poema (6)

Saudade Eterna

719399?profile=original

Ah, como eram belos os poemas que tu me escrevias 
Meus olhos se enchiam de lágrimas a cada verso que eu lia
Sempre com muito carinho e dedicação
O amor que tu me tinhas nunca foi uma ilusão


Escrevias com dom divino e tamanha maestria
Tocava o cor

Saiba mais…
19 respostas · Respondido por Jilmar Santos 9 de Jan de 2017

Névoas

718963?profile=originalNévoas

Seguimos pela névoa da tarde dolente,

mais uma de solidão,

a brisa e eu a cantar,

mas não ouves a nossa canção

que é para ti somente,

um carinho, como em fiapos de luz,

clareando os teus caminhos

para suavemente

o teu coração

tocar

Saiba mais…
12 respostas · Respondido por Nieves Merino Guerra 4 de Ago de 2016
CPP