOCÊ só perceba a rapidez do tempo

ao olhar para um espelho e ver seu reflexo.

Um reflexo desconhecido,

Cansado, frágil e debilitado.

Nesse exato momento lágrimas escorrerão em sinal de pesar.

Olhará em seus olhos e não verá mais aquele brilho de outrora.

Olhará para as rugas e não se lembrará de quando elas surgiram.

Procurará ao seu redor e não encontrará mais aquela bela jovem que a tão pouco tempo você era.

Não lembrará das coisas com perfeição

E se perguntará o que houve.

O tempo te olhará cinicamente

e com um sorriso na boca entreaberta dirá:

“Eu passei. Te venci...”

 

Talvez você lamente por não tê-lo aproveitado.

Porque o tempo.

Ah! O tempo voa!

E ele vive em constante corrida contra você.

Mas se ele ainda não chegou ao fim

significa que você ainda tem chance de alcançá-lo,

de reconciliar-se e aproveitar o que ainda resta do percurso.

 

O tempo é tão efêmero quanto nossa breve passagem de vida neste mundo.

Eu até diria que tempo e vida são sinônimos.

Ambos são desperdiçados,

ambos se vão sem nem percebermos.

Mas pensando bem,

não poderiam ser sinônimos se são interdependentes.

Um sinônimo não depende de outro.

Mas a vida depende do tempo e o tempo depende da vida.

Um não existe sem o outro.

A vida é o tempo e o tempo é a vida.

Não desperdice-o.

Ele é uma jóia rara e se vai sem aviso prévio.

Sem explicações ou despedidas.

O tempo não te dá outra chance.

Ou você vive agora ou o perde.

Não o perca!

Corra mais rápido que ele!

Segure-o firme!

Tome posse dele!

Ele te pertence.

Olhem-se nos olhos,

façam as pazes,

sejam aliados.

Caminhem juntos,

aproveitem tudo que puderem.

Porque o tempo voa...

E uma hora ele chegará ao topo e te ultrapassará.

Mas se vocês forem amigos

chegarão juntos ao fim da jornada

e terão a certeza de que fizeram uma ótima corrida.

 

Aproveite o tempo que lhe resta.

 
                                           Nascimento, J., 2020

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    3648922446?profile=RESIZE_400x

  • Um Maravilhoso Poema filosófico de inflexões acerca do tempo....Ele é todo seu.....e, agora público...

    Me permita: " O tempo passa na gente tão de repente" Esta frase escrevi em um poema que não me lembro agora,

    Belas inflexões temporâneas

    Parabéns por mais esta obra de Excelência, Poetisa Joyce

    abraço de Antonio

  • Concordo plenamente: " O tempo e a vida são sinonimo" E,nós, via de regra, disperdiçamos os dois.

    Parabens pela abordagem dificil do tema.

    Poema marcante, sem dúvida.

     

    1 ab

This reply was deleted.
CPP