BLEFE

Não podemos jogar as nossas vidas na mesa

como se fossem um jogo de cartas.

Tem gente que nos oferece muito,

mas na verdade não tem nada.

 

Cheios de autoridade

e um falso moralismo.

Mas o que dizem na segunda-feira

não dura até o domingo.

 

Antes de sentarmos a mesa

devemos perguntar ao Espírito Santo:

“O Senhor estará lá?”

Uma negativa iremos escutar.

 

Carência afetiva é uma maldição que

faz o ser humano”jogar as cartas na mesa

errada”; só existe o blefe.

Ninguém tem nada!

 

Só não irá jogar aquele que pede conselhos

a Deus antes da decisão tomar.

Fazer algo no ímpeto da emoção

só irá atrapalhar.

 

Eduardo Samuel Ferreira

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Eduardo Samuel

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP