Posts de Marcia A Mancebo (128)

Mundo de ilusão

Mundo de ilusão

Às vezes vejo o viver uma falácia
transmutando verdade em mentira.
Há fatos que me surpreendem… vou à galáxia
onde a fantasia o poeta inspira.

Como alquimia transmudo o pensar
Não permito que a friagem do vento
Impeça — me de ficar a sonhar;
O que almejo, está no pensamento.

Vejo — me no parque, de brinquedos, cheios.
Eu na gangorra e indubitavelmente
sem mistérios em meus devaneios
Apenas brincando alegremente.

Lá onde tudo é lindo, traz ilusão
O desamparo não é assustador,
não dá lugar para que a solidão
adentre na alma matando o amor.

Lá reina a paz e as pessoas,
tem nos olhos, candura e gestos lindos
Ri dos erros, e ri sempre à — toa
Semeiam paz para vê — la florindo.

Márcia A. Mancebo
09/09/19

Saiba mais…

Fantasia

3548347015?profile=RESIZE_710x

Fantasia

Quando a solidão se afasta, vai embora
deixa resíduos de saudade no ar.
Volta a lucidez e a alma revigora
num suspirar forte de tanto amar.

No céu, estrelas, ao longe ofuscando
sob arranjos neutros de agonia
deixam na noite, rastros me assustando
como um cometa que passa rumo ao dia.

Em consonância ouço vozes afinadas
de um coral de pássaros anunciando
que o amor me fez refém e confinada
a um coração que forte pulsando
e, por ele, vou estar apaixonada.

E o velho tempo que só me enganou
fazendo crer que jamais me iludiria
com práticas eficientes aportou
em meu Ser e, fez-me ver que viver,
é simplesmente mergulhar em fantasia.

Márcia A Mancebo

Saiba mais…

Confinados

3547083546?profile=RESIZE_710xConfinados

Se me perco pensando em teu abraço
Doce laço, que tanto bem me faz!
A paz eu tenho, em teu regaço,
sou somente tua e, isso me apraz.

Abraçados, sinto que respiramos
em uníssono compasso… afinados.
O coração ao pulsar diz; nos amamos,
A um mundo azul estamos confinados.

Esse prazer inebria e a ti, me prende
com amarras de gotas de cristais.
Nossos momentos leva — me agir ternamente,
Ao me beijar, sussurro — quero mais…

Jamais pensei que eu fosse ao céu
e vivenciasse a beleza da vida,
Fosse cruzar caminhos sonhados ao léu.
Somente eu, sei avaliar quão sou querida.
E esse idílio me deixa comovida.

Esse amor em tela, reproduzido
refletiria o encanto no infinito.
Márcia A. Mancebo

Saiba mais…

Música da natureza

Música da natureza

Nesse belo amanhecer de setembro
Pássaros assoviam na sacada
Sonolenta, mas feliz me lembro
quanto um dia me senti mui amada.

Ainda sinto os teus beijos meu amor;
Tuas mãos minha face acariciar,
Do teu corpo um calor abrasador,
Fecho os olhos e me ponho a sonhar…

Submersa em meus belos pensamentos
Abraço — me pra poder te sentir
Assim estou, em êxtase.,Bons momentos!
E desse sonho não quero sair.

A música da natureza é singela
Adormecer já não consigo mais
Suavemente levanto, abro a janela
A paisagem traz — me encanto demais…

Olhos mareiam de felicidade
As mãos que abraçaram, hoje vazias
rememora uma grande saudade
À quem a solidão, não conhecia.
Márcia A Mancebo
(07/09/19)

Saiba mais…

Parabéns CPP,

Parabéns CPP!

Hoje comemoramos o aniversário
desse lugar aconchegante e lindo.
Festejar é dever, é necessário
Aqui as poesias tem aroma e sentido
e espalham amor aos quatro cantos.

Nesta Casa da Poesia fiz morada
há quatro anos, com muita alegria.
Aqui estou feliz e emocionada
Essa Casa cura feridas e nostalgias.

Tudo que escrevo tem aceitação
A amizade é sincera e gratificante
Ser poeta aqui é imensa emoção
isso me deixa feliz e radiante.

A esse recanto desejo felicidades
Que sejamos sempre irmãos
Que aqui impere sempre a amizade
Que Deus nos cubra de bênçãos.

Nessa homenagem a essa Casa querida
deixo lavrado meu agradecimento
aqui tem um pouco da minha vida.

Obrigada administradores queridos
E todos poetas amigos do coração.

Márcia A.Mancebo ( 03/09/19)

Saiba mais…

Estesia

3525081941?profile=RESIZE_710xEstesia

Morre o sol fulgurante como tela
E o prado se encobre de cores,
Com minúcias cada detalhe revela
Paisagem matizada sem rumores.

