Quebra de silencio

Quebra de silencio

estou morando no meu apartamento,e estou trabalhando num restaurante chic,faço todos tipos de comida,sou chef.e me lembro nitidamente que fui viajar para os estados unidos, e trabalhei 4 meses e fiquei conhecendo um homem que sempre frequentava o restaurante,fui convidado para ir visitalo, e assim aconteceu,ele é um senhor aposentado e me mostrou diversos tipos de venenos, e uma coisa interessante tem veneno que não tem cheiro e nem gosto,mas mesmo assim este homem consegue saber se tem veneno na comida ou na bebida,ele fez questão de me ensinar tudo o que aprendeu.e eu tentei ensinar ele a cozinhar varios tipos de comidas, mas ele confessou, eu sei sentar na cadeira e comer, rimos e voltei para nosso pais.o restaurante estava cheio,mas todos eram com reservas marcadas,me lembro que o garçon me pediu para servir a mesa 06, eu faço a comida,mas eu não sirvo a comida, mas pela insistencia do meu colega de trabalho, servi a mesa,06.estava um casal bem arrumado,sorrindo,servi a mesa,depois de uns minutos uma gritaria,éra a mulher na mesa 06.foi chamado a policia,fizeram os procedimentos,constataram que o homem estava morto,isolaram a mesa e os peritos examinaram tudo.saiu no laudo que a bebida continha veneno,e todos do restaurantes foram intimados para depor na delegacia.eu antes da policia chegar,analisei a comida e percebi que estava tudo bem.mas quando examinei a bebida percebi que tinha veneno, e nisso a policia entra no restaurante.a mulher da mesa 06 era a minha ex mulher,fomos casados por dois anos,mas não deu certo e divorciamos.na verdade ela pediu o divórcio.eu a amava muito.e a policia chegou a conclusão ou ela colocou o veneno, ou eu, porque na camêra  as filmagens mostrava ela e seu companheiro, um homem milionário.e mostrava eu servindo.o interrogatório continuou,minha ex mulher não foi presa, e eu fui preso por ter cometido assassinato por envenenamento, por motivo de ciumes .fiquei preso em silencio.mas depois de uns dias meu advogado retornou na prisão e me perguntou, eu não acredito que voce fez isso,mesmo que as cameras provam que foi voce que serviu a mesa.eu me lembrei e disse ao meu advogado,agora estou me lembrando, meu colega de trabalho, o piter,garçon, me pediu para eu servir a mesa naquela noite.meu advogado me falou, vou falar com o promotor e explicar este detalhes que voce me falou, e assim foi feito,o piter foi chamado novamente,e não teve jeito confessou que tava de olho na minha ex mulher, e queria se livrar do companheiro dela e de mim, assim mais tarde ele iria tentar consolar ela e até mesmo casar com ela.mas com a minha quebra de silencio,tudo foi resolvido,o piter foi preso, eu fui liberto.fui visitar minha ex mulher,e levei para ela o laudo final provando a minha inocencia.ela me falou eu sabia que voce éra inocente, até declarei isto no inquerito.esta história tem a finalidade de mostrar que todo cuidado é pouco,porque nosso inimigo pode ser denominado na aparencia de nosso amigo.

 

                                                                                                 Davi simas couto

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP