Posts de Desouza Santos (13)

Classificar por

Odes a você (Parte 2)

"Eu recito nas pautas

o acorde melancólico,

minhas notas tristes

revelam o poeta bucólico.

Entre os prazeres e a dor,

perco-me sem diretrizes.

És tu a minha melodia

que roubou minhas raízes.

Já não sustento o sorriso,

tampouco, a alegria,

o desfastio é infeliz

e o desprazer é euforia."

 

(Desouza Santos)

Saiba mais…

Odes a você (Parte 1)

"Como faminto te anseio

sobre o meu corpo pedinte,

saboreando-me com afinco

e transbordando requintes.

Ludibria-me com tanta perfeição

que este frágil moribundo

cedeu ao seu amor excêntrico,

perdendo-se neste mundo.

A ti canto, ninfa minha,

esta Ode à misteriosa

que deu-me bárbaros motivos

para sentir a paixão impetuosa."

 

(Desouza Santos)

Saiba mais…

SEM SABER AMAR!

Sem Saber amar

Em minhas veias correm ansiedades que

serpenteiam em meu corpo frágil,

e todas as minhas fantasias te desejam

ferozmente nesta alma tão volátil.

O que dizer desta insanidade,

se para amar eu sou completamente inábil?

DESOUZA SANTOS

Saiba mais…

Ruas vazias...

Ruas vazias

"Ruas vazias, sob o luar me encanta...

Eis minha lua, tão nua, como eu queria (ao seu lado rimar).

Debaixo de suas sombras, vou eu a vagar (bem sozinho) minha vida recitar".

Saiba mais…
CPP