Posts de Igor Rodrigues Santos (156)

Classificar por

Justiça ou traição?!

Justiça ou traição?!

Essa história é baseada em fatos reais.

Élcio foi um homem trabalhador e correto, ele vivia com seu filho de dois anos em uma pequena casinha no subúrbio do rio de janeiro.
Nessa época Élcio não estava aposentado ainda, e por esse motivo quando precisava, dava alguns trocados a uma vizinha para ficar com o menino nas horas em que precisava trabalhar.

Durante alguns messes essa foi a sua rotina.
Mas algo estava para acontecer, uma pessoa entraria na vida desse homem simples, e logo mudaria toda sua história.

Como era de costume, Élcio caminhava todos os dias para chegar na empresa em que trabalhava, não era longe, e por isso ele preferia ir caminhando; nessa trajetória Élcio tinha como de costume acender seu cigarrinho sem filtro e fumar uns dois ou três; disso ele não abria mão, essa era sua rotina matinal.
Rotina que só era quebrada nos feriados e também nos sábados e domingos, esses dias eram sagrados para ele.

A cervejinha era comprada na sexta a noite: ; e no sábado que era dia de folga, Élcio acordava cedo e ficava horas preparando tudo para mais tarde poder estar com seus amigos tocando seus pagodes preferidos e saboreando uma carninha bem temperada e preparada na brasa.

Como acontecia em todos os finais de semana, Élcio vai até o supermercado próximo a sua casa para comprar carvão, lá ele conhece Ana. ela aparentava ter uns trinta e oito a quarenta anos, e ele já tinha uma idade um pouco avançada.

Pouco tempo depois, Élcio e Ana estavam namorando, no primeiro momento morando cada um na sua casa, até que um dia os dois resolvem morar juntos, só que, para essa união acontecer entre eles, tinha uma condição que foi imposta por Ana, que seria a seguinte, para aceitá-lo...ele não deveria levar o filho.
Élcio ficou chateado...mas como já estava com uma certa idade, e se sentia muito cansado...acabou aceitando a proposta dela.

O menino ficou aos cuidados de Elvira, uma das filhas mais velhas que Ana havia tido no seu primeiro casamento.
Elvira tratava muito bem essa criança, o menino era para ela como um filho caçula entre os outros que ela tinha.

Élcio e Ana viveram juntos por dez anos, até que ele ficou doente e veio a falecer.
Só que antes de sua morte, em uma conversa que teve com a vizinha de Elvira, "a filha de Ana que tomava conta do filho dele”...Élcio descobriu que Ana não gostava da criança, ela o chamava de pobre coitado e que ele não tinha aonde cair morto, ela chegou ao ponto de dizer para essa vizinha que iria aconselhar a filha pôr o garoto no orfanato para doação, e o pior de tudo é que ela realmente teve essa conversa com a a filha; por esse motivo Elvira ficou um bom tempo sem falar com a mãe. Essa vizinha disse também que por muitas vezes ouviu a discussão das duas, onde em alta voz Elvira se referindo a mãe...dizia que ela não tinha coração.

Élcio morreu sabendo de tudo isso, partiu calado, ele não falou nada do que soube com a esposa, mas fez algo que nunca esqueci, e que ficou marcado para sempre em minha mente.

Com o atestado de óbito em mãos, Ana começa os tramites para receber a pensão do esposo morto.
Até que em uma tarde Ana recebe uma ligação de sua advogada lhe comunicando que ela deveria comparecer em seu escritório bem cedo, pois havia um fato novo e que ela deveria ter conhecimento.
Assim ela fez: no escritório Ana ouve da advogada que o caso estava encerrado, que ela não podia reclamar a pensão porque seu marido antes de falecer havia se casado com uma outra pessoa, disse também que ela até tinha direitos por ter vivido com ele, mais que tudo seria dividido com a outra com quem ele estava casado.

Ana procura saber com a advogada quem era essa pessoa, e qual seria o seu nome, e mais uma surpresa ela teve, descobriu que a mulher com quem seu marido havia se casado era sua própria filha, e que o filho de Élcio tinha sido por ela adotado como filho, e que tudo foi feito por adoção e dentro das leis.
Logo Ana foi tirar satisfação com a filha, as duas discute, e em meio a essa discursão Ana recebe das mãos de Elvira uma carta que lhe foi endereçada, e que foi ditada por Élcio e escrita por uma enfermeira nos dias em que ele esteve internado.

Na carta ele dizia que só fez tudo isso porque sabia que seu filho correria o risco de ficar desamparado, Élcio sabia que estava doente, e que não iria durar muito tempo, ele sofria muito com fortes dores no corpo, todo seu sangue estava contaminado por causa de produtos químicos que manuseava no seu emprego.

No fim da carta ele conta que esse casamento nunca passou do papel e que Elvira sempre respeitou a mãe e o homem com quem ela vivia, e que só aceitou casar-se com ele porque tinha quase certeza de que o menino apesar de estar aos seus cuidados...ainda assim ele iria precisar do dinheiro do pai.

Por fim, ele disse também na carta que esse casamento foi uma forma de proteger o filho e de poder ajudar financeiramente Elvira e o marido, pois eles viviam com dificuldades.

Toda essa história me foi passada por parentes de Élcio, e alguns desses outros fatos tive conhecimento ouvindo de sua própria boca.
Nunca fiz julgamentos sobre o que ele fez, porém tem pessoas que ainda hoje questionam sua decisão , Elas fazem isso sem pensar um só minuto em como ficaria a criança se caso ele não tivesse tido esse comportamento.

Na minha concepção os adultos devem responder por seus atos e, resolver seus problemas entre eles, mas que façam isso sem deixar que as decisões mal tomadas atinja quem não tem nada a ver com isso.
Nesse caso os seus12383987484?profile=RESIZE_710x filhos .

Saiba mais…

Traição

Traição:

Essa história é baseada em fatos reais.
Com exceção dos nomes de todos os personagens, esses são fictícios.

Vania chega ao rio de janeiro com a intenção de trabalhar e ajudar a família que ficou na Bahia; ela pretendia enviar dinheiro para eles todo mês. Assim poderia ficar mais tranquila, seus pais não tinham muitos recursos, eles passavam muita dificuldade financeira. Seu pai estava desempregado, sua mãe lavava roupas e arrumava casa dos vizinhos afim de conseguir algum dinheiro.

Após alguns messes Vania consegue um emprego, o salário não era um dos melhores, mais por hora era o que ela precisava.

Certo dia...na volta para casa, após um longo dia de trabalho, ainda na parada de ônibus, Vania conhece Carlos, que algum tempo depois se tornou seu marido.
A vida deles estava bem tranquila, os dois trabalhavam duro, a ideia deles era a de comprar uma casinha e nela fazer mais um quarto, já que Vania estava preste a dar a luz.

Na Bahia as coisas não estavam indo bem, sua irmã mais nova de três irmãos, estava dando muito trabalho para sua mãe, e como dona Isaura e seu Álvaro, os seus pais, já estavam idosos, Vania resolve trazer Claudia,, a irmã caçula de treze anos para o Rio de janeiro.

Após dois anos passados, Vania descobre que Cláudia estava grávida, sobre pressão a menina resolve falar a verdade, e revela que o filho era de um vizinho, e assim tudo foi esclarecido, sabendo dessa traição, a esposa desse vizinho acusado de ser o pai do filho de Claudia...resolve se separar dele, e logo esse caso foi levado ao conhecimento da justiça. Por Everaldo ter engravidado uma menor de idade, o delegado então resolve prendê-lo:
Desde então não se teve mais notícias dele, talvez tenha sido solto tempos depois, e tenha se mudado para outra cidade.

Nesse meio tempo Claudia teve seu filho, e na medida em que ele crescia, Vania percebia que o sobrinho tinha alguns traços do seu marido Carlos, e por esse motivo em sua cabeça começa a rondar um pensamento que ela não queria acreditar.
Por meses ela olhou para a criança e não conseguia imaginar que poderia ser verdade aqueles pensamentos que lhe assombravam a mente.

Até que um dia ela resolve fazer o DNA (Teste de paternidade) e para sua surpresa o resultado foi positivo, suas suspeitas estavam comprovadas, o pai do filho de sua irmã Claudia era mesmo de Carlos seu marido

De volta a Bahia...Claudia conhece um rapaz que assume seu filho e com ele ela se casa.

Vania e Carlos por ter um filho ainda pequeno para criar, e por não estar ainda quitada a prestação da compra da casa própria, eles optam por manter o casamento; só que a união nunca mais foi a mesma, já não havia mais confiança entre eles.

Por uma traição e pela mentira...e ainda por inconsequentes atitudes de um homem casado, uma família foi destruída, e um rapaz foi preso injustamente e acusado por algo que não fez.

Igor Rodrigues Santos12382456271?profile=RESIZE_710x

Saiba mais…

Amor e folia

Amor e folia.

Esse ano está combinado, não farei como fiz no passado.

Antes vesti fantasias, pulei e brinquei quatro dias, foram eles de pura folia, meu enredo era sorrir e brincar.

Esse ano farei diferente, vou acender minha lareira...abrir uma boa garrafa de vinho e com meu amor festejar.

Não vamos ter purpurinas, mas teremos muitas rimas nos versos de amor que para ela irei compor e ofertar.

Em nossa sala faremos o nosso carnaval que será embalado pela euforia...pelo amor pela poesia e por um saboroso vinho na temperatura ideal.

Nesse momento não iremos nos importar com o que acontecer na avenida, na verdade nem vamos querer saber...porque para mim e pro meu amor o mais importante será o vinho em nossas taças, na vitrola o som bem baixinho...e na voz do cantor uma suave melodia, e nela ele cantarolando em versos e prosas tudo o que nesse momento vou desejar para o meu amor dizer, que é, “eu sempre procurei na folia a minha alegria, o que eu não sabia é que ela sempre teve todo tempo bem pertinho de mim, e que só agora pude perceber que, a minha alegria é, e sempre será você”.
Igor Rodrigues Santos.12378148456?profile=RESIZE_180x180

Saiba mais…

Infinito amor

Da página:
Contos românticos Do Cotidiano.

INFINITO AMOR
Como viver sem o frescor das manhãs...sem os raios de sol...
Sem o orvalho da noite...

Como viver sem saber onde ir e quando chegar...

Como viver sem as pedra no caminho, se elas nos ensinam a caminhar...

Como não notar as folhas caírem, se ao cair, elas anunciam o recomeço de uma nova vida, e de um novo recomeçar...

Que sonhos sonha alguém que não tem em quem pensar...
Como querer dar um abraço, e não ter a quem abraçar...

Sair sem ter vontade de voltar...
Trocar passos apenas por trocar

Como separar Romeu e Julieta
Cleópatra & Marco Antônio
Tristão & Isolda..Bonnie & Clyde

Como poderia viver um sem o outro...
Como eu viveria sem você.

Dedico esse texto a pessoa que quero ter ao meu lado...até o fim de minha vida...quem será?
Igor Rodrigues Santos....12375251298?profile=RESIZE_710x

Saiba mais…

Noites negras

Hoje estou aqui voltando a ser menino...ouvindo um bolero antigo, daqueles que meu pai sempre ouvia.

 

Me recordo de quando cansado meu pai chegava do trabalho, e depois de um banho tomado, ligava seu velho radio que  ficava o dia inteirinho calado esperando ele chegar.

 

Do bolero confesso que não gostava, mas ao lado do meu pai eu me sentava, só para os carinhos dele ganhar.

 

E ele sorrindo me olhava...sabia que eu não estava ali pelo bolero, e sim pela espera de um abraço seu, bem apertado ganhar.

 

Meu velho pai, meu verdadeiro amigo, saudades eu tenho de teus castigos, das vezes que brigava comigo, e das broncas que sempre me deu.

 

Com você aprendi a jogar bola, afazer canções, a empinar pipas e a rodar piões

 

Tinha vezes que sem me dizer uma só palavra  com um simples olhar você me corrigia, num piscar de olhos me mostrava o certo e o errado, o que era  bom e o que não servia para mim.

Você me ensinou muito mais, com você aprendi a  aceitar o fim.

 

Você me disse que nessa  hora devemos erguer a cabeça, sacudir a poeira e sair dos escombros.

 

Juntar os pedaços dos sonhos desfeitos e logo uma nova estrada tomar. Não olhar para os lados e nem para trás, apenas caminhar. Não levar mágoas, se desfazer da raiva e seguir em frente sem chorar.

 

Meu pai: hoje ainda ouço aquele velho bolero, só que agora já não sou mais um menino. eu cresci. Mas sem os seus conselhos meu querido pai, confesso que meu rumo  perdi.

Não sei mais o  que quero, perdi os meus passos, o mundo minhas forças tirou, tenho medo; e nas horas em que fraco me sinto, fecho os olhos e volto a ser um menino...e começo a cantarolar aquele bolero antigo.

Aquele que você meu pai sempre ouvia, nesse momento sinto uma força tão grande, que em meus pensamentos me permito virar um gigante, e até quero voar.

Só que logo caio na realidade, e penso, como voar sem ter asas, se até mesmo em minhas proprias pernas essa vida madrasta me fez tropeçar.

Mas não tem problema não , vou seguindo e cantarolando minha triste canção, e vez ou outra proseando com meu alazão. Farei isso até quando Deus quiser.

 

O dia que ele disser para mim chega...Chega dessas noites negras, filho eu vim  te buscar. Nessa hora vou apertar as rédeas do meu alazão amigo, vou olhar para Deus e  dizer assim.  "Deus, só irei se ele for comigo, você vai ter que concordar".

 

Vou pegar nas mãos divinas e para o céu vou com ele subir para com meu pai encontrar. Mas se Deus disser não, seu alazão não poderei levar. boto um rosto brabão e toco a galopar, e olhando para trás num galope corrido...e na boca com um forte grito eu olho para  Deus e digo.

"Deus: se for para perder mais esse amigo, eu não vou contigo, até aceito outro castigo,  mas sinto muito meu Deus, hoje você nao vai me pegar.

Igor Rodrigues Santos.

12373994694?profile=RESIZE_400x

Saiba mais…

Renovando a vida

Renovando a vida.

Olhando para essa flor tão linda e cheia de vida...enxergamos nela apenas a beleza de suas cores
Porém para que essa linda flor pudesse hoje estar assim tão bela... cheirosa e formosa, ela teve que passar por muitos momentos ruins.

Quando ainda era só uma sementinha...ela correu o risco de não germinar.
Teve que enfrentar chuva e sol escaldante...arrancaram suas pétalas sem dó e piedade .

A poeira e os ventos...assim como as tempestades maltrataram suas folhas, certa vez o fogo também quase a matou .

Mesmo com tudo o que passou, hoje ela é vista assim, encantadora e encantando os olhos de quem a vê.

Foram dias ruins...Mas essa linda florzinha sobreviveu .

Assim acontece conosco, tem dias que tudo parece tão distante e impossível!
São esses os momentos em que bate a solidão...e com ela vem junto de quebra a tristeza! Sem falar no vazio que insiste em dilacerar o peito.

E o pior de tudo é que, nessa hora procuramos motivos ou causas que indique o porque desse dia se mostrar assim tão baixo astral, mas nada encontramos.
Tudo simplesmente acontece sem a gente querer ou esperar.

Aí é que entra a história da flor
Estando tão frágil e se pondo não por sua vontade aos desatinos do mundo, essa florzinha nunca se entregou, mesmo despedaçada e murcha, ela reunia forças , fincava suas raízes no solo...e no outro dia lá estava a florzinha erguida, de pé e renovada e pronta para mais um novo amanhecer.

Temos que seguir seu exemplo. Devemos aguardar a tempestade passar, suportar o frio do amor perdido ou não correspondido, e até mesmo o desprezo de um filho amado.

Temos que limpar nossos corpos que por muito tempo teve o coração infectado e inundado pelas fortes ondas causadas pelo maremoto da mágoa do vazio e da dor .

Devemos mesmo que sem forças encontrar motivos para sorrir, e as vezes até fingir que estamos felizes. E por fim, olhar para o horizonte, não ver o seu brilho...mais mesmo assim continuar a caminhada

Só quem vive momentos como os que me refiro...sabe bem do que estou falando.

Tudo é igual a se estar sendo levado por águas e correntes traiçoeiras vindas do mar revolto. Nesse momento buscamos folego...mas ele não vem...é nessa hora que muitos desistem e se entregam.

Sei que para quem está de fora da situação é fácil falar ou dar conselhos, mais o fato é que devemos seguir o exemplo da florzinha, juntar os pedaços e seguir em frente.
Igor rodrigues santos12373993686?profile=RESIZE_710x

Saiba mais…

Brasil sem rumo

Brasil sem rumo.

Vamos fazer comparações de preços entre 2022 a 2024.

No meu estado os preços estão assim, e no seu.
Me falem de outros produtos que aumentaram na sua cidade.

A batata em 2022 era vendida em média o kg por 3.00 reais
Em 2024 a média é de 10,50.

Feijão em 2022 era vendido em média o kg por 6.00 reais.
Em 2024 a média é de 11.00

Arroz em 2022 era vendido em média o saco de 5 kg por 18.00 a 22.00.
Em 2024 a média é de 27.00 a 35.

Em 2024 temos a volta do imposto estadual e federal sobre o combustível, com isso a gasolina é o gás de cosinha tiveram aumento.

Em 2020 foram tirados os impostos de 4 mil produtos, incluindo os que faziam parte da sexta básica.
Em 2020 foram retirados também a cobrança do gás de cozinha e do óleo diesel
Em 2024 todos esses impostos voltaram.

Em 2024 a desoneração foi vetada.
O presidente do banco central sofreu pressões para baixar a taxa selic.
Em 2024 o Brasil empresta 5 bilhões pra Argentina, enquanto que as necessidades só aumentam em nosso país.

Em 2024 oito milhões de pessoas foram cortadas do bolsa família, só no nordeste foram 3,5 milhões de famílias que perderam esse benefício.

Em 2024 tivemos desligadas algumas bombas que levavam água da transposição do rio são Francisco para cidades em Natal. RN.

Na primeira semana de 2024 foi morto com um tiro na cabeça o sargento Roger Dias por um dos 33 mil presos que tiveram o benefício da saidinha.

Para terminar quero deixar uma pergunta aos meus amigos e amigas. Vocês estão satisfeitos (a) com o Brasil de hoje?

Igor Rodrigues Santos12368067254?profile=RESIZE_710x

Saiba mais…

Ressurreição

Todos andavam apressadamente pelos corredores, ao longe se podia ouvir vozes que pronunciavam repetidas frases destorcidas.

Sem saber o porque, meu corpo estava sendo tocado por maos desconhecidas.

Deitaran-me em uma cama com rodas que mas parecia uma maca, e ali adormeci.

Mais tarde ao despertar abri meus olhos, e tudo que vi foram paredes frias pela falta de pelo menos um quadro para que eu pudesse com ele ter uma noção de onde eu estava.

Não pude tocar meu corpo, não  tive forças para mover-me, parecia estar sedado, ainda assim com muito esforço consegui enxergar através das vidraças do teto que em meu peito havia algo diferente. E sem nada emtender e com os pensamentos ainda  embaralhados, fiquei em silêncio, Eu não sabia por quanto tempo ficaria ali, e tão pouco o que pensar diante de toda aquela situação, porém foi só o que naquele momento eu pude fazer.

Nao sei por quanto tempo ali fiquei.

Mas tarde ao despertar pude ouvir passos e portas se abrindo , logo em poucos instantes uma senhora distinta toca meus ombros, eu nao sabia de qual parte da sala ela havia vindo, só sei que fiquei feliz em ve-la, vi na  pessoa dela a oportunidade de saber o porque de eu estar ali.

Com um leve sorriso e com uma plancheta que no  primeiro momento me levava a crer se tratar de um prontuario, ela foleia augumas de suas paginas e as  lé  em alta voz.

Em suas palavras ela me dizia que eu avia passado por uma demorada cirurgia no coração, e que a operação tinha sido bem sussedida, mas que eu deveria ficar calmo para uma melhor recuperação.

Em seguida fui por ela medicado; após a medicação fechei meus olhos e mais uma vez adormeci.

Já era manhã quando assustado  despertei, e assim que pus meus pensamentos em ordens me veio a cabeça a imagem daquela senhora enfermeira me passando o diagnostico do meu quadro pós operatorio.

Olhei em minha volta e vi cores diferenttes nas paredes do quarto. vi moveis e jarros de flores sobre eles. vi as portas do guarda roupas entre abertas e nos cabides vi neles  a tristeza pela ausencia de suas roupas não mais sustentadas por eles.

Vi nossos lençóis e os travesseiros jogados ao chão, vi tudo nessa manhã, só não vi você ao meu lado deitada em nossa cama.

Nesse momento lembrando das palavras daquela senhora, levei  as mãos ao peito e ao fazer isso percebi que ele nao havia sido aberto, que o meu coração permanecia no mesmo lugar, batendo como sempre.

Foi aí que percebi que tudo foi apenas um sonho, e nele tive meu coração ressucitado  quando  preste ele estava a morrer por amor.

 

 12366462695?profile=RESIZE_710x

Saiba mais…

Roberto carlos

Roberto Carlos é um cantor brasileiro romântico apaixonado pela vida, ele também é um homem de muita fé.

Em 1992, Roberto já havia atingido a marca de 70 milhões de discos vendidos; neste mesmo ano Roberto tinha em sua galeria mas de 120 prêmios nacionais e latinos.

Na época Roberto tinha um vasto Acervo musical com mais de 400 músicas.

Em 1992 com a liberação da Rede Globo de televisão, Roberto é recebido por Silvio Santos em seu programa onde ele tinha um quadro que se intitulava como (Entrega do troféu imprensa para uma celebridade). Nesse mesmo  ano Roberto recebeu das mãos do apresentador Silvio Santos dois troféus imprensa, um foi respectivo ao ano de 1991, troféu que Roberto não pôde receber, talvez por sua agenda de shows,  e o outro foi referente aquele mesmo ano de 1992.

Ao ser chamado no palco por Silvio Santos, Roberto Carlos com as próprias mãos abre uma cortina de cor azul e de tecido simples, em seguida ele entra por um corredor na parte de trás do auditório que era formado por cadeiras e pessoas sentadas nelas. E foi assim que Roberto Carlos,  um cantor de tantos prêmios recebidos, com 400 músicas gravadas e milhões de discos vendidos, se mostra ao público daquele programa.

Sabemos que Roberto quer que seus shows sejam perfeitos, não por ser ele um cara exigente, e sim por gostar do que faz e por amor e dedicação ao seus fãs.

Embora seja ele bastante crítico com seu trabalho; tanto que certa vez em uma entrevista, Roberto disse ao entrevistador que ao sair dos estúdios ele não tinha o hábito de ouvir as gravações, disse ele que não faz isso porque acha que sempre pode melhorar alguma coisa, por isso ele preferia não ouvir.

Nessa parte nós entendemos um pouco de como é Roberto, crítico com sigo mesmo e maleável com as pessoas.

Porém tem o outro lado desse grande cantor, que é o lado alegre e simples desse ser humano, um cara humilde, com tantas honrarias recebidas, e no entanto não se importa se  tapete serão ou não estendidos para ele passar.

Com tudo isso, cheguei a conclusão de que, se você quer agradar Roberto, não lhe ofereça ouro nem prata, lhe dê um abraço mesmo que seja virtual, pois tenho certeza que ele ficará bem mais feliz.

Vou parando por aqui,  nem vou ler o que escrevi, porque do contrário terei que acrescentar mais coisas nesse texto, digo isso porque são tantos os momentos que temos para falar sobre Roberto...mas o tempo é curto, então por hora é só.

Igor Rodrigues Santos.
12365520694?profile=RESIZE_710x

Saiba mais…

Telhado de vidro

Crónicas:
Telhado de vidro.

Alguém gritou pega ladrão, e logo um grupo de pessoas cercan um rapaz, e munidas com pedaços de pau em suas mãos começam a agredi-lo. Apavorado o rapaz pede socorro, e diz que nada fez e que nem sabia do que estava sendo acusado.

Nesse momento eu me encontrava num bar bem próximo de onde tudo estava acontecendo. Incomodado com aquela situação, resolvir intervir a favor do rapaz, chegando perto dos agressores perguntei a eles porque o estavam acusando e qual teria sido o seu crime.
Logo um deles em alta voz me disse que ele era um ladrão e que precisava ser castigado.

Depois de algum tempo descobri que o rapaz havia roubado um botijão de gás, e que estava nentindo ao afirmar que nada tinha feito para merecer aquele castigo; descobri também que ele tinha o costume de praticar pequenos furtos naquele bairro.

Eu estava por ali de passagem, não conhecia ninguém, por isso me afastando um pouco do tumulto peguei meu celular e liguei para polícia, em dez minutos os policiais chegaram; mas antes que pudessem se aproximar, percebi que três dos cinco rapazes agressores deram no pé; e os outros dois foram presos, um deles por ter espancado um vizinho idoso e o outro por agressão a uma mulher.

Ou seja, ambos estavam sendo procurados, e com certeza os outros três que correram também tinha uma dívida com a justiça, e os que ficaram não imaginavam que havia alguma queixa sobre eles, mas como a os policiais não são bobos nem nada…através de seus documentos puxaram a ficha deles e descobriram essas ocorrências.

Resumindo, todos tinham dividas com a justiça, e no entanto estavam ali fazendo papel de juízes, julgadores do rapaz que a pouco roubara um bojão de gás, e assim deram seus vereditos, e por muito pouco não cometeram um assassinato com as próprias mãos.

A conclusão que tirei desse ocorrido é que, o mundo está cheio de pessoas que se atiiraren pedras para o alto correm o risco de vê-las cair no próprio telhado.
Igor Rodrigues Santos.

12360394290?profile=RESIZE_710x

Saiba mais…

Memórias

Muitas foram as pedras que encontrei em minhas caminhadas.

Tudo foi muito difícil para mim; eu não tive moradia descente, e as vezes nem mesmo tive o básico da uma alimentação. Nunca me abriram portas, as que se abriram...foram elas abertas por mim mesmo.

O que fizeram foi querer me fazer acreditar que os fracos não escrevem suas histórias, que somente os fortes sobrevivem.

Mais eu sempre me perguntei, quem são os fortes, será que são os que tem o poder de mandar e desmandar, ou seria eles os endinheirados.

Essas perguntas me fiz várias vezes; mas descobri que, fortes são os que nunca deixam de lutar e de acreditar que podem ir mais além; esses sim, são os fortes.

Reconheço que para chegar aonde cheguei não foi fácil, foram tantos tropeços, ouve momentos em que pensei não suportar, os tombos foram grandes, alguns deles me fizeram sangrar, mais sempre que caía me levantava. Mesmo sem forças e me arrastando...nunca desisti, sempre segui em frente.

Não podia me entregar, eu sabia que seria mas fácil me levantar quando ainda tinha um pouco de forças, e não esperar ela se acabar para só então tentar reagir; eu tinha consciência de que seria muito mais difícil para mim se deixasse a situação se agravar.

Não estou me queixando de nada, acho que ao descrever toda essa minha trajetória de vida e que coloco em forma de desabafo...só quero com isso levar um pouco de acalento aos corações de quem esteja agora lendo esse texto, e que tenha tido as mesmas dificuldades que eu tive.

Foram muitas as idas e vindas; o fato é que, vi pessoas definhando, outras se entregando aos vícios e a prostituição; eram elas meninas novas e perdidas. Vi mães entregando seus filhos aos cuidados de outros por não terem elas condições financeiras para cuidar de sua criança. Chorei com a dor de um pai sustentando em seus braços o corpo do seu filho já sem vida.

Com tudo isso cheguei a conclusão que, para enfrentar a dura realidade do mundo, temos que ser muito mais que humanos, devemos ser heróis, ou super heróis usando armaduras de ferro e ter um coração blindado, só assim se consegue engolir tanta desigualdade e covardia. Aquele que tiver no peito um coração fraco não consegue ver tudo isso sem ter em seu rosto uma lágrima a rolar.

Para terminar meu raciocínio e por tudo que a vida me ensinou, vejo  que, vitoriosos não são simplesmente os que estão no topo da pirâmide, e sim os que lá chegaram com muita luta e que nunca desistiram de tentar.

 

 

 12360127885?profile=RESIZE_400x

Saiba mais…

Velhice

Velhice.

Existem coisas que não tem como a gente escapar delas.
São elas, a morte...a velhice...a dor de amor e as lágrimas que constantemente rolam de nossos rostos.

Com a chegada da idade avançada vem as perdas, perdemos um vizinho...um primo...a mãe e o pai, as vezes até um filho.

Já não temos forças para caminhar até a pracinha, e lá jogar uma partida de dominó com os amigos; não podemos comer frituras e nem fora de hora...até a padaria de esquina que na juventude com dois passos chegávamos nela; com a velhice cada ano que se passa parece que ela vai ficando cada vez mais longe.

O triste da velhice é quando chegamos num momento em que temos que nos despedir daqueles que já não conseguem nos acompanhar, e que de repente precisam se despedir de nós.

Até que é chegada a hora da gente também ter que descansar.
Nesse momento olhamos para trás e vemos as cruzes que ajudamos a fincar nos túmulos de quem amamos...de amigos e parentes que vieram ao mundo...que cumpriram suas missões e partiram.

Essa é a difícil parte da velhice, é ter que ver partir os amigos e guardar a sensação de que estamos cada vez mais sozinhos.

Fazer amigos é umas das coisas mais importantes de nossas vidas, porque com o passar dela...eles vão se despedindo da gente, e com a idade adiantada já não temos tempo para por outros em seu lugar.

Devemos fazer amigos porque é menos dolorido chorar por tê-los perdidos...do que ficar triste por nunca ter tido um amigo para abraçar.
Igor Rodrigues Santos.12357809453?profile=RESIZE_400x

Saiba mais…

Os homens

𝗢𝘀 𝗵𝗼𝗺𝗲𝗻𝘀 𝗰𝗼𝗻𝘀𝘁𝗿𝗼𝗲𝗺 𝗺𝘂𝗿𝗼𝘀 𝗽𝗮𝗿𝗮 𝘀𝗲𝗽𝗮𝗿𝗮𝗿 𝘀𝘂𝗮𝘀 𝗰𝗮𝘀𝗮𝘀, 𝗺𝗮𝘀 𝗻𝗮̃𝗼 𝘀𝗲 𝘀𝗮𝗯𝗲 𝗼 𝗽𝗼𝗿𝗾𝘂𝗲 𝗲𝗹𝗲𝘀 𝗲𝘀𝘁𝗮̃𝗼 𝘀𝗲𝗺𝗽𝗿𝗲 𝗼𝗹𝗵𝗮𝗻𝗱𝗼 𝗽𝗿𝗼 𝗾𝘂𝗶𝗻𝘁𝗮𝗹 𝗱𝗼 𝘃𝗶𝘇𝗶𝗻𝗵𝗼.
𝗜𝗴𝗼𝗿 𝗥𝗼𝗱𝗿𝗶𝗴𝘂𝗲𝘀 𝗦𝗮𝗻𝘁𝗼𝘀.12345457071?profile=RESIZE_710x

Saiba mais…

Conversa de amigos

𝙊 𝙦𝙪𝙚 𝙙𝙚𝙫𝙚𝙢𝙤𝙨 𝙡𝙚𝙫𝙖𝙧 𝙣𝙖 𝙗𝙖𝙜𝙖𝙜𝙚𝙢 𝙨𝙚 𝙘𝙖𝙨𝙤 𝙩𝙞𝙫𝙚𝙧𝙢𝙤𝙨 𝙦𝙪𝙚 𝙛𝙖𝙯𝙚𝙧 𝙪𝙢𝙖 𝙫𝙞𝙖𝙜𝙚𝙢 𝙖 𝙪𝙢 𝙢𝙪𝙣𝙙𝙤 𝙤𝙣𝙙𝙚 𝙤 𝙥𝙧𝙤𝙥𝙤𝙨𝙞𝙩𝙤 é 𝙛𝙖𝙯𝙚𝙧 𝙖𝙢𝙞𝙯𝙖𝙙𝙚.

𝙀𝙨𝙘𝙧𝙚𝙫𝙖𝙢 𝙣𝙤𝙨 𝙘𝙤𝙢𝙚𝙣𝙩á𝙧𝙞𝙤𝙨 𝙤 𝙦𝙪𝙚 𝙫𝙤𝙘𝙚ê𝙨 𝙖𝙘𝙝𝙖𝙢 𝙦𝙪𝙚 𝙙𝙚𝙫𝙚𝙢𝙤𝙨 𝙥𝙤𝙧 𝙣𝙖 𝙗𝙖𝙜𝙖𝙜𝙚𝙢 𝙚 𝙤 𝙦𝙪𝙚 𝙣ã𝙤 𝙙𝙚𝙫𝙚𝙢𝙤𝙨.
𝙄𝙜𝙤𝙧 𝙍𝙤𝙙𝙧𝙞𝙜𝙪𝙚𝙨 𝙎𝙖𝙣𝙩𝙤𝙨12343234277?profile=RESIZE_710x

Saiba mais…

Jesus e o natal

Em uma estaca Jesus sofreu...e ao ladrão arrependido...nesse dia, Jesus prometeu. ( Ainda hoje vus digo, estarás comigo no Reino do céu). E com lagrimas nos olhos...após ter dito essas palavras...em algumas horas Jesus morreu.

Após três dias ressuscitou, e assim ao mundo ele se revelou. Com sua boca falou Jesus.
–Eu não vim para mudar, e sim para acrescentar.

Muitos a sua mensagem não  entendeu, outros até entenderam...porém se negaram a acreditar...que aquele era o messias...que pela boca do profeta Isaías veio a se revelar.

Após a ressurreição, na pascoa, disse Jesus aos que lhe ouvia...fazeis isso em meu nome, pois sempre que comerdes do pão e beberdes do cálice anunciar-se-a a minha morte até que eu venha.

Após quarenta dias para o pai ele voltou, e a sua direita como obediente filho...Jesus se sentou.

Essa foi a passagem do messias em sua caminhada na terra. Obediente, ele se entregou a morte por um amor imerecido...e mesmo com tanto sofrer, ainda assim, nunca se negou a cumprir a missão que a ele foi dada por Deus, seu amado pai.

Jesus deu sua vida por nós, por obediência e por amor, e ainda assim, com toda essa entrega, Jesus não é lembrado nesta época como deveria ser.
Muitos tiram dele o direito de ser notado, e colocam em seu lugar a figura de alguém fictício

Nessa época Jesus é por alguns esquecido, e em seu lugar é colocado a figura de um velhinho muito querido, papai-noel. Velhinho que hoje por auguns a ele é dado o direito de entra em seu lares antes de Jesus.
Igor Rodrigues Santos12335521058?profile=RESIZE_710x

Saiba mais…
CPP