Dimensão paradisíaca

São liberdade os pássaros do céu
são pátria sua os seus voos de amor
enchendo as florestas de cânticos alegres
em reverência ao criador

São violinos os sons do vento
nas árvores vestidas de folhas
que se fazem jardins no firmamento

Dimensão paradisíaca
onde tudo é certo,
onde o nada é completo

Serei parte desse mundo puro
se não me fizer preguiça
no leito do esquecimento,
pois há portas que se abrem,
que me ascendem a espírito,
entre os jardins dos céus
e os violinos do vento.

Fernanda R-Mesquita

 

 

 

 

 

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Gestores

    (...)

    entre os jardins dos céus
    e os violinos do vento.

    (...)

    Ah... Querida Poeta Menina do Canadá (e PT) Fernanda Mesquita...

    - Você nos transportou em um redemoinho de emoções levados pelos Ventos...

    Ventos do Amor!!!

    CALOROSOS APLAUSOS!!! (Saudades de Ti)!!!

    gaDs

    • Muito, muito obrigada pelo seu comentário Zeca. Abraço, abraço.

  • Gestores

    Paradisíaco e maravilhoso poema! Meeus aplausos!

  • Gestores

    713524582?profile=RESIZE_930x

  • Lindoooooooooooo! Muito lindo!

    Meus mais sinceros aplausos! Amei profundamente!

    Quero pra mim... Onde eu assino?

    Beijos!

    Nina

    • Grata Nina pelo seu apreço. Um abraço e o resto de uma boa semana.

This reply was deleted.
CPP