Pode o amor viver sem sexo?

Sim, ele o cume é da doação
Há inúmeras formas de se amar
É possível se perder neste mar
Para análise, farei uma adoção.
.
Amor, lascividade, mui atração
Neste oceano quero muito remar
Assim, relatar minha ideia aclamar
E com cuidado, com ponderação.
.
Se há amor é natural o desejo
De possuir, entregar-se ao bem querer
O sexo é preciso neste ensejo.
.
Se a união este ato não pedir, requerer
A libido excitante, sim não vejo
Acabou a flama chegou o vil desquerer.
.

ILARIO MOREIRA

.

16/03/2017

 

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Achei muito pertinente o que observei e decodifiquei. 

    • Obrigado, poeta amigo, pela visita e comentário gentil, fico muito grato. Estás sumido, o que aconteceu? Abraços, paz e Luz!!!

  • Poeta filósofo!
    Que poema mais lindo!
    "Pode o amor viver sem sexo? "
    Poder até que pode... mas, definitivamente não deveria!
    Não me referiro apenas ao prazer por prazer, mas à cumplicidade... à troca de energias e de calor... ao enxergar o outro e querer levá - lo ao mais profundo prazer!
    Este sexo, que pode se configurar de maneiras diversas, faz o amor crescer e crescer e crescer...
    Meus efusivos aplausos!
    Abraços carinhosos!
    : )
    • Obrigado, poetisa amiga, pela visita e comentário gentil, fico muito grato. Abraços, paz e Luz!!!

  • Maravilhoso!! Parabéns!!
    • Obrigado, poetisa, fico grato pela visita e comentário gentil. Abraços, paz e Luz!!!

  • Será poeta que uma relação a dois sobrevive sem sexo?  Não é difícil engrossar a lista de casais assexuados, ainda que exista bom relacionamento, comunicação e até intimidade. O que não normal é sepultar o sexo sem motivo aparente. Um bom domingo poeta Ilario.

    • Nobre amigo e poeta, Sam Moreno, talvez seja longa mesma a lista de casais assexuados,  mas eu não acho isto "normal" (o que é ser normal, afinal).

      Em Grego há três formas de se referir ao "amor".

      1 - Eros, é o amor lascivo, que envolve a volúpia, desejo de possuir  o ente amado...

      2 - Philos, é o amor fraternal, entre irmãos, amigos íntimos, pessoas de uma mesma família, etc...

      3 - Ágape, é o amor referido por Jesus na Bíblia, o sacrifício de ter que se tratar o inimigo e o amigo com o mesmo respeito e "afeição"

      Nota-se, desta forma, que os dois (2) primeiros itens, refere-se ao amor enquanto sentimento, mas no terceiro item é o amor enquanto comportamento, como uma forma de se tratar a todos com igualdade e dignidade, para que, assim possamos construir um mundo mais harmônico, mais benéfico a toda a sociedade.

      Partindo deste princípio, particularmente eu acho que o amor "Eros" existente entre o casal, por si só, deixa implícito o sexo, o desejo de possuir, saciar seus desejos carnais e saciar o desejo do seu objeto de desejo...

      Não consigo ver um casamento sem sexo, pois, o sexo é uma necessidade fisiológica e para alcançarmos a plenitude precisamos saciá-la, esta é a minha visão sobre o fato em tela.

      Porém, vale salientar que eu não sou e nem tenho a pretensão de sê-lo, o dono da verdade absoluta. Abraços, paz e Luz!!!

      PS: É muito polêmica esta questão amigo, espero ter me expressado a contento os meus sentimentos.

    • Caro poeta Ilario participei de uma palestra sobre esse tema aqui em Sampa, muitos casais confessaram que, mesmo estando deprimidos com a vida sexual, não estavam preparados para terminar o casamento. Sem o sexo... o deus-nos-acuda conecta-se. O que é que se passa? O que é que mudou? Porque é que ele ou ela já não me quer? O que posso fazer para mudar esta situação? Durante quanto tempo vou conseguir suportar essa situação? É preciso encarar que atração mútua esvaneceu, o toque e os diálogos íntimos são coisas do passado, na verdade alguns se mantém casados pelo desejo de manter a família , outros pela cumplicidade afetiva, outros, ainda, pelo medo de viver só. Fazer Amor acende em mim sensações surpreendentes, uma excitação incontrolável de querer amar a todo momento, rs rs rs. Como é que eu posso ficar sem sexo? Eu confesso não vivo sem sexo! Se não tiver sexo, não tem graça - o orgasmo, por exemplo, é uma das sensações mais íntimas e deleitosas para homens e mulheres. (Parodiando Vinicius de Moraes – os apáticos ao sexo que me perdoem. Mas sexo é constitucional. É preciso. Que exista muito tesão em tudo isso. Eita trem bão, sô!)

    • Quando um casal discute porque não tem sexo é porque o amor não existe. Amar implica entrega corporal, se não existe essa entrega não existe amor, mas não podemos banalizar essa ligação profunda à expressão ´´fazer sexo``. Então e quando o casal não pode ´´fazer sexo`` por uma questão de saúde. Eu e o meu marido já passamos ambos por essa situação duas vezes, durante longos períodos. Uma vez por eu estar doente e outra vez por ele estar doente. Nunca em momento algum deixamo-nos de amar. E continuamos a fazer amor sim, sem esse ´´fazer sexo``. Existe muitas formas das pessoas se encontrarem e terem prazer, mesmo que a relação sexual não se possa concretizar por inteiro. Uma relação entre duas pessoas que se amam verdadeiramente não pode fiicar em perigo porque não existe sexo por um período determinado. Depois quando tudo volta ao normal, o amor sai mais forte, mais vitorioso. Casais que discutem porque não fazem sexo, desculpem, não se amam. Antes de procurar a razão porque não existe sexo entre eles procurem o real sentimento que os une. Desculpem mas é a minha opinião. Só uma pergunta, qual dos presentes aqui gostaria de ser abandonado (a) pelo parceiro (a) por se encontrar num período em que a sua saúde requer certos cuidados e não pode mesmo ´´ fazer sexo``? A minha melhor amiga foi abandonada pelo marido, que até à altura dizia amá-la muito, quando ficou grávida ( por vontade dele) e durante toda a gravidez não podia fazer sexo, devido à fragilidade do útero. Ele abandonou-a durante a gravidez e arranjou uma outra mulher. Isso é amor? Eles ja estavam casados Há 18 anos, já tinham um outro filho com 12 anos. Entao ele teve aqueles anos todos com ela apenas porque ela podia fazer sexo?  Eu vivo feliz, não por ter um homem, mas um  ser humano ao meu lado que não me olha nem trata apenas como fêmea. Coisa que eu também nunca autorizaria. Mas não preciso usar do meu direito de mulher ou ser humano; tudo acontece com naturalidade. Uma boa semana para todos.

This reply was deleted.
CPP