A Águia e o Pássaro Ferido

A Águia e o Pássaro Ferido

           A Águia e o Pássaro Ferido 

Tem momentos que me sinto como uma águia que levanta voo e quer alcançar o Céu. 
Tem momentos que me sinto como um pássaro ferido com os pés presos na Terra.                                
Um misto de luz e escuridão. 
Coragem e medo. 
Alegrias e tristezas. 
Sonhos e desilusões. 
Risos e choros. 
Crenças e decepções. 
Realizações e inércia. 
Fortaleza e fragilidade. 
Presença e saudades. 
Plena e vazia. 
Satisfeita e insaciável. 
Energia e desânimo. 
Liberdade e prisão. 
Princípio e fim. 
Infinito e finito. 
Que eu tenha sabedoria para viver os meus momentos de águia no Bem. 
Que eu tenha sabedoria para viver os meus momentos de pássaro ferido com resignação. 
Evoluindo sempre! 
Como águia ...... como pássaro ferido ......

Nilma F. C. Caetano

23.07.2020

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Muito lindo, Nilma!

    Encantada com tanta beleza e sensibilidade.

    Parabéns!

    Bjs

  • Belíssimo Poema onde as antíteses nos ofertam os sentimentos da Poesia. É mostrado dois lados da vida, das alegrias e das dores....Lindo!!!

    Parabéns amiga das letras Nilma por esta sua obra.

    Antonio

  • Prezada poetisa

    Nilma

    tem momentos em nossas vidas que somos aguia mas tem momentos que somos passaros feridos.

    Gostei

    Atenciosamente

    Davi/Guardião do amor

This reply was deleted.
CPP