Nesse silenciar sublime da tarde
Em ondulações o mar se acalma
Sobre a areia da praia a água evade
Deixando sensibilizada minha alma.

A noite chega em retiro e imolado
o coração, entristece de saudade.
Ainda guardo lembranças do passado.
e a solidão vem à tona e muito arde!

Como uma grinalda a estrela no céu,
ora brilhando, ora fosca em agonia
O devaneio aparece e ao léu
embarco nesse sonho com estesia.

Márcia A Mancebo
22 11 18

Saiba mais…

Pois, é.

3523995779?profile=RESIZE_710xPois, é.


Quem me vê assim sorrindo;
Não sabe o que estou sentindo.
Eu não estou fingindo
Hoje, a vida brindo.

Levanto a taça da alegria.
Jogo fora a melancolia
Minha veste é a fantasia.
Com teu beijo, ganhei o dia.

Estou pronta para enfrentar
Tudo que não posso evitar.
Com fé irei preparar
Pode vir, irei te abrigar…

Quero te dar um abraço.
Gentilmente é o que faço.
Perdoe se me embaraço
No momento, ofereço o regaço.
No meu coração há espaço.

Apenas um abraço de amigos
Um caloroso abrigo
Por tempo curto, pois, contigo
desejo ficar, nosso caso é antigo.

Pois, é, fazer o quê.
Se ainda gosto de você…
Márcia A Mancebo
02/08/19

Saiba mais…

Sem destino

3523831648?profile=RESIZE_710xSem destino

Minhas horas se perderam....esvaíram
no silêncio da tristonha solidão
Num canto vazio do meu coração
Onde um dia enterrei a velha paixão
E os carinhos mofaram ...viram pó.
Não por falta de zelo, sim, por estar só.

Mascarei por tempo, mas apareceram,
Voltaram para minha face cansada
Envelhecida e pelo tempo maltratada
Por amar veemente sem ser amada
No escuro da noite escondo o pranto
Deixo que as lágrimas espalhem pelos cantos.

Saio caminhar sem destino na madrugada
Com um lampião nas mãos. Busco o quê
Se meu sentimento está oco sem você
Não tenho motivos, não sei por que
Meu mundo desabou, ruiu de saudade
Que tornou-se constante e eterna.
Márcia A.Mancebo ( 02/09/19)

Saiba mais…

Ao céu como oração

3531144085?profile=RESIZE_710xAo céu como oração

Quando o céu cobre- se de negritude
as estrelas aparecem para a terra iluminar.
Amantes aconchegam-se em quietude
e seguem para o rito que é amar.

Diante de tanta ternura a lua trás acalanto
e, o amor acomoda- se feliz no coração.
Toma o lugar de destaque e faz seu canto
E o que antes era fantasia torna grande paixão.

Quando o amor encobre de flores tal sentimento
não há quem duvide que exista muita emoção
Quando dois corpos apaixonados estão unidos
de longe ouve- se suaves gemidos
e chegam ao céu como oração...
Márcia A Mancebo
02/ 06/2015

Saiba mais…

É tão fácil!

É tão fácil!

Então! Quer um mundo melhor? Faça o Bem!
Estenda a mão a quem chora de dor,
Há por aí em um canto alguém
Que está sofrendo, carente de amor.

Faça o bem! Faça dessa frase seu lema
Vá pelas ruas doar o que tens no coração
Verás com certeza que dará fim ao dilema
que faz do seu dia um alienado irmão.

Vê se em sua casa está tudo certo
Se não há quem cometa só besteira.
Pois, o próximo pode estar bem perto
Ignorado pelo seu egoísmo, sua cegueira.

Ama a todos sem qualquer distinção.
Ouve quem necessita desabafar
Tenha a alma lavada com o perdão.
Conjuga no presente o verbo amar.
Com seu exemplo pode muito mudar.

Aprenda essa nobre e fácil lição
É com gestos que ensina pessoas
Não de braços cruzados, sem coração
com pensamentos soltos… Á toa.

Pode na terra ser visto diferente.
Mas, terá no coração a brandura
Seus olhos terão brilho, serás contente
Suas palavras exalarão doçura.
Márcia A Mancebo
29/08/19

Saiba mais…

Um só coração

3495915813?profile=RESIZE_710xUm só coração

 

Percebi que no amor a linguagem

tem que ser delicada e sincera.

Pois, o amor terno tem bela imagem.

É uma intensa carinhosa paquera.

 

Rega-se todos os dias com turbilhão

de afagos, de gestos com doçura

Isso faz dos amantes um só coração

 Leva  ao desejo que os, leva à loucura.

 

Oamor tem segredos e é sagrado

.Borbulhante sensação de anseios 

e só por quem ama é notado.

Leva o Ser à constante devaneio.

 

É um sentimento de carinho alimentado.

Antagônicoa dor e, a aridez encerra.

Propensoa ser eterno se cuidado; 

Selado no céu e infinito na terra.

Márcia A Mancebo

(24/08/19)

Saiba mais…

Ah! Se pudesse!

3530543543?profile=RESIZE_710xAh! Se pudesse!

“Mande essa tristeza embora”
diz o ditado popular
Quero ser feliz agora
Pra poder a vida brindar.

Tenho pedido, implorado até,
Que se afaste essa tristeza
Que atormenta, tira a fé.
É um sufoco essa incerteza:
Se amanhã estarei em pé.

Quero viver o presente,
Desfrutar enquanto estou bem
Quero provar o hoje contente
E estar feliz ao lado de alguém.

Ah! Se pudesses nesse momento
Mandar essa tristeza embora
Não seria certamente
Essa mulher que triste chora!

Márcia A Mancebo 18/08/19

Saiba mais…

Serenidade


Serenidade 

 
Nesses anos todos acumulei lembranças 
As filtre, recordo só as que me agradam 
Nas noites de insônia pela madrugada 
Nas lembranças renovo esperanças. 
 
Mesmo sendo impossível,  mergulho em devaneios,
Mas é para sentir quão enamorado é meu coração.
Uso e abuso dessa delícia de sentir paixão...
Passo horas assim, anestesiada nesss enleio. 
 
É  nessas horas, nesse silêncio, que sinto o florir da vida.
Abraça - me uma vontade louca, não estar assim, tão só
entre lembranças e esperanças...A vida não tem dó. 
Povoa meus sentimentos, faz - me comovida. 
 
São os melhores instantes, aliviam a saudade.
Aos poucos a mente traz realidade, esqueço o sonhar. 
Pela fresta da janela vejo o colorido entrar.
É a noite que ao findar deixa uma serenidade. 
Márcia A. Mancebo 
(08/10/2015)
 
 


 
Saiba mais…

Nostalgia ( Glosa)

3476385448?profile=RESIZE_710xGlosa

Mote
"Silêncio total, só ruas desertas
Não brilham estrelas na negridão."

Nostalgia

Inverno na noite tira a alegria
Aborrece e deixa tudo nublado
traz a lembrança do meu bem-amado
A saudade aparece oh! Nostalgia.
Espero ansiosa raiar o dia
Suspiro fundo vejo a
imensidão
Olho para o céu, sinto o coração
Confunde a mente, não sei se estou certa.
Silêncio total, só ruas desertas
Não brilham estrelas na negridão…

Márcia A Mancebo

( 23/08/19)

Saiba mais…

Volta coração!

Volta coração!

Volta coração, não foge não.
Se disfarçar e pelo infinito voar
não poderei te segurar, é errada decisão.
Ouça o que digo, é perigoso se aventurar.
Fugir nesse momento, não é solução.

Volta coração! Não me deixe sozinha
Teu lugar está vazio e nas noites
a solidão traz lembranças das tardinhas.
Causa tristeza, machuca, é um açoite!

Coração não voe ligeiro.
Tento te alcançar, és veloz.
O fôlego está curto companheiro.
Volta, enfrentar o mundo sozinho, é feroz.

Vem, tira o disfarce, não voe mais.
Não faz isso comigo, é malvadeza
é ingratidão, é sofrimento demais!
Irá penar, o mundo, é cheio de incerteza.

Coração, ouve o que te peço,
Não me faça decepcionar
Volta, te perder, não mereço.
Estou esmorecida de tanto chorar.

É muito cruel minha sina
impedir que vá pela imensidão
E eu pela noite correr, feito, menina
Ah! Não me maltrate coração!

Márcia A Mancebo
03/08/19

Saiba mais…

É tão pouco!

3442189727?profile=RESIZE_710xÉ tão pouco!

Só versos tenho a te dar, é tão pouco!
Perdi com o viver os sentimentos.
O amor foi embora lento com o vento
E meu coração esvaziou… ficou oco.

Aquele sentir lindo se fez louco:
quando me vi perder todos momentos.
Meu mundo desabar em vil lamentos,
Meu ser definhar sem voz... ficar rouco.

Hoje flutuo leve; já não salto.
Perdi o grito que fora forte e tão alto.
Estou ancorada na multidão e só.

Me acompanha o silêncio e o cinza pó;
Restos dos dias de felicidade;
absorta a tecer, a dor da saudade.

Márcia A Mancebo

Saiba mais…
CPP