Poesias

Gestores

Visita do AMOR

*** *** *** ***
O VISITANTE
*** * ***
José e Maria é um casal tal qual tantos de outras Maria's e de José's. Vivendo em u'a casa modestamente rica, atravessam no momento, turbulências próprias dos ciclos das Vidas.
.
É Noite. Alguém toda a campainha da Casa. O Casal vai junto abrir a porta, para ver quem é e o que deseja. A tênue luZ da entrada, revela o perfil de alguém, mas não distingue a face.
.
- Boa Noite - dizem em conjunto - José e Maria. O que o Senhor deseja?
.
Ao que o Visitante responde:
.
- Boa Noite! Meu desejo é amenizar a dor de vocês...
.
José e Maria se entreolham. Maria diz: - Como pode saber se temos dor, seja ela qual for? E José complementa: - E se sabes de nossa dor, quem te contou? - Argumenta.
.
- Sim - eu sei de tua dor - ou melhor - das dores de seus Filhos, de suas Famílias, e de todas as suas lamentações, bem como de seus louvores.
.
- E como pode saber disso - argui Maria - se por cautela, por privacidade ou medo, isso é um nosso segredo?
.
- Para mim, não há segredos, torno em coragem os medos, em forças todas as fraquezas, como em certas as incertezas.
.
José agora intervém: - Pelo que dizes então - tens pra tudo a solução - quem sabe até para a paixão!
.
- Sim, não nego - por ser verdade - não só soluciono isso tudo (e a paixão), como sou até mesmo o Dono da Felicidade.
.
Maria e José se alteram, e perguntam a uma só voz: - Se retire de nossa Casa, nunca ouvimos tanta demência. Mas... Antes, só u'a coisinha - Nos diga seu nome - por favor!
.
Sorrindo O Visitante diz: - O meu Nome é AMOR!!!
*** * ***
by: ZKFeliz - gaDs!

*** *** *** ***

k

Z

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Gestores

"Vamos disseminar as Sementinhas de Amor pelas Estradas de nossas vidas!"

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

CPP