SOLIDÃO!

SOLIDÃO!

Tem horas que o homem

Fica a procura do seu eu, em seu cavalo,

Vai cavalgante sem destino certo.

Em seu pensamento viaja sem ao menos

Traçar seu destino e assim cavalga por dias e dias

Em seu caminho encontra- se com as mais diferentes situações.

Mais o que importa mesmo e caminhar e caminhar

Deixar para trás tudo o quer esquecer, e assim segue seu caminho.

Sem perceber que há sua frente um grande labirinto

Gigantescas pedras como nunca havia visto.

E homem neste momento para... Olha ao seu redor e percebe

Nada mudou em sua cabeça em seu coração.

Tudo esta como antes... Ai percebeu que não adiante fugir

E sim enfrentar as situações de perto, não e a distancia.

Que vai mudar alguma coisa.

Solidão!

Eudalia Martins

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Maravilha de poema Eudália

    Fui vivenciando cada verso que li.
    E é exatamente isso, não adianta fugir, os problemas estão em nós.
    Não adianta ir mais longe quando se está com a bagagem do coração cheia.
    Só muda o espaço o lugar, mas tudo continua na mesma. Lindo.
    Parabéns pela inspiração.
    Abraços de Veraiz Souza

    • Feliz com seu lindo comentario amiga Veraiz abraço...

  • Gestores

    • Oi Zeca bom te ver aqui obrigada pela presença...

       

  • Gestores Adm

    Fugir não é solução para nada, a menos que seja fugindo de briga, porque aí, pode ter alguma desgraça, então neste caso recuar é melhor.

    Gostei da tua linha de pensamento.

    Parabéns pela interpretação.

  • Gestores

This reply was deleted.
CPP