SÓ HOJE

 

Frases de Luto para Status – Frases para Whats

 

 

SÓ HOJE

 

 

 

 

 

É possível ouvir a saudade nos ecos do silêncio?

No doce sabor das palavras perdidas na voz do vento?

Nos cativos arremedos de lembrança,

Que (me) invadem sem alento

Como sopros de ternura?

Esperança, fé ou loucura?...

 

 

 

Só hoje, dou me a indagar,

Com involuntário aperto na alma,

O coração amiúde,

Acometido de tristeza e dor

E a força maior que pude...

 

 

Só hoje consigo chorar uma lágrima empedrada

E deixar soar nestes versos metafóricos e sinestésicos

Saudades tuas, tão minhas

Misturadas com amizade

 

No lamento que me adivinha...

 

 

Não busco, verdadeiramente,

 

Por respostas, sequer alguma,

Que na verdade desde ontem ou anteontem já as tinha...

 

 

Eu ouço, eu sinto, eu vejo

Na sua ausência repleta

Os longos sons cheios de tristes ecos

Nos versos de sua arte...

 De silentes ruídos que ao peito macera 

 

Tornando dor em poesia...

 

 

By Nina Costa, in 06/04/2020Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.

 

 

 

"Nos ecos do silêncio, doces palavras

me invadem como sopros de ternura..."

(Marso)

 

N.A.: Em homenagem póstuma à querida Marsoalex.

Só hoje consegui expressar meu sentimento e dor em relação à sua passagem.

Que DEUS a tenha em eterno e bom descanso!

 

 

 

 

 

 

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • MUITO BELA POESIA.APLAUSOS MIL

    • Obrigada amiga poetisa!

      Gratidão pelo carinho de sempre!

      Beijos!

      Nina

  • Gestores

    3694503164?profile=RESIZE_710x

    • Obrigada, minha amiga Anjo!

      Recebo com carinho seu afago em forma de comentário!

      Bjsss!

  • Gestores

    como eu falava para ela em muitas das belas de suas poesias. é nestes momentos que gostaria de ter o dom de ser poeta. belissima poesia poetisa, parabéns - quantos sentimentos em tão poucas palavras.

    É possível ouvir a saudade nos ecos do silêncio?

    No doce sabor das palavras perdidas na voz do vento?

    Nos cativos arremedos de lembrança,

    Que (me) invadem sem alento

    Como sopros de ternura?

    Esperança, fé ou loucura?...

    • Amiga Preciosa, estou sem palavras para lhe agradecer. Sempre sendo atenciosa e dedicada com todos nós, e eu posso dizer, de coração que sempre me acolhera com carinho.

      Safira, minha poesia só é bela, por causa da beleza dos olhos que a leem. E você, além de ler, enriquece com sua arte inigualável e sensível.

      Obrigada, amiga!

      Boa noite!

      Beijos!

      Nina

       

  • Gestores

    Amada meNINA...

    Maravilhosa tua inspiração... Carregada das HEMOções que transbordaram em nossos corações!!

    Você foi... é e será sempre um SER muito especial nesta Casa, não tão somente pelas inspirações e inegável talento (como bem diz nossa Amiga Poeta e Menina Cristina Ivens D'Além Mar) como inclusive por deixar-nos algumas vezes, reflexões na diversidade dos pontos de vista que só enriqueceram nossa Casa.

    A Marso, como alguém da Gestão, disse abaixo, sorri feliz, cada dia mais iluminada - nos enviando suas Luzes pois ora é Estrella!

    NOSSOS APLAUSOS - gaDs

     

     

    4351479936?profile=RESIZE_710x

    • Obrigada ZK Feliz! Muito grata por palavras tão gentis, singelas e amigas à minha pessoa! Faz-me sentir confortavelmente acolhida, e esta Casa se tornar em um Lar.

      Participar deste concurso, homenagear nossa querida amiga Marso e receber todo esse afago à alma é de fato reconfortante.

      Muito obrigada a toda a equipe administradora, aos demais amigos por esse carinho!

      Boa noite!

      Beijos!

  • Linda homenagem à nossa querida Marso. Soberbo. Valeu a pena a espera do seu nó na garganta, em expressar a saudade de uma forma tão graciosa, de quem parte sem avisar. Parabéns Poetisa Nina. Beijos de além mar. 

    • Amiga, conhecemo-nos nesta  casa, criamos laços, afinidades.

      Às vezes até tivemos atritos, mas os mesmos ocorrem entre aqueles que se amam, quando não, sobra a indiferença.

      Somos a CPP uma grande família e a perda de um dos nossos, dói-nos a alma, pois somos seres sensíveis. Cada um a seu modo.

      Sei que demorei, mas hoje consegui prantear nossa amiga-irmã em poesia.

      Amo a todos(as), e em especial, você,  amiga d'além mar!

      Beijos!

      Nina Costa 

This reply was deleted.
CPP