Gestores Adm

725376?profile=RESIZE_480x480

725398?profile=originalProposta

725398?profile=originalA proposta da oficina é a criação de Indrisos

a partir de um tema proposto.

O tema pode ser um verso, uma palavra, uma frase .

725398?profile=originalRegras

725398?profile=original1. Os indrisos devem ser postados, sempre, dentro da oficina.

2. O tema será deixado, sempre, pelo último participante.

3. A postagem do indriso composto deve ser na caixa principal

que fica logo abaixo da proposta e regras.

4. Todos os membros podem participar.

725398?profile=originalBoas composições!

725398?profile=original

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • MOTE EM TELA.: SEM LUZ

  • Seara da vida

     

    Cada uma tem a sua semente

    Que são os seus conceitos

    Podem ser de luz os preceitos

     

    Cada pessoa planta a sua horta

    Que podem ser bem aromatizadas

    De frescas ervas tão perfumadas

     

    A produção da seara de cada vida

     

    Servirá para ajudar, dar guarida

    (NORMA SILVEIRA MORAES)

    12/09/2020

     

     

  • MOTE EM TELA: VIDA

  • NOVOS TEMPOS

     

    Novos dias vão amanhecendo

    Tanta coisa está acontecendo

    A vida também se transformando

     

    Novos conceitos vamos aprendendo

    Do errado, o certo estão resolvendo

    Assim a vida vai se modificando

     

     A dualidade humana em provações

     

    Para que haja promissoras inovações

    (Norma Silveira Moraes)

    12/09/20

  • Mote.: O tempo

  • A dualidade humana

     

    Somos seres tão inconstantes

    Vivemos com dúvidas e incertezas

    A dualidade causa o tormento

     

    Nunca estamos satisfeitos

    Sempre queremos muito mais

    E a vida passa tão depressa

     

    Carregando os nossos sonhos

     

    E com eles vamos para a finitude

    Norma Silveira Moraes)

    11/09/2020

     

     

     

  • MOTE: A inconstância do ser

  • MOTE: ISOLADO EM UM QUARTO ( VIRGINIA SANTANA)

     

    Nostalgia


    Isolado em um quarto.
    No silêncio ofuscante da solidão.
    Absorto em pensamentos vagos.

    Num canto o velho violão.
    Cúmplice de serestas e tantos amores.
    Saudades que assolam o coração. 

    Tempos áureos de música e boemia.

    Hoje, eu e ele, sinais de nostalgia.

     

    Lilian Ferraz

    24/07/2020

  • MOTE: Isolado em um quarto

This reply was deleted.
CPP