ESPADA EM PUNHO

ESPADA EM PUNHO

Desde que me entendo por gente tento
Esconder minha dor... Meu tormento...
Cicatrizes que estão escondidas por traz
De um sorriso forçado, onde lagrimas caem
Submergindo meu pobre coração.

Decidi parar de lamentar e vestir uma armadura,
Esquecer toda e qualquer dor que me fez sofrer.
Vou usar minha espada com punho de ferro,
Com o coração abarrotado de esperanças.

Vou lutar batalhas que pensam estarem vencidas.
O mal vem de um mundo que perdeu a fé no amor,
Que vive correndo atrás de bens materiais esquecendo
Que a verdadeira felicidade está na simplicidade de ser.

Retirarei da bainha minha espada reluzente para defender
Os valores que estão sendo banidos a favor da liberalidade
Excessiva que está arruinado os conceitos da boa ética,
Nesse luta esquecerei minhas dores, sorrirei certa da vitória.

Luly Diniz.
31/07/18.

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

    • Grata pelo lindo comentário em figurinha, 

      beijos no coração,

      Luly

    • Obrigada pela visita, e por seu comentárioTânia.

      Beijos no coração,

      Luly

This reply was deleted.
CPP