Posts de Everaldo Magalhães (29)

Inspiração Em Rebeldia

A minha frente, folhas em branco
Na mente, pensamentos dispersos
A esferográfica já se encontra em punho
Mas as palavras, voam desordenadamente
Os versos não se alinham
Algo não se encaixa
A inspiração em rebeldia,
Faço morada em meu silêncio
É só uma questão de tempo
Para a composição fluir
E o sentimento ser eternizado
Através da arte escrita
Assim sendo, criará asas
Atingindo corações
Nos quais a sensibilidade faz morada
Concluindo o curso natural
E o seu objetivo
Do poeta ao leitor
Conectados em sentimento
Para poesia, um novo abrigo

Everaldo Magalhães

Saiba mais…

Brilho Dos Olhos

Às vezes, disfarçamos a tristeza
" Em um falso sorriso "
Que chega a transparecer
Para terceiros
Que somos as pessoas
Mais felizes do mundo
Portanto não se iluda
Com um belo sorriso
Que pode não condizer
Com a realidade
Ah! Mas o brilho nos olhos
O brilho dos olhos
Refletem de forma espontânea
A plena felicidade

Everaldo Magalhães

 





Saiba mais…

Nada É Por Acaso

A paz, ela está dentro de você
A beleza interior é real, não é clichê
Oque lhe é oferecido
Muitas vezes, são reflexos dos seus atos
Quem planta colhe, tudo que vai volta
Nada é por acaso!
Desafios virão, ao decorrer dos anos
E somente a fé,
Que lhe manterá firmes nos planos
Em busca de suas realizações
Em todos os âmbitos da sua vida
E o amor é essencial
Para que o objetivo, seja atingido
Sendo assim a paz
Será transmitida por onde for
E a felicidade, se tornará rotina
E por um instante, a vida será plena...
De belezas, feito a mais sublime poesia

Everaldo Magalhães

Saiba mais…

É Revelado O Tesouro

No infnito do horizonte
Bem além, dos montes
Onde mora a calmaria
Que se faz, tão ausente 
Em nossos dias
Aquele mesmo endereço
Onde se encontra o pote de ouro
Bem alí, no final do arco íris
A felicidade se esconde
É revelado o tesouro
Um caminho longo
Entre pedras e espinhos
Onde a fé, é de suma importância
Aquela que move, até mesmo montanhas
Mostra um atalho que te leva ao destino
A vitória almejada
O sabor da conquista
O esforço recompensado
A bonança em sua vida
Belo como, o céu azul
Com aluz do sol, ao dia
Lindo como, o brilho estelar
E o luar da noite
No remanso do imenso mar
Ou nos versos do poema
Expresso, libertos para voar
Sabe aquela calmaria?
Estão presentes nestas linhas
E também em meu pulsar

Everaldo Magalhães


Saiba mais…

Palavras Ao Vento

Quando o desânimo abate
Me diz quem reage?
Quem ergue a cabeça
E prossegue na missão?
De verdade, quem está preparado
Para tal situação?
Porque a vida é assim
Cheia de obstáculos
Quem é completamente feliz?
É complicado, mas quem persiste
Bate de frente, não se entrega
Resiste a toda essa atmosfera
Se sobressai e acredita
Encontrar a paz
Permanece vivo
Em busca de algo a mais
Não são palavras ao vento
É pura reflexão
Se nesse momento a tristeza se aloja
E chega para ficar
Sem pedir licença
Vem me atormentar
As ideias viajam, me vem à reação
A poesia se liberta
Está de volta à inspiração
Se a realidade do cotidiano
Tenta impor minha derrota
A desistência não existe
Eu pago o preço da vitória
E continuo a caminhada
O combatente não para
Eu ainda acredito
A luta tem que ser diária
Assim deve ser enfim
É puro sentimento
Mas ainda há quem diz
Que são palavras ao vento

Everaldo Magalhães

Saiba mais…

O Amor Está No Ar

O amor está no ar
E é fácil perceber
Em seu semblante
O sorriso constante
No brilho dos olhos
Na alegria de viver
Na voz, que ao telefone estremece
A pele que rejuvenesce
Sua beleza irradia
Assim como a luz do sol
E seu astral predomina
Transformando o ambiente
Quando o amor é correspondido
E intenso
Não passa despercebido
Palavra nenhuma
Mensura essa emoção
Nem os versos desse poema
Descrevem de forma plena
Não traduzem tal sentimento
Transformado em inspiração

Everaldo Magalhães


Saiba mais…

A Flor Da Pele

Se for verdadeiro deixe aflorar
Desprenda-se por inteiro
Vamos vivenciar
Tão forte sentimento
Para se explorar
Vejo os seus olhos
Chega a cintilar
Se é amor verdadeiro
Para que se ofuscar
Sou refém desse desejo
Desse amor, se consumar
De viajar nos seus longos beijos
E despertar
No calor dos seu afagos
Eu vou morar
E se for verdadeiro
Deixe aflorar
A flor da pele me entorpece
Deixa eu te amar
Assim que se procede
Para realizar
Sensação que não se mede
Deixa rolar
Se Deus ouviu as minhas preces
Há de se ertenizar
Se é verdadeiro
Deixe aflorar

Everaldo Magalhães

Saiba mais…

Poéticamente E Explícito

Na imensidão deste céu
Enxerguei uma luz
Que de mim fez-me um réu
Hoje guia-me e conduz
Pelo caminho certo
Para tudo que há de bom
Revelando no meu peito
O dom da expressão
O poder de invadir um coração
Minha diretriz, de uma vida a razão
Nessa constante seguirei
Minha fé não se abala
Agora e sempre criarei
Alimentando a minha alma
Purificando meu espírito
Falando de paz
Poeticamente e explícito
Buscando sempre mais
Sonhador e realista
Assim eu sou
Um poeta pacifista
Em busca do amor
Da paz universal
Igualdade e união
Longe de todo mal
Quem dera, todos num só coração
Sonhar nunca é demais
Assim vou prosseguir
Com atitude irei buscar
A felicidade plena enfim

Everaldo Magalhães

Saiba mais…

Vou Me Libertar

Momentos de reflexão
É difícil entender
As batidas de um coração
Cansado de sofrer
A ausência de um amor
Não me faz feliz
É como um jardim sem flor
O vazio que está em mim...
Prometi para mim mesmo
Não mais falar em solidão
Mas como suportar
Tamanha sensação
Morando em meu interior
Fazendo da minha vida um padecer
A saída que restou
Novamente escrever...

Versos à luz da lua
Para amenizar minhas tristezas
O poeta perpetua
Essa é a única certeza
Deste profundo sentimento
Vou me libertar
Pois a qualquer momento
A bonança há de chegar
Devolvendo meu sorriso
E o brilho no olhar
A inspiração e o infinito
De quem vivia a sonhar

Everaldo Magalhães

Saiba mais…

Paz Interior

 

 
O vento que hoje sopra
Traz fluídos de bons pensamentos
Levando pra longe toda negatividade
Que insistiam fazer morada
em meu interior
Me resgatando e abrindo
um novo horizonte
Trazendo luz para o meu caminhar
Agora enchergo os meus objetivos
Se torna claro onde quero chegar
Se ontem era tudo obscuro
O desânimo em mim, parecia ancorar
Nada como um novo dia
Para esperança renovar
E fazer de toda incerteza
Dúvidas angustias e dilemas
Poema. Que levanta auto estima
Levando pra longe qualquer tormento
Atingindo corações
Que estão passando pelos mesmos problemas
Em meio a tantas dificuldades
Presentes no cotidiano
Existe uma luz que nos inspiram
Para vitória dando razão a um viver
Um combustível que estimula
E nos leva mais além
Trazendo sua paz interior
E resplandecendo o amor

Everaldo Magalhães
Saiba mais…

Fascínio Natural

Fascínio Natural

 
Cai a noite
Já é madrugada
E eu aqui
Vagando, em pensamentos meus
Fecho os olhos
O sono me falta
Só me vem as palavras
A todo momento,eu....
Me pego escrevendo
Compondo sentimentos
Traduzindo a essência
De um momento especial
Manifestam-se os versos
Universo paralelo
Nem tão menos distante
Ao convencional
Um mar de palavras
Nunca dantes navegadas
Onde um sonho é alimentado
Torna-se real
É chegado o momento
De por a prova o talento
De explorar esse imenso
Fascínio natural

Everaldo Magalhães
Saiba mais…

Indecisão

Esquecer você não dá
Ja faz parte de mim
Pode acreditar
Com toda minha franquesa estou aqui
Para lhe mostrar
Que é, muito mais que amizade
E para lhe dedicar
Mensagens poéticas
Que neste momento me invadem
E talvez desdizer
Confusão de sentimentos
Nem mesmo eu sei
É ação do tempo
Mas para você eu peço
Ajude-me a desvendar
Não sabe o quanto a venero
O que será?
Amor? paixão? ou somente uma forte afinidade?
O melhor seria deixar acontecer
E você inssiste que é só amizade
Mas nos seus olhos consigo perceber
Que me deseja também
E a insegurança vive a dominá-la
Não a deixa ir mais além
Não quer se entregar
Por um certo receio
Mas como descobrir?
Se prendemos nossos anseios
Qual a diretriz?
Sentimentos confusos é indecisão
Renunciaria meu mundo
Só pra ter seu coração

Everaldo Magalhães

Saiba mais…

Reunião

 

A Madrugada me convida
Para uma reunião
Lá estão presentes
A Insônia e a Inspiração
Vão comigo dois amigos
O Papel e a Caneta
E o Silêncio se aproxima
E à Inspiração me apresenta
Entre nós uma sintonia
Inesperada situação
E dessa parceria
Fez-se mais uma criação...

De repente o Sono chega
Bem no fim da reunião
A Insônia vai se embora
Levando consigo a Inspiração
Da Madrugada me despeço
Da presente ocasião
O Papel e a Caneta
Juntam-se aos Versos
E também se vão
A essa altura
O Silêncio é seduzido
Pela Madrugada
E os dois reinam no divã
E eles só são despertados
Com a chegada da Manhã

Everaldo Magalhães
Saiba mais…

Viagem Ao Infinito

Viajo na imensidão
Do azul do céu
Mais uma vez em ação
Caneta no papel
Nos raios solares
Em toda natureza
É que eu vou buscar
As palavras perfeitas
Para expressar meus sentimentos
Em versos
Neste inabalável silêncio
Tudo que eu quero
É dividir esta sensação
Que vem do coração
Com alguém
Para que esta aloje-se nele também
Ficaria perfeito
Completa alegria
E desse jeito
Só para você eu seria
Nem mais o céu, o mar, o silêncio profundo
De você me desviaria
Seria seu todo tempo do mundo
Pois você seria minha eterna poesia
O cantar dos pássaros
Seria nossa canção
Que bom sonhar acordado
Guiado pela inspiração
A vida é pura arte
Representada involuntariamente
Nesta divina paisagem
Viajei ao infinito da minha mente

Everaldo Magalhães

Saiba mais…

Luz Para Meus Pés

 

Foi preciso despertar do sonho
Para realizar
Foi necessário suar a camisa
Para conquistar
Fui obrigado a ser forte
E não desanimar
Humilde o suficiente
Para recomeçar
Foi importante ter você comigo
Para me apoiar
Meu doce refúgio
Meu céu, meu mar
Meu porto seguro
Onde fui me ancorar
Luz para meus pés
Meu compromisso de fé
Involuntariamente
Contigo volto a sonhar

Everaldo Magalhães
Saiba mais…

Se Criativo Sou

Me faltam as palavras
Mas não  os sentimentos
Na verdade transbordam
Já não cabem em meu peito
Para o papel transcrevo
Mandando para longe o tal bloqueio
Se criativo sou
Dou continuidade nesse encanto
A essa altura toma forma 
O papel que era branco
Nesse momento ganha vida
A esferográfica preta
Agora com tom de destaque
E a função  de manter  viva
Nossa arte, novamente risca
E me eleva ao céu
Devolvendo a inspiração
Que habitava em meu coração
Já não  me sinto ao léu
É restaurada  a normalidade
Presente em meus dias
E a naturalidade existente
Na relação entre poeta e poesia

Everaldo Magalhães

Saiba mais…
CPP