Posts de Luly Diniz (195)

SENSAÇÕES.... TANTAS!

SENSAÇOES... TANTAS!!!

Meu ser é tomado de encafifas sensações quando
penso em estar nos teus braços num nó perfeito.
Estremeço ao sonhar em ter teus lábios tomando os
meus num louco desejo de me ter, de me amar...
Descubro em mim perturbadoras sensações ao desejar
que me hajas nas transpirações do ato de fazer amor.
Apressa-te em possuir o que conquistou com poemas,
toma para te meu corpo pequeno, dócil, maleável, pronto!
Faz dele a morada do teu prazer, do teu êxtase, a fonte
que extinguirá tua solidão nas noites de luar quando
o vento assovia músicas imaginárias de paixão.
Hoje preciso do teu abraço amigo, do teu abraço de
amor-amante, do abraço que irá acolher meu coração.
...Mas viveu tão pouco em mim, nem deu tempo de me dar....

Luly Diniz.
06/06/19.

Saiba mais…

Cutucada que ensina.

Sabem quando estamos quietos e vem alguém

de cutucar com vara curta, como quem quer

sacudir uma casa de abelha mexendo no que

está quieto.... Primeiro vem aquele ódio irrefreável,

Depois vem a vontade de chorar sem parar

Seguindo de uma calmaria dada pela vazão

do choro, mas logo a seguir vem a paz,

paz dada por Deus, e essa paz nos faz refletir

em como somos frágeis por nos deixar abalar

por quem é apenas um ser insignificante perante

a grandeza de tudo que nos rodeia...

Temos a beleza do nascer e pôr do sol, a gloriosa

Entrada do luar se espelhando nas águas do mar,

é tudo tão maravilhoso que a cutucada nada mais

é do menos que um cisco no olho que retiramos

 sem que deixe sequelas.

Então, mais uma vez compreendemos então que

tudo tem a hora certa para acontecer,

e que o tempo não faz esquecer,

mas ajuda-nos a sermos mais precavidos,

desconfiados, cada dia é uma lição a ser

aprendida, bom estar vivo para poder

aprender a sair das armadilhas do mundo.

Boa Tarde, feliz e abençoado fim de semana.

 

Luly Diniz.

01/06/19.

Saiba mais…

AMAR COM INTENSIDADE

Gostaria de amar e ser amada
em todos os aspectos que a palavra
amor significa, um amor pleno, supremo,
tão grande que para caber dentro do peito
teria que expandi-lo num infinito inspirar.
Gostaria de amar sem precisar sangrar por
um amor ausente estando presente.
É com o amor que desfilamos risos e
sorrisos gratuitamente, é quando percebemos
No olhar do ser amado o brilho do sol num
dia nublado que dá até para sentir cheiro de
terra molhada, não tenho tempo para dar
tempo ao tempo ou deixar que brinquem
de esconde-esconde comigo.
Tipo: _Ata ou desata.
A simplória complexidade da vida não permite
que se fique jogando palavras ao vento.
Chorar por amor não faz mais parte do meu ser.
O ritmo da solidão é um acorde perfeito
quando é outorgado pela maturidade.

Luly Diniz.
31/05/19.

Resultado de imagem para PLENA SOLIDÃO

Saiba mais…

ABRACE-SE

Não tenha medo de sonhar.
A vida tem altos, baixos, declives,
Esquinas e paralelas que jamais irão
se encontrar, mas vale a pena sonhar
ter esperança, crer em dias melhores.
Sorria de você, perdoe seus erros
Dê um grande abraço em si mesmo
Respire com leveza sorria com
extravagância.
Para cada dor há uma cura, para cada
Lágrimas que cai haverá mil motivos
Para sorrir... Inúmeros!
Aprecie o nascer do sol, encante-se
Com as cores do arco-íris após a chuva.
Lembre-se que os espinhos da rosa
Em vez de a machucar a protege.
Conviva de boa com as suas dores,
elas vão passar... Se dê a chance de ser feliz.
Só levanta quem cai, só caminha quem um
dia engatinhou.
Esqueça quem se aproveitou da sua boa-fé,
Quem mentiu, enganou, iludiu.
Aguarde que a vida dá o troco, nada fica impune...
Perdoe e seja feliz.

Luly Diniz,
23/05/19.

Saiba mais…

FOI ASSIM....

FOI ASSIM...

Foi assim...
Nossos olhos se cruzaram
Desejei ser o ar que respiras
O sol nascente do teu amanhecer
A lua que ilumina tuas noites
Quis alinhar-me no teu peito,
Mas seu olhar desviou do meu
Virou as costas me deixou ali
Parada no tempo...
...Perdida em pensamentos...
Meu pequeno e frágil coração chorou
Uma lágrima caiu aportou nos meus lábios,
E morreu.

Luly Diniz.

Saiba mais…

MELANCOLIA EM MIM

MELANCOLIA EM MIM.

Hoje acordei com melancolia...
Meu peito dói tanto que me custa respirar...
Queria poder voltar no tempo ou recriá-lo.
Quem sabe poderia ser mais feliz?
Não sei bem o que sinto, mas sei que machuca...
Deixei algo passar, nem mesmo sei o que é...
...Mas algo agita minha alma acelera meu peito...
Algo que não vivi e que queria ter vivido.
Um olhar que deixei passar despercebido...
Uma dança que recusei quiçá do meu verdadeiro amor...
Ou uma viagem onde os sonhos são reais... Quem sabe?
Deixei passar tantas coisas; por medo, insegurança...
Perdi ocasiões que hoje não perderia por nada...
Mas o tempo se foi... Passou como continuará a passar...
Sinto que deixei a vida passar por mim sem vivê-la...
Como ave que não aprendeu a voar sou metade de mim.
Era tantos sonhos coloridos uma aquarela de fantasias...
...Um arco-íris de ilusões.
Hoje tenho saudade do que não vivi.
Ah! Se pudesse mudar ao menos uma vírgula do passado.
Mas não posso... Assim só resta sentir aquela pontinha
de dor pelo tempo perdido que não retrocede jamais.
Você já sentiu isso?

Luly Diniz.

Saiba mais…

Recordar é viver...

Recordar é viver...


Lívia senta ao pé da janela para contempla a lua no céu azul.
Vestida com uma camisola de algodão Lívia se pergunta como alguém pode duvidar
que há um SER todo poderoso que cuida e ama incondicionalmente sua mais perfeita criação (o homem).
É uma noite sem barulhos urbanos, parece que o mundo calou para ver a beleza desta noite idílica.
Ouve-se o farfalhar das folhas dos altos coqueiros, o zumbir dos insetos, e o uivar triste de um lobo solitário.
Serena recosta a cabeça sobre os braços finos e alvos, seus cabelos negros como a noite caem cobrindo parte
do seu rosto de traços perfeitos; a lembrança traz um imperceptível sorrir nos seus lábios carnudos,
há também um leve franzir na testa.
_Numa noite idêntica à está; numa festa de rua conheceu o homem que transformou sua vida para melhor,
seus olhos se tocaram, suas mãos se entrelaçaram num gesto singelo e espontâneo;
começaram a se encontrar diariamente,
até o dia em que ele se joelhou para lhe fazer um formal pedido de casamento.
Hoje a saudade lhe toma o peito, foi também numa noite de luar que Deus levou seu amor para outra morada,
não há revolta no seu rosto, só a dor da bendita saudade, pois tem a certeza que onde quer que ele esteja está
com o pensamento voltado para ela (protegendo-a como prometeu).
Conheceu as doces loucuras do amor, deu e recebeu prazer, amou e foi amada intensamente.
_O silêncio é rompido bruscamente pelo som do velho relógio de parede, ecoam as doze badaladas do fim da noite.
Espanta-se ao perceber que se passaram quatro horas desde que sentou para ver a bela Lua.
Num suspiro profundo despede-se da paisagem que mais parece um quadro pintado por mãos experientes e diz:
_espera por mim meu amor, um dia vamos nos encontrar.
Deita-se abraça o travesseiro para dormir um sono sem sonhos.

Luly Diniz.
06/04/19.

Saiba mais…

VIVER TUDO NUM SÓ INSTNTE

 

Viver tudo num só instante
Ter-te sempre perto de mim
Para poder ver teu semblante
Abrandar esse desejo sem fim.

Saborear o doce dos teus lábios
Refrescar meu corpo em teu suor
Desgarrar feito louca pelos campos
Buscando encontrar teu amor.

Deixar sair o grito do meu silêncio
Agrilhoado no âmago do meu ser
Desejando madrugadoras em cio
Gemendo num suave cantar de padecer
Ansiando saborear o mel do teu prazer.

Luly Diniz.
27/02/19

Saiba mais…

ME DEVOREI

ME DEVOREI.

Hoje me possui ferozmente
Relembrando teus toques...
Minha pele tremula soluçava
Suor doce como mel.
Sussurrei teu nome, pedi teus beijos
Devoradores.
Num surto de prazer escancarei meus
Gemidos para a lua que ciumenta minguou
Seu brilho e chorou.

Luly Diniz.
03/01/19

Saiba mais…

FELIZ NATAL!

__Não quero ser um presente:
Quero estar presente na vida dos
meus amigos (as), em todos os momentos...
Escutar em vez de ouvir, enxergar em vez de olhar
Ser em vez de ter, existir em vez de viver...
Quero crer que a cada dia, a cada natal eu
possa relembrar o natal que passou e ver
o quanto melhorei.
Saber que progredi venci os obstáculos
sem ferir meu semelhante.
. Não por virgulas nas frases, e sim reticências
na esperança de que há algo mais a fazer
e acontecer....


FELIZ NATAL!!!!!

Luly Diniz.
10/12/18.

Saiba mais…

MARIA!!

MARIA!

Num límpido dia de sol a chuva cai.
Acaricia serenamente as flores; a grama.
Suavemente uniu-se a tímida lágrima
Que independente do querer escapa dos olhos.

Caminha carregando: Angústia, dor e medo.
Com passos vacilantes mira a grama madura
Que parece saltitar pelo banho inesperado.
Mesmo na aflição olha a paisagem com ternura.

Segurando coisa alguma abraça seu peito
Como quem tem medo de perder algo precioso.
O vestido branco e fino aperfeiçoa seu corpo esbelto.
Vez por outra engole um soluço alto.

Sentindo a vida iníqua deixa-se cair no chão de argila,
Ainda abraçando-se soluça sem excesso de amargura,
O sol sai forte, caída brilha na grama a rubra pétala
Afrescada pela chuva oportuna; de cura!

A brisa morna trás o sibilar do seu nome: _Maria!
Com o coração aos pulos e olhos de alegria
Volta-se para o caminho percorrido. Pensa sonhar...
Arrisca-se! Corre para seu bem querer encontrar.

Luly Diniz.
29/11/18.

Saiba mais…

ENCANTO-ME... ENCANTA-ME...

 

Encanto-me com a fragilidade das rosas,
Com o som rouco da tua voz ao me chamar,
Com teus beijos a furtar minhas horas,
Quando te acolho nas minhas mornas águas.

Ah! Como meu corpo  amolece ao te pensar...
Como é bom recordar cada detalhe de nós dois,
Teus beijos famintos, teus olhos afetivos a me olhar,
Nossos corpos desarrumando os lençóis.

Encanta-me o soar do meu gemer no teu encaixe firme,
A forma como meu corpo se amolda ao teu.
Sendo eu tão menor que você, tu me cabes...
E, eu sem medo remexo, me encaixo no meu e teu.

Encanto-me com a saliva que em te desliza,
Em ter teu mastro aturado nos lábios entreabertos
A saborear a seiva que pinga, mela, zanza na pele lisa.
Encanta-me te ver querendo sufocar teus berros...
Encanta-me existir dentro dos teus reais sonhos.

Luly Diniz.
16/09/18.

 

Saiba mais…

VEM TER COMIGO...

Vem ser feliz comigo
Vem florir num segundo.
Vem viver no meu abrigo,
Seja também amigo....

Desarme-se! Volta no tempo
Estou a tua espera, sou morada,
Paz, desassossego, tua casa,
A razão que só o coração entende.

Esquece minhas manhas
Serei tua tortura, tua dor de prazer
Entra nas minhas entranhas.
Vem fazer nosso amor acontecer.

Encontre minha alma criança,
Da mulher abuse com vontade.
Vem fazer uma selvagem aliança,
Prova da minha maçã
Dá-me todos os teus ais.

Luly Diniz.
15/09/18.

Saiba mais…

OI! MEU AMOR

Oi! MEU AMOR,

Essa é para você, isso... Pra você meu amor!
Exclusivo para você meu desejo... Minha loucura!
Quero que venha saborear o mel dos meus lábios
Sentir em braile minha pela seda, ver meu pelos
Se arrepiando com o toque dos seus dedos.
Que entenda que não vou entregar a ninguém os beijos
Que guardei para você.
Eles são pra você que é meu sonho, meu sonho de consumo,
O meu desejo ardente.
Sei que me quer tanto quanto te quero...
Acho que me quer ainda mais....
Senti tudo isso no seu toque, na sua voz;
No tremor do seu corpo ao me abraçar.
Tenho a testemunha do luar, das ondas do mar.
Sinto sua falta, falta de ter tua boca engolindo a minha,
De ouvir seus gemidos quando diz que me quer.
Então meu desejo, vem ter comigo para que possa
Te dar o meu prazer.
Quero ver o seu desejo se avolumar por baixo da sua calça.
Vem meu amor, vem me contar como foi seu sofrer enquanto
Estava longe de mim.

Luly Diniz.
15/09/18.

Saiba mais…

O PAPEL E EU.

O PAPEL E EU.

Pé ante pé observo o papel descansando...
...De relance o Papel olha para mim.
Penso: _Serei eu a ré, ('maldita'), ou ele o réu?
Esse inusitado duelo terá um fim? Quem há de saber....

Disfarçadamente puxo a cadeira, me acomodo.
Ele está por mim candidamente apaixonando.
Vê em meu coração um mar de paixão, nos olhos
Tempestuosos vê amores nunca compartilhados,
Solitário!
Conclui: _Vive num sentir sorumbático.

Escrevo Nele umas rimas; caçoo do conhecido amor,
Das horas que devora faminta a madrugada cheia de horror...
Da minha solidão que agonia a encher meu peito de pavor,
Da estrelinha que brilha sem seu deslumbrante fulgor.

Ele; como por encanto descreve as delícias do amor.
Diz ser o Amor: _Um sonho a se viver,
Um doce mel do prazer... A paz num amanhecer....
A razão da mais terna emoção...
Adoça a alma, alivia qualquer coração.
Extasio ao ver o Papel expor:
''Te amo meu amor''.

Luly Diniz.
13/09/18

Saiba mais…

INSISTIR, OU DESISTIR?

INSISTIR OU DESISTIR?

A decepção não mata, nem ensina a viver,
ela é cruel, faz chorar, faz desacreditar no ser
humano, por que vem de todos....
Não importa o quanto você se doou,
não importa o quanto amou, ela chega de
quem menos se espera.
Vem de quem você deu a mão um dia...
Do filho ou filha (a), que roubou horas de sono,
do marido que passou anos e anos amando.
A decepção dá pausa nos sonhos, azeda a vida,
faz reavaliar se vale a pena viver; se vale a pena
dar mais uma chance as pessoas.
A decepção tem a capacidade de abrir um
poço sem fundo, com paredes lisas, e escorregadias.
E; não me diga que a vida é assim.
Pode-se viver bem com todos, a vida é simples,
viver é simples... amar é tudo!
Ter o prudência, que onde termina o seu limite,
começa o do seu chegado, já seria um bom
princípio; se pôr na pele uns dos outros é
uma maneira sensata de não magoar
indiscriminadamente, como estouro de uma
boiada sem rumo que pisoteia que estiver à frente.
Enfim...
Creio que nunca vou estar pronta para
receber as pancadas das pessoas, vou sempre sofrer,
chorar e repensar se vale a pena viver num mundo
onde a maioria das pessoas pensam nos seus umbigos.
E que se dane o resto....

Luly Diniz.
02/09/18.

Saiba mais…

UM BILHETE NUNCA ENTREGUE

UM BILHETE NUNCA ENTREGUE.

Triste... Como pôde!
Depois de tantos tempo me colocar
num canto como um sapato velho???
Sei que já não tenho as curvas perfeitas,
mas sinto o meu amor crescer a cada ano que
passamos juntos, vejo tuas rugas ao redor dos seus olhos,
mas isso só me faz te amar mais e mais...
Por que está me esquecendo?!
Vejo teus olhos astutos seguir as meninas que
podem ser tuas filhas.
Meu amor! Não se deixe deslumbrar pelas coxas malhadas,
pelos seios com silicone, tudo tão falso...
Volta para quem te ama, para quem te aceitará mesmo
quando as nossas conversas forem as lembranças do
tempo em que a juventude era nossa aliada.
Sabe... Sou a mesma menina que te encantou.
Minha alma é jovem, meu coração está repleto de amor por ti,
por nossa vida.
Vamos fazer nossa hora acontecer, viver de bem com os anos,
de bem com a vida.
A idade chega para todos, cedo ou tarde a jovem que cobiças
vai envelhecer, vai fazer o que?
Sinto... Será só um homem velho e solitário...
Triste... Que pena!!
Um dia fui seu céu, seu mar....

Luly Diniz.
22/08/18

Saiba mais…

EU, TÃO SÓ

EU, TÃO SÓ….

E lá estava eu, sem rotas
Eu ali, tão só... Em gotas...
Na garganta um nó
Nas costas poeira e pó
Sem lenço... Em gotas...
…Sem encanto, sem canto...
Em gotas... Só... Sem acalanto....
Com vivas lembranças mortas...
Em gotas... Sem riso... Só lamento,
Tragado pelo frio vento.
Em gotas... Num mundo sem portas.
Alma triste... Mãos soltas...
Em gotas fiz infelizes poesias,
Poemas negros, umas bruxarias...
Em pleno estado de anestesia.
Joguei nas vias nebulosas, escuras...
Era dia das bruxas.... Meu dia!

Luly Diniz.
01/08/18

Saiba mais…
CPP