Poesias

E chega o outono...

Resultado de imagem para quaresmeiras roxas

E chega o outono...

 

Absorta nos meus pensamentos difusos

Olho em volta e observo a paisagem

São sentimentos que renascem confusos

Ao ver a Quaresmeira no meu imaginário

Abrir-se no seu colorido numa bela imagem!

 

Uma saudade pungente acelera meu coração

O verão despede-se sem preparar o terreno

Para receber nostalgicamente essa estação

Para muitos de cores vermelhas e amarelas

Que se despede num suspiro, do sol moreno!

 

É a vida refazendo-se, mudando o prisma

Da exuberância das flores em harmonia

Que ofertam às almas carentes o seu carisma

Num panorama de olhares tristes, tisnados

Pela luz que se esvai, aos poucos, sem sincronia!

 

Ah! Dias de primavera se dissolveram ao vento

E o verão queimou as fantasias mais coloridas

Chega o outono lentamente amarelando o tempo

Reativando sonhos embalados na memória

Quais Quaresmeiras nas suas pujanças híbridas!

 

Mena Azevedo

 

 

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Mena Azevedo

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Muito obrigada, poeta Elisabete! Bjs.

  • Sensacional poetizar, versos de realeza e magia. Um despertar amarelo para a estação do Outono que se inicia. Aplausos Mil nobre poetisa Mena Azevedo Leite. Boa noite!

  • Querida Marso, muito obrigada pela visita amável! Bjs.

  • Obrigada, poeta Eduardo! Abraço.

  • Acho que já utilizei todos os elogios que conheço para exaltar os seus escritos, mas nunca irá faltar os meus PARABÉNS amiga Mena. Riquíssima obra, como sempre. A paz.

  • Oh! Sam, muito obrigada! Bjs.

  • Querida Márcia, muito obrigada! Bjs.

  • Obrigada, poeta José Carlos! Bjs.

  • Banho-me na poesia que deslisam dos teus versos. Espetacular! Bjs

  • Tem o carisma da concepção literária nas veias.

This reply was deleted.
CPP