Poesias

Assim...

Assim...

 

Uma vez você disse que me amava

E eu acreditei

 

Fizeste promessas várias

Nas quais eu como náufrago, me agarrei

 

Compartilhaste teus sonhos comigo

Nos quais eu intensamente vivenciei

 

Criaste belos poemas de amor

Os quais  no meu coração guardei.

 

Agora, pedes para eu te  esquecer

Isto, eu jamais poderei!

Lilian Ferraz

 

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Lilian Ferraz

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • É de uma delicadeza tão marcante que, de pronto, percebe-se a mão (e o coração) de uma mulher a se manifestar como poeta de grande sensibilidade!

    Cada verso, Lilian, aflora nesse poema como uma pétala!

    • Fico agraciada com sua maravilhosa visita. Receba meu carinhoso abraço, caro poeta

  • Gostei muito Lilian! A paz.

    • Muito grata caro amigo.Abraços

  • Sua aptidão seduz- eu desejo que continue assim indefinidamente.

    • Obrigada, Sam. Abraços

This reply was deleted.
CPP