Gestores

PriZioneiro das Letras

  3412771364?profile=RESIZE_710x    

       PriZioneiro das Letras...

E  u pensava ser mesmo um Poet
S  em que nada me contrariasse
C  ansei d'elogiar-me mui feliz
R  ealizado pelo dom que recebido
A  té que meus olhos se abriram
V  i então o quanto me enganei
A  gora o que sou nem mesmo sei

D  everei continuar m'enganando?
A  Poesia me responde: Até quando?

E  m reflexoes do orgulho me despi
S  emi nu então totalmente me vi
C  o'a carapuça enfiada na cabeça
R  acional eu me dizia: a dor meça
 I  luminado pela santa ignorância
T  ateei voando em alta distância
A  ltaneiro, co'a minha jactância

Q  ue será de mim, sem a escrita?
U  ma vez para mim é mui bendita
E  u imito e não sou o que imita

L  entamente levantei desse torpor
 I  nsensível ora me vi um 'inodor'
B  em altivo mudei o frio em calor
E  nalteci o perfume e a bela flor
R  i feliz, me dando o certo valor
T  imidamente resolvi então compor
A  olhar-me, dizendo: - Sou Amor!!!

 

       07082019 - 15:16PMBR - gaDs***
*** Intuída para participar do Evento Poesia sobre
     Tema da C P P - Casa dos Poetas e da Poesia
*** * ***

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Gestores

    Como sempre nos encantando com teu versar!

    Parabéns Zeka querido!!!

  • Zeka! Não se pense poeta, vocë é, perdido no amor das letras.

    Parabens por isto e pelo niver que já passou.

    3414918365?profile=RESIZE_710x

  • Muito belo! Puro encantamento. Aplausos mil, poeta Zeca

  • Fascinante! 3413945654?profile=RESIZE_710x

  • Gestores

    3412808283?profile=RESIZE_710x

This reply was deleted.
CPP