Estações do amor

Corpo em dança cativante, conquistadora
olhar dócil e meigo
forte, robusta, decidida, superior ...
fé, oração para entrega à natureza do amor

mundo escuro para a bondade
horizonte frio, espelho do homem
perdão para em seu leito deitar
saudade de um tempo lembrado

silenciosos passos, feliz em seu mundo
indecisa visão, medo de falar
calado, sentindo o cheiro de flores
prazer livre que a natureza desperta

alheio ao desejo oportuno
passiva no trabalho que alimenta seu dia
linda, formosa, cores que a deixa sóbria
oração que faz a confiança de ser mãe
mãe de todos os homens, o amor à natureza.

Autoria: José Hilton Rosa

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Muito bela poesia. A natureza é o nosso lar, somos parte dela. Aplausos mil

    • Obrigado Norma! 

       

This reply was deleted.
CPP