Poesias

Aprisionado nesse mundo sólido de desilusão

À tarde  si  vai me deixando aqui, aquele silêncio escoado pelos ventos.

Noites vazias sem você, madrugadas que grita os tormentos

Os minutos são expoentes de minhas lágrimas, estes tristes momentos

Dentro de mim uma insana solidão, você si foi sem explicação.

Amo-te! Chora o meu coração

 

As coisas que aconteciam comigo, fugiram, meus sentimentos não agiram

A felicidade já não habita mais o meu sou

Aprisionado nesse mundo sólido de desilusão eu estou

Uma dor que entra pelos olhos, meu sorriso de existir deixou

 

Na minha face já o desequilíbrio de tanto chorar

Um  amor que si foi, me abandonou, não  mais me amou

Vivo o desconhecido, estou na vida com um mendigo.

Com a amargura eu convivo, não sou mais ativo

Algo esta sobre o meu eu, meu sentido de viver morreu

Em mim essa instabilidade, resta somente a saudade

Autor: José Carlos Ribeiro

02/04/2017

 

 

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e das Poesias.

Join Casa dos Poetas e das Poesias

Comentários

  • Dói até sangrar...

     Todos vivemos isso alguma vez...

     Mas deixar ligada nossa alegria, vida e felicidade a outra pessoa é inssano, nada saudável.

     Se sofre demais, a decepção, o shock, é demais...

    Mas com o tempo tudo se esclaresce e nos damos conta de que talvez foi o melhor, ainda rasgue a alma tanta saudade, incomprenssão..

    e Isse POR QUÉ sem resposta.

    Só resta aceitar e continuar adiante, guardando com zelo as boas lembranças, as marcas que deixaram em nossas vidas, e abençõar 

    Sempre agardecer por ter vivido uam experiencia de amor, ainda não fosse bem correspondido.

     Tudo é bom.

     Magnífico poema onde a trsiteza faz moradía e fala ... 

    Parabéns.

     Uma honra lîr vocè.

     Abraços 

  • Parabéns, poeta, poema lindo, cheio de saudade... Abraços, paz e Luz!!!

  • Bela poesia, repleta de sentimentos, aplausos poeta.
    Abraços
  • Belíssima construção poética nobre poeta José Carlos Ribeiros. Aplausos mil pela excelente partilha. Bom domingo em família!

  • Belo momento poético e acompanhado pelo rei Roberto

    Abraço fraterno

    FC

  • Adm

    Você nos adéqua momentos inspiradores em suas composições.

  • Adm

    A saudade só tem dois caminhos. Um é suave, outro é pedregoso, mas, qualquer um deles, é poético. Lindo! Bjs

  • Canto dorido, mas em nome tudo amor tudo é válido! Saudações!

  • Poeta José Carlos, as vezes a saudade traz maravilhosas lembranças, outras vezes dói. Abraços.

This reply was deleted.
CPP