3754650087?profile=RESIZE_710x

Minhas Atividade

Marsoalex replied to Edith Lobato's discussion Oficina I - Desafio Poético sobre palavras aleatórias in Desafio Poético
""
Mar 3
Marsoalex e Elzana Kátia Lima Mattos Ferrei agora são amigos
Mar 1
Marsoalex replied to Edith Lobato's discussion II Oficina de poema que não tem fim - CPP in Poema que não tem fim
""
Fev 24
Marsoalex replied to Edith Lobato's discussion Oficina I - Desafio Poético sobre palavras aleatórias in Desafio Poético
""
Fev 24
Marsoalex replied to Edith Lobato's discussion I Oficina de Rondel sobre mote in Estilos poéticos diversos
""
Fev 20
Marsoalex replied to Edith Lobato's discussion I Oficina de Rondó simples sobre um estribilho in Estilos poéticos diversos
""
Fev 20
Marsoalex replied to Edith Lobato's discussion I Oficina de Rondó simples sobre um estribilho in Estilos poéticos diversos
"Próximo estribilho:Depois de tudo"
Fev 20
Marsoalex replied to Edith Lobato's discussion I Oficina de Rondó simples sobre um estribilho in Estilos poéticos diversos
"Momento eterno.
Siga em frente, encare a solidão Que existe ao longo da estrada Não espere que alguém lhe dê a mão E nem que cuidem de sua jornada.
Aprenda a fazer a distinção Entre o que presta e o que não vale nada Use a consciência e a razão E fa…"
Fev 20
Marsoalex replied to Edith Lobato's discussion I Oficina de Rondó simples sobre um estribilho in Estilos poéticos diversos
""
Fev 20
Marsoalex atualizou a foto do perfil
Fev 20
Marsoalex atualizou a foto do perfil
Fev 20
Marsoalex atualizou a foto do perfil
Fev 20
Marsoalex atualizou a foto do perfil
Fev 20
Marsoalex atualizou a foto do perfil
Fev 20
Marsoalex replied to Edith Lobato's discussion Oficina I - Desafio Poético sobre palavras aleatórias in Desafio Poético
"Palavras em tela:Surdina, urgente, pestanejar, esgueirando"
Fev 20
Marsoalex replied to Edith Lobato's discussion Oficina I - Desafio Poético sobre palavras aleatórias in Desafio Poético
""
Fev 20
Mais…

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Dezembro 29


1) Qual o teu nome completo?

Maria do Socorro Alexandria


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

29 de dezembro de 1950


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

Rio das Ostras - RJ


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Sou psicóloga, casada, mãe de cinco filhos, avó de oito netos, amante da poesia.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

Eu


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

Sim


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

Sim


10) Fique ciente que NÃO DEVE POSTAR mais que 3 (três) Mensagens por dia no Blog Geral?

Sim


11) Caso possua, deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou de qualquer outro site onde possamos saber mais de você.

http://masol


12) Publique neste espaço, um pequeno texto, que considere poético. Pode ser inspirado na hora. Não precisa que seja algo que tenha sido publicado. De certo modo: TODOS somos Poetas!

Eu sou pura poesia


Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 569130
Publicaçoes
Recebido:
4 de Set de 2018
Comentario
Recebido:
4 de Set de 2018
Fórum
Recebido:
2 de Out de 2019
Imagens
Recebido:
2 de Out de 2019
Recebido:
9 de Fev de 2020
Gestores

ENTRE TSUNAMIS E CALMARIAS

        Entre tsunamis e calmarias. Neste mundo de furtivas alquimias De autênticos momentos enganadores E de muitas ingênuas alegrias De tristezas de mãos dada com os amores, São confusas as trilhas e os sinais De um caos fugaz, impertinente…

Saiba mais…
Gestores

COADJUVANTE

Coadjuvante. Não venha me dizer que o poeta é um fingidor Que é o mesmo que dizer que o poeta mente Porque quando ele fala de sua alegria, de sua dor, Ele está falando, exatamente, do que sente. Fingir não é, com certeza, um ato do poeta! Quando ele…

Saiba mais…
CPP