Guerreiro de ilusão.

 

Sou um guerreiro deste mundo

Um gladiador do meu destino

Em trilhas que reluz no meu coração de menino

Nas minhas batalhas que travo

Como guerreiro da minha própria sorte

Esqueço-me da minha própria vida

 Vou encarando a minha própria morte

 

Entre tempestades e vontades

 Da conquista e da vitória

Derramo o meu próprio sangue

 Para escrever a minha própria historia

Sou um guerreiro por dentro de mim

Prisioneiro da minha ilusão por não desistir

Sigo lutando, enfrentando a minha batalha pela vida

 Que certamente não terminará aqui

   Hilton Rubens

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP