Poesias

LAÇOS

 

Ela chegou. Um pequeno olhar

Misterioso, meio confuso.

Olhou para cima e para baixo

Um pequeno gesto com a cabeça.

Seus olhos brilhavam como um diamante.

Poderia ver o branco de uma paz.

Sentou-se à beira da passarela

Onde circulavam veículos, caminhões.

Um pássaro aproximou-se de sua sombra.

Um pequeno inseto ali pousava...

O voo rasante da ave

Saindo com o inseto no bico.

Via-se o sorriso nos lábios da Senhora

Uma dama, uma perfeita madama

Com um propósito de amar.

Um laço para seu amado

Que a desprezou e a descartou

Uma nobreza, um monumento de mulher.

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

CPP