A busca

A busca


Venha o momento é agora.

As devoradas horas não me esperam,

Não mais lhe posso esperar.

Ei de andar por outras bandas ... das quais

não saberei o que há por mim...

mas, há no peito a certeza de voltar e se

meu amigo amiga sejas , deixa-me passar.

Se um dia o sol se por em purpurina blindando

a notícia minha perdida na estrada

deixas-me em paz contigo.

mas se por ventura não desejar que eu volte,

assim como dose do mel

farei pingar o doce amargo do coração no pensamento.

Lucas Hêrique

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Lucas Hêrique

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP