Gestores

Tema

 

Nos dias floridos dos  meus sonhos

Regras

1.Os poemas criados aqui, devem ser postados dentro da oficina e nunca como discussão separada.

2065392?profile=RESIZE_710x

2.Todos os membros podem participar.

2065392?profile=RESIZE_710x

3.Todos os poemas, aqui criados, podem ser postados em seus blogs pessoais.

2065392?profile=RESIZE_710x

A prática serve para aperfeiçoar o aprendizado.

2065392?profile=RESIZE_710x

Sejam bem vindos e boas composições!

2065392?profile=RESIZE_710x

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Sonhos pueris

     

    Eu, cachinhos anelados, pequenina

    Brincava com meu irmãozinho

    Lá no quintal, num lugar qualquer

    Nas cercanias de um vilarejo 

    Na lavoura e horta o papai trabalhava

    Mamãe, prestimosa, a cuidar do lar

    E a nós, crianças, nos cabia, sonhar e brincar 

    Eu fantasiava que era um gigante

    Meu irmãozinho, um comandante, um general.

    E nessas fantasias, o mundo a gente descobria

    O mau a gente com valentia, combatíamos.

    E com penhor, sem saber o que era este valor

    Imaginávamos uma vida salutar, abundante

    Em que tudo era belo, certo e tinha sentido

    Os dias eram festivos em nossa imaginação

    Sonhos pueris, floridos e criativos

    Que na infância ficaram para sempre selados

    Trazendo a nós, hoje adultos, reticentes

    Um pouco da magia de sonhos deixados ao léu

    Num rico e fantasioso passado.

     

    Lilian Ferraz

    27/01/2020

     

     

     

  • Resultado de imagem para imagens google de flores

    Sonhos tão bons

     

    Tenho que sonhar

    Para minha vida continuar

    Preciso da motivação

    Que alegra minha alma

    Sem sonhos a vida finda

    Não há como saber viver

    Minha alma precisa florir

    Sonhar me faz tão bem

    A alma fica leve, solta

    Pois assim me preencho

    Com pequenas realizações

    Formando o meu jardim

    Do fundo de meu coração

    A motivação para viver

    A esperança que alenta

    Desejos de ser feliz

    E espalhar alegria

    Espalhar a empatia

     

    imagem pinterest- 11/01/2020

    Norma Ap Silveira de Moraes

     

  • Gestores

    Casulo de asas.

    Quando a juventude entra em destilação na vida
    Os sonhos são paisagens ricas em fantasia
    O que escapa ao pensamento refratário
    É substância alada que aproveita
    As asas da imaginação para voar e voar...

    Era assim nos dias floridos dos meus sonhos
    Quando a pele era o pergaminho
    Onde a vida escrevia a minha história de desejos
    História que eu ainda não sabia ler...

    Eu era um redemoinho em casulo de asas
    Um espesso conteúdo num recipiente transparente
    Ou, resumo de vertigem num cálice
    Que a inocência oferecia
    Sem saber do amargo da vida.

    Ninguém percebia um sopro dentro queimando
    Floração do desejo que incendeia
    Abrindo as comportas do cio
    Desaguando num rio de desejos
    Tendo como bussola um coração
    Obstinado, sem âncoras
    Onde as emoções davam direção a vida.

    Marsoalex – 08/01/2020

     

This reply was deleted.
CPP