Inspirações

Sem saber

Sem saber...

Incomoda o barulho do relógio.
Faz-me lembrar um tempo quando a aurora
era sublime no viver e, outrora
não conhecia o que era sacrilégio.

Eram momentos lindos deslumbrantes
E sonhando voava pelos ares
vasculhando ao céu, inúmeros lugares
aonde a fantasia era atuante.

Nesse tempo não entender o viver
é naturalidade de criança
onde o instante vem clamar esperança.

E o grito traz ventura e bem viver
sem saber que a tristeza vem um dia
e leva embora da face, a alegria.
Márcia A Mancebo
(15-05-19)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • A formatação é Belíssima, assim como também as palavras.

    Parabéns! Destacado!

    Aplausos!

    • Obrigada, Alcebíades.  Realmente a arte é belíssima.

  • Adm

    Bonito soneto, Marcia.

    Belo momento!

    Aplausos!

    • Obrigada,Edith!  Bjs

  • 3619550?profile=RESIZE_710x

    • Obrigada querida.....Vc também.

      Bjs

  • Suas poesias, e a inspiração surgem como gotas de orvalho, e isso é gratificante para o leitor, viajar nas suas inspirações é edificante.

This reply was deleted.
CPP