Inspirações

TANTA ALEGRIA NO MEIO DA SOLIDÃO

Tanta alegria no meio da solidão
Tantos sonhos tantas ilusões
Tanto amor sem ter razões
Tantas flores a desabrochar 
Na luz que me faz amar

Tanta ida sem volta
Tantas histórias mal lidas
Tanto amor que vai e não volta
Tantas perguntas sem respostas

Tantas horas vazias
Nas noites de solidão
Tantas chuvas perdidas
Sem o solo do sertão.

Tanto barulho sem música
Tantas músicas sem melodia
Tanta criança sem mágica
Tanto palhaço na melancolia

Tanta reza sem fé
Tanta fé num olhar de perdão
Tantos homens que se chamam Zé
Que amam e têm paz no coração

Luly Diniz.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Luly Diniz

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Obrigada por me ler e comentar Ricardo Nunes de Sales , prazer ter sua visita.

    Abraço fraternos,

    Luly.

    Ricardo Nunes de Sales
    Onde o amor e a amizade se encontram em poesia
  • Reflexiva e intensa!Parabéns e ótimo versejar!!!Brilhante!

  • Tantas belezas e maestria em teus versos!!! Um deleite de leitura!! Parabéns Luly!!! Encantada!!!

  • E tantos textos bons de serem lidos sem comentários. Tantas Marias sem Joões – e tantos Joões sem Marias- Tanta fé sem igreja – e tanta igreja sem fieis. Seu texto me inspira a dizer tantas, mas eu fico por aqui. Mais uma vez os meus respeitos.

  • Tantos versos a versar, tantas estrofes em emoção a contar, um poema que enamora e nos faz amar. Mil aplausos Poetisa Luly Diniz. Abraço fraterno.

This reply was deleted.
CPP