Louvor em assovios

Tenho a benção de acordar e,

ainda sentindo

o perfume da madrugada,

ouvir pássaros assoviando,

louvando ao Criador.

Meu coração junta-se a

essas pequenas criaturas

encantadas, em uníssono. 

Dentro e fora de mim,

uma brisa suave rasga

o véu da noite repousante,

vestindo-me, mais uma vez,

de sonhos e esperanças.

Entrego-me a magia da vida,

fecho os olhos, sinto a

grandeza de Deus...

Minha alma cria asas transparentes

que os tímidos raios de sol

colorem com as nuances

da liberdade.

Voo por novos céus, sou o

pássaro canoro 

mais lindo que existe!

Assovio melodicamente e feliz,

 meu cântico de agradecimento

pela vida, ao amanhecer.

Eneida Cristinna

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Gestores

    Lindo louvor poético, Eneida! Bravo! Bjs

    • Obrigada pela generosidade. Marso,

      beijos.

  • Linda poesia... parabéns, Eneida!
    Bjs

    • Obrigada, meu amigo poeta Adriano. Abraços.

      O seu texto está divino, e eu, na torcida por

      você.

      Abraços.

This reply was deleted.
CPP