Eclipse Lunar

 

Ver a imagem de origem

 

Eclipse Lunar

 

Elipse do brilho do luar ao escurecer

Elipse de minha alma desencantada

Elipse total  da Lua ao enrubescer

Elipse de minha áurea embaçada

 

Sei não, se não choro ou chorar

Sei não, se não sorrio ou sorrir

Ausência  de curta  metragem

Sentença d e longa mensagem

 

Quais gravitacionais rotacionais

Elipse de meu fresado coração

Elipse de minha talhada emoção

Quais orbitais rotas racionais

 

Sombra em meus pés arrasta

Penumbra de viés solitária

Fenomeno que se afasta

Passageiro me faz um pária

 

FIM

revAD

Antonio Domingos

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    Teus versos muito encantam! Parabéns Antônio! 

  • Um desconhecido de si mesmo, somos, pois a todo tempo nos refazemos nos encaixes e desencaixes desta vida... maravilha de inspiração, poeta Antonio... meus aplausos... paz e luz!

    • Muito grato por sua leitura e comentário valioso para quem publica

      Abraço de Antonio

      Eu li e reli  um seu poema mas não tive palavras para comentar. Senti o poema confuso. Fiquei confuso. Desculpas, mas creio que você poderia fazer sua própria avaliação." No Observar...." Saiba que não sou crítico literário, apenas comento rasamente conforme meus sentimentos que sinto da leitura.

      Um Caso : No site do PEAPAZ um vez a dona do site Silvia Mota me disse que meu poema estava bonito, mas estava fraturado. Não entendi nada. Ao reler e reler observei que em duas partes do poema o sentido de uma estrofe não tinha sequencia na outra estrofe. Refiz aquele poema em três novos poemas.Não significa que seu Poema esteja fraturado. Em minha humilde opinião seu poema não está fraturado como a Silvia criticou adequadamente o meu. 

      Siceramente,

      Antonio Domingos

  • Obrigado Matheus por valiosos comentários.

    Abraços de Antonio

  • Uma bela composição ressaltando o ato do eclipse numa nuância de certos características incisivas, atrelados ao desencanto. E nesta concepção afirmo, que os seus versos tornaram-se aprazíveis de se ler. Parabéns, meu caro!

This reply was deleted.
CPP