Posts de Marcia A Mancebo (284)

Gratidão

5614772084?profile=RESIZE_710xGratidão!

Obrigada Senhor por esse dia!
Pela graça, poder comemorar
Envelhecer não é motivo de agonia
Sim, de com a vida, se alegrar.

Há tantas lembranças na mente
Tristes, felizes e saudosas
Basta selecionar cuidadosamente
E a todas boas, oferecer uma rosa.

É uma dádiva de Deus agradecer
Estar bem apesar dos anos vividos
Mazelas não fizeram – me esmorecer
Sim, força para o meu viver.

Recordar a família reunida, é satisfação
Infla meu coração de alegria
Meus amores... gratidão!

Márcia A Mancebo
05/06/2020

Saiba mais…

Meu sentir...

Meu sentir...

A tristeza me assola quando vejo
nos olhos das pessoas o sofrimento.
Volto o pensamento para o passado, revejo
A alegria estampada a todo momento.

Essa pandemia causou mortes
Entes queridos partiram sem se despedir
Para aguentar esse instante tem que ser forte
É muito triste ver quem ama, partir.

Há quem não acredite que esse mal é perigoso,
Não se cuida, não se une ao combate.
Não tem sentimento, não é piedoso.
Isso é estupidez...a dor alheia não o abate.

Faço dos meus dias uma oração.
Imploro ao Pai a cura dessa doença
E que renascença em cada coração
a fé ardente e não venha a descrença.
Almejo que cada Ser acalente a esperança
que brevemente veremos alegria no mundo.

Em versos expresso meu sentir
Que estou triste não posso omitir
Diante dessa situação não dá pra fugir
Pois, dói demais ver o mundo sucumbir.

Márcia A Mancebo
02/06/20

Saiba mais…

Idílio em profusão!

5555306294?profile=RESIZE_584xIdílio em profusão!

A lua é testemunha desse amor,
As estrelas ofuscaram naquele momento
O êxtase nos acobertou de calor
Até o mar silenciou o movimento.

A solidão findou... desapareceu...
O colapso que no mundo havia,
pariu a paz
que nos envolveu completamente
Somente a paixão nos enterneceu.
Essa sensação boa nada desfaz.

Um sentimento de ternura nos abraçou
Nada...nem a força do redemoinho
conseguirá nos separar jamais.
O amor naquele instante aniquilou
o medo de entregar o coração.
Um ciclo de temor foi concluído
dando lugar a um idilio em profusão!

Márcia A Mancebo
03/06/2

Saiba mais…

Te amo mais ainda...

Te amo mais ainda...

Ah! Como é bom assim viver, amando você!
Como é bom estar a seu lado amor,
Ter de seus lábios o beijo ardente,
Ser abraçada, sentir teu calor.
Ah! Desejo viver assim, eternamente!

Amar você é sentir – se amparada,
É sentir o mundo lindamente,
É desfrutar desse gosto - ser amada
e de sonhos viver completamente.

Não abro mão de tê– lo junto a mim.
Pois, a vida está a me brindar
Não é sempre que se é feliz assim,
o sabor de um grande amor, provar.

Esse querer fortifica meus dias
Traz uma paz inatingível...linda.
Nele mergulho em fantasias
Sinto que te amo, e te amo, mais ainda.

Márcia A Mancebo
03/06/20

Saiba mais…

Eterna oração

Eterna oração

Que a fé em meu viver não seja acessório.
Sim, uma impulsão pra eu ir adiante
Que meu padroeiro não fique no oratório
exposto, e não seja enfeite somente
nas horas difíceis.
Mas, seja meu arrimo diariamente.

Se me faltar carinho nas tristes horas,
Eu saiba ver o mundo com candura
E não abandone jamais, quem outrora
me ofereceu abrigo pra eu não ir embora.

Que meu olhar seja terno e acolhedor,
pronto pra acalentar o necessitado
E que nos momentos que faltar calor
Eu retribua com um abraço apertado.

Que esses instantes de imensa agonia
Eu não seja egoísta e sem coração.
Sim, que eu ajoelhe e a Ave Maria
ecoe...se espalhe e chegue ao irmão
Como um sinal expressivo, forte.
Que eu demonstre que a paz virá abundante
e terá fim a palavra morte.

Que cada instante com gesto de gratidão
Aconteça uma mudança no meu Ser
Que a lida seja uma eterna oração
Para eu poder em paz adormecer.

Márcia A Mancebo
30/05/20

Saiba mais…

Glosa. Saudade

Glosa

Mote
“Quando bate a saudade eu te chamo
Mesmo sabendo que estás distante.”

Saudade

Pensar em ti, é orar diariamente.
Pois, teu amor não foi mera ilusão
Chegou manso, tomou o coração
Fez dele morada permanente
Levou toda a dor nele existente.
E trouxe - me a paz que hoje é constante
Uma alegria que é transbordante.
Sei que estás longe, mas, não reclamo
Quando bate a saudade eu te chamo
Mesmo sabendo que estás distante.

Márcia A Mancebo
28/05/20

Saiba mais…

Oh, donzela!

 

 

 

Oh, donzela!

Oh, donzela linda toda dengosa.
Caminha pelas ruas na esperança
Que algum cavalheiro lhe dê uma rosa.
Deseja despetá - la pra reter na lembrança
a imagem do jovem que a achou formosa.

Idade de sonhar acordada,
Com o espelho conversar,
Indagar se será muito amada,
Se o escolhido irá eternamente a amar...

Sonha donzela! A vida é breve.
Os dias voam e tem asas os anseios
Aproveita esse momento belo, leve...
Fecha os olhos e embarca em devaneios.

Márcia A Mancebo
27/05/20205405360293?profile=RESIZE_192X

Saiba mais…

Assim, são meus dias...

5396690274?profile=RESIZE_400x

Assim, são meus dias...
 
Meu corpo estremece quando ouço
tua voz me chamar mansamente
Meu mundo vira no avesso e ternamente
Te abraço e nós entramos num calabouço
onde fizemos nosso ninho de amor,
Onde me abraça e adormeço com teu calor.
 
Ali, a madrugada é nossa somente.
Esquecemos das amargas horas
E, quando amanhece, finalmente
Nós despedimos e vais embora.
 
Seguimos nossos caminhos separados.
Mas, com a alma leve como pluma
O amor que nos une espalma
Como o orvalho que cai sobre o prado.
 
Assim são meus dias... sempre espero
o telefone tocar e tua voz ouvir.
Se demora dar notícias, desespero
Pois, sem teu amor minha caminhada
não conseguirei concluir.
 
Márcia A Mancebo
26/05/20
 
 
 
 
 
Saiba mais…

Recolhendo saudades

Recolhendo saudades

As vezes me ponho a sonhar contigo
E divago em pensamentos e fantasias
Como se num passe de mágica
Estivesses procurando abrigo

Ah, tempos bons....chama ardente.
A memória trafega recolhendo saudades
A velhice traz alucinações surpreendentes!
E, eu caminho pela estrada da saudade.

Saudade de momentos cheios de ternura
Pincelando cenas que imagino
Palavras pingadas preenchidas de candura
Trazendo para os lábios, sorrisos.

Sorrisos que explodem em gargalhadas;
que iluminam os dias e mexem com a mente,
dão sentido à vida brilhando as madrugadas
que as vezes são frias e desamparadas.

E, tudo que estava apagado, reluz.
A imaginação é uma grande utopia.
Mas, me vejo animada e a luz,
que entra pela janela da alegria
é uma figura graciosa que seduz
enquanto a lua passeia enfeitando
esse sentimento de plena magia.

Márcia A. Mancebo
07/05/20

Saiba mais…

Meu grande amor!

É amor para toda vida!
É sentimento puro e verdadeiro
Que me envolve e deixa – comovida
E que causa arrepio ao corpo inteiro.

Existe entre nós tamanha atração
Conheço pelo olhar se me deseja
Pulsa no mesmo compasso nosso coração
Ah, como adoro quando me beija!

Teus braços me agasalham fortemente,
Tuas mãos afagam minha dor,
Murmuro nos teus ouvidos docemente:
– Como te quero, meu grande amor!

Márcia A Mancebo
26/05/2020

Saiba mais…

Manhã tristonha

Manhã tristonha

Nessa manhã tristonha o frio
invade minha alma inquieta, sufocada
O vento passa veloz com triste assovio
Aumentando a angústia desnudada.

Sem alegria, olhos embaçam.
Pois, vejo folhas voarem sem rumo
Deixando as árvores nuas...sem encanto.
Não ouço pássaros. Emudeceram o canto!

Outono, estação que traz nostalgia
Parece que a natureza chora triste.
As madrugadas não tem alegria
Somente a solidão nela existe.

O pensamento solto ao leu, a vagar.
A ausência de braços quentes
Mãos vazias de afagos...de carinhos...
Sozinha, luto para o tédio ir embora
Mas, o coração dispara nessa hora
E o medo faz meu Ser fraquejar...

Márcia A Mancebo
15/05/20

Saiba mais…

Ilusão

Ilusão

Cubro meu corpo com rosas escuras,
Vedando os olhos não vejo passar
Quem me fez pagar muitas penas duras,
Tanto implorei pra não me abandonar.

Foi inútil, não tentou se acomodar
Levou o que de melhor acalentei
O pouco que deixou não soube dar
Consolo à dor tão forte que purguei.

Deixando meu viver um puro inferno
Dilacerando o pobre coração
e as rosas que ofertei perderam cor.

Não secaram, vestem um luto eterno
fazendo -me sofrer em profusão
deixando -me chorar imensa dor.

Márcia A Mancebo 22/06/2018

Saiba mais…

Restos de dias...

Restos de dias...

O sol nasceu e está pálido sem sombra
Na manhã uma tristeza impera no ar
Pássaros voam calados e assombra
meu coração ansioso a te esperar.

Converso com meu Ser, respiro fundo;
Não vens e não virás tão brevemente.
A saudade a rasgar meu pobre mundo
de solidão, ah, vazio impertinente!

O assovio do vento traz mensagem
A inquietação a invadir em mim espalma
restos de dias perdidos pelo ar.

Folhas secas bailam trazendo a imagem
da alegria que existia em min' alma
espelhando olhos fartos a brilhar.
espelhando o olhar farto a cintilar...

Márcia A. Mancebo
07/05/2020

Saiba mais…

Desabafo

Desabafo

O vento frio invade a solidão
a saudade se instala na mente
O pensamento detém o coração
Mas, a alma a aceita tristemente.

Uma agulhada, um exílio e uma dor
Uma dor da ausência sem explicar,
o desatino recorda o amor
que foi pra longe sem mais regressar.

Por mais que estenda a mão,
por mais que seu nome grite, nada...
...nada o trará pra sanar a ilusão
que desfaça essa dor danada.

A mente não descansa...sempre a pensar
no destino que o levou aos poucos,
e lentamente foi ofuscando o olhar
embrenhado – me ao silêncio oco.

Quando a mão não alcança
a dor da ausência, ela vai traçando
versos desse sentir sem esperança
e o papel de lágrimas vai molhando
E eu choro tal qual uma criança.

Márcia A Mancebo
04/03/2020

Saiba mais…

Aurora caiada

,

Aurora caiada

Nessa aurora caiada o vento forte
esconde o dial que timidamente
adentra com medo de tanta mortes.
Pois, está acostumado com vidas,
com pessoas felizes, descontraídas.

É o outono que impera tristemente
Varrendo o chão, de folhas coberto.
É a natureza que chora abundantemente
por não ver rostos felizes...sorridentes.

As ruas desertas, as calçadas vazias,
Os pássaros cantores calados;
Janelas fechadas nessa manhã fria.
Mãos juntas, joelhos dobrados
levam o povo orar fervorosamente
pra que vá embora essa agonia
que castiga os velhos, tirando suas fantasias.

A distância faz corações saudosos
Deus chora todo nosso desengano
Não quer nos ver tristes e medrosos
Intui que haja esperança, haja planos
Que é preciso acalentar a fé, alimento de nosso cada dia.

Márcia A Mancebo
02/05/2020

Saiba mais…

Vitória

Vitoria

Pouco a pouco a vela foi apagando.
No final o pavio preto e a fumaça
Assim é a vida, mar que navegamos
Onde os dias são longos...as horas passam...

Olhando para essa chama a pensar
Jamais imaginei enfrentar serenamente
Uma situação apavorante que sem parar
Anunciam mortes precocemente.

Dias de orações esperançosas
Procurando o que fazer pra distrair
Saudade de tocar faces, oferecer rosas
Abraçar e num aperto forte sentir
Que existe pessoas lindas...venturosa...

Eu confio, eu espero que brevemente
Estaremos juntos a comemorar
A vitória de Deus que sabiamente
Nos distanciou para mais e mais nos amar!...

Márcia A.Mancebo
18/04/2020

Saiba mais…

Minha história

Minha história

As rosas que me destes, meu amor
perderam a cor… descoloriram.
Em cada pétala impregnou o olor
Com a brisa suave, pelo ar esvaíram…

No jardim do pensamento subsiste
resquícios de flores ressequidas
da adolescência que na alma persiste
que eu semeei na infância querida.

Se um dia a saudade eu vir sentir
Pedirei por obséquio pra ir embora
Tenho planos para o futuro e há de vir
Recheado de primavera por fora.

Todas flores que plantel só pra mim
regaram todos os sonhos da memória
e, se por ventura tiverem um fim
Estarei escrevendo minha história.

Márcia A. Mancebo
29/09/19

Saiba mais…

Desventura

Desventura.

No exílio no quarto a recordar
De um tempo que ficou na lembrança
Vejo tua imagem bela moldar
Meu mundo de desesperança.

Entre lamentos e dores... escuridão
onde a tristeza fez seu abrigo
A saudade prensa o coração
Sinto, não ter caminhado contigo.

Te deixei no meio do caminho
O ciúme me atormentava demais
Prontamente, disse: –Siga sozinho.
Não quero te ver nunca mais!

Mas, hoje meu sofrimento
Me arrebata de arrependimento
Tua memória voltou ao pensamento
Sozinha, oh, céus, como lamento!

Quanta bondade em ti, havia!
Como me amava verdadeiramente
Achava ser tudo mentira, hipocrisia,
Como te imaginei diferente!

Nesse momento lembro tua candura
E nos ecos do silêncio tuas doces palavras
me invadem como sopros de ternura...
E, unindo tua imagem ao meu sentir
Pouco a pouco a mão escreve...lavra
O que minha alma dita, minha cruel desventura.

Márcia A Mancebo
09/03/2020

Saiba mais…

Somente quero...

Somente quero...

Da janela da minha casa vejo o Sol
se por, manso com raios avermelhados.
A cena que eu via dias atrás no arrebol
era diferente desse entardecer fechado.

O ar está parado, muito triste, sem vento.
A saudade me abraça e uma lágrima rola
Não sei se é agonia que traz esse sentimento
Ou, é a natureza que no momento se cala.

A inspiração se esconde na noite fria.
Nesse instante não quero carinho.
Um beijo não dá fim a melancolia.
Somente quero no meu canto
desabafar, chorar baixinho.

Márcia A. Mancebo
16/04/2020

Saiba mais…
CPP