Poetando

 

 

´´ O homem quer o barco
o barco quer o mar
o mar quer a onda
a onda quer brincar.
O mar aventureiro
faz a corte à ilha
mas a ilha quer o farol
que de noite briha.
O farol aprumadinho
vive a sonhar
com a sereia que ama
a rebeldia do mar.
A noite procura o pintor
o pintor pinta-lhe um farol
o farol atrai o poeta
que o descreve como um sol. ``

Poeta atrevido brincando com segredos
onde o sonho é terra de bela vida
navegando por emoções, preso à poesia;
canoa de estrelas, de liberdade vestida!

Fernanda R. Mesquita

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

This reply was deleted.
CPP