SOMENTE VIDA

“SOMENTE VIDA”

 

Nos espaços da vida

Conquistei o que pensei

Jamais conseguir

Pois percebi que sou forte

E vulnerável aos princípios.

 

Não lamentei a busca

Numa tentativa mesquinha de me esconder da vida

Pois ela, em toda a sua pujança

Traçou planos para o meu caminhar.

 

Fui infiel, fiel

Carinhoso e mesquinho

Transpus as paredes da inglória

Que tomavam de assalto

Todo o meu ser.

 

Não me retive nas lágrimas

Que toldavam minha visão

Não me fazendo enxergar

Quão fortes eram meus princípios.

 

Aí sim, pude caminhar

Passos lentos, seguros e firmes

Pois o que busquei acabei encontrando

Para nunca mais me separar.

 

18-11-98

 

Júlio Cesar  -  JC BRIDON

 

 

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Seus textos tem o poder de me prender na leitora.

  • Arranjodeflores1destacadobellaobrainspiracion.png?width=721

    • Oi Nieves: Você sempre muito gentil. Obrigado pelos DESTAQUES. Ótimo final de semana. Abraços mil. Júlio

This reply was deleted.
CPP