Gestores

Através do tempo...

.

Aos poucos as marcas se fazem presentes.

.

São testemunhas de dias corridos, de vida que se esvai.

.

Defronte ao espelho, a certeza do presente algoz

que cobra seu preço, que não encontra retorno

se mostra nos vincos profundos da face.

.

Quantas imagens por ali desfilaram? Vaidosas.

Agora resta somente esta figura que definha

sombra rota dos tempos de fama e glória.

.

Maria Angélica de Oliveira - 02/03/18

Indriso sobre Mote: O Espelho (Edith Lobato)

 

Defronte o espelho

Essas marcas, esses sulcos realmente,
Mazelas passadas ao longo da estrada
Da luta enfrentada machucando a gente.
Somente defronte do espelho é mostrada.

Pode se ver todo açoite dos anos
A entrega indevida sem medo de amar.
O choro abafado por vil desengano
Sem ter meios de nada poder mudar.

Nesta hora o que fala mais alto é a razão
Pois, ir pelo mundo sem norte é bobagem
O tempo passou e não ficou ilusão
Somente uma face com tão triste imagem.

Márcia A Mancebo
(22/05/2021)

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Gestores

    Obrigada Márcia querida por este mimo! Ficou simplesmente belíssimo!!!

    • Eu que agradeço você ter permitido.

      Ficou realmente lindo.

      Gostei demais 

      Teremos muitos ainda.

       

       

       

This reply was deleted.
CPP