AGONIA

 3138989551?profile=RESIZE_710x

Agonia

Lembranças me perseguem

como fantasmas do passado

a habitar meus pensamentos

a instigar ressentimentos

e alimentar os meus tormentos

 

Quando jovem fui  refém

de incendiadas paixões

Os amores  desvaneceram

Supliciaram  minha  alma

inefáveis desilusões

 

Um fardo de sentimentos

dominou meu coração

com a solidão a testemunhar

um sofrer, um desalento

como um fantasma que se  abriga

no silêncio de meus sofrimentos

 

A vida é a encenação

de uma peça de teatro

Não importa quanto dure

Um dia o sonho se esvai

Uma hora a cortina cai

 

Sou  dela  prisioneiro

Encarcerado do tempo

Para dele me livrar

e  liberdade  ganhar

da  morte apenas dependo

 

F J TÁVORA

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Gestores

    3006432191?profile=RESIZE_930x

  • O fantasma da desolaçõa ganhando expressão e beleza nos versos... Linda poesia. Felicitações

This reply was deleted.
CPP