Minhas Atividade

JoséCarlos Ribeiro commented on JoséCarlos Ribeiro's blog post Pensamento que não te esquece
"Saudações poestiza e obrigada sempre pelos lindos comentários, beijos meus"
Abr 10
JoséCarlos Ribeiro commented on JoséCarlos Ribeiro's blog post Pensamento que não te esquece
"meua agradecimentos pelos lindos comentários em meus poemas
 "
Abr 10
JoséCarlos Ribeiro posted a blog post
 Esse amor que em nós se estabeleceuTeus sorriso me comoveuTeus olhos me envolveram, o amor aconteceu De um jeito sem esperar  meu coração se apaixonouMinha alma se cativou São encantos que provém dos sentimentosEu e você nos traduzimos um para outr…
Abr 10
JoséCarlos Ribeiro commented on Marcia Aparecida Mancebo's blog post Lentamente está morrendo...
"Uma triste poesia que o lementeo do amos se traduz plenamente"
Abr 10
JoséCarlos Ribeiro commented on Marcia Aparecida Mancebo's blog post Decisão
"Exsitem aqueles  inatantes da vida que temos que ir de econtro com a felicidade, belo poema"
Abr 10
JoséCarlos Ribeiro commented on gonçalvesdelima beneditocglima's blog post ODE À MULHER
"Encantado com esse beleza de poema, maravilha"
Abr 10
JoséCarlos Ribeiro commented on Marcia Aparecida Mancebo's blog post Como estrela cadente
"Que poema maravilhoso, decanta o amor"
Abr 10
JoséCarlos Ribeiro commented on Sirlanio jorge Dias gomes's blog post O amor é amor
"A esse amor comovente que nos tocam plenamente, belo"
Abr 10
JoséCarlos Ribeiro commented on Paulo Sérgio Rosseto's blog post ESCOLHA
"Belo poema, encanto"
Abr 10
JoséCarlos Ribeiro commented on Luly Diniz's blog post Recordar é viver...
"Um testo leve onde o amor grita sua essências"
Abr 10
JoséCarlos Ribeiro commented on Marta Biscoli's blog post Ah, pobre coração!
"Um coração que grita o desvaneio onde a dor do amor se sussurra em amargura"
Abr 10
JoséCarlos Ribeiro commented on Eudalia Alves Martins's blog post FOLHAS DO PASSADO!
"Lindamente poeetizado,belo poema"
Abr 10
JoséCarlos Ribeiro posted a blog post
  Busco-lhe nesse universo onde o tempo se faz Minha imaginação lhe procuraEm instantes imagino-a de um jeito que teu olhar me senteMeu olhos reluz por estar te amando Se faz aquele elo, entre os sentimentos Vivemos esse amor incomfundivel Um silên…
Abr 9
JoséCarlos Ribeiro commented on Ciducha's blog post Intimidade
"Uma delicia de poema. Os beijos é o momentos que nos aproxima mais dos desejos, que encanto"
Abr 9
JoséCarlos Ribeiro commented on Lilian Ferraz's blog post Amor quântico
"Amor que truduz aquele tudo em nossas vidas, poema maravilhoso"
Abr 9
JoséCarlos Ribeiro commented on Eudalia Alves Martins's blog post PENSAMENTO!
"Divino encanto"
Abr 9
Mais…

Meu Blog

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Dezembro 29


1) Qual o teu nome completo?

José Carlos Ribeiro


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

29/12/1963


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

Pindamonhangaba


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

Sou uma pessoa de família, o respeito para mim é fundamental para um ótimo relacionamento. Adoro escrever, ler , fazer amizades


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

internet


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

sim


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

sim


10) Está ciente que NÃO DEVE POSTAR mais que 3 (três) Mensagens por dia no Blog Geral?

sim


11) Deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou outro site onde possamos saber mais de você.

http://não tenho


12) Publique neste espaço, uma Poesia ou texto de tua autoria. (não precisa ser extensa/o)

Somente quem ama pode ouvir o silêncio do Cadê aquele todo, eu irei lhe falar, portanto existem coisas Instantes vindo do teu olhar que me tocou intensamente Os teus olhos me tocaram naqueles lugares onde nem as palavras e os sentidos tocam Pra lhe falar muitas vezes, tenho que ouvir você dizendo coisas de amor As portas se abrem para os ventos que batem em nossos lábios pedindo os beijos Se dialogamos nas tardes enquanto chega a noite onde a flores nasce das madrugadas O céu com as janelas das nuvens toda aberta, para as chuvas entrarem Abrasivo sol que despertam de si lindas cores se iluminam Caminho sobre as águas, aquelas sombras a procura do leito Algo se grita entre pensamentos, levando as imaginações a tomar as ações Sentidos se falam quando se encontram naquele lindo amar Eu posso lhe falar, eu amo para entender o amor Somente o amor entende as lágrimas que são choradas com emoção Eu loucamente te amo de paixão Somente quem ama pode ouvir o silêncio do coração De onde o nosso amor nasceu Sinto as batidas do teu Autor: martisns 13/12/2016 José Carlos Ribeiro imagens google Leia mais: https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=317357 © Luso-Poemas Universo de solidão O homem também chora As lágrimas alivia aqueles momentos só Dentro desse mundo Aquele universo de solidão Nossos corpos se sentem isolado Ecos silenciam-se numa escuridão, esta nos olhos Ela me abandonou, assim eu estou Sentidos ainda procuram o seu amor O meu ser sente essa terrível dor Minha alma não é mais amada Ela encontra-se desamparada 07/09/2016 Autor: martisns José Carlos Ribeiro Leia mais: https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=313907 © Luso-Poemas


Minhas fotos

Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 29790

Grupos que participo

Minhas Discussões

Uma saudade chora dentro de mim

Olhar que se aldeia dos sentidos      Uma saudade chora dentro em mim          Meus olhos sentem algo parece o fim            Amo-a onde esta você, a quero sim            Pela vida vou andando,  como um candango                  Minhas lágrimas…

Saiba mais…

Dias de um futuro esquecido

Acolhe me destino, onde esta ti que me abandonou      De ontem nascerá outro dia aquarela para nossas vértices        Vendo o tempo, ele  passou de um jeito que traduz o senso               Aquela manta aluvio que a juventude me oferecia…

Saiba mais…

Autor em tela

CPP