A Vida

A Vida

A Vida

A vida não quer mais me aceitar, mas palavras ainda posso escrever e ainda que vagamente e fracamente com voz certamente embargada falar.

Dá vontade de partir com uma ruptura brutal contra o corpo físico, mas certas e pequenas lembranças fazem as minhas pernas se tocarem.

As forças para resistências são débeis

Mas ainda corre o sangue ralo e o coração bate sempre tardiamente, mas bate.

Tu passarás por esta rua de terra batida uma única vez.

Não é a hora de recordar um pouco mais...

 

ADomingos

12\12\2021

Votos 0
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